JAGUARARI: CAMPANHA POLÍCIA MILITAR UNINDO ELOS NO ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

A campanha "POLÍCIA MILITAR UNINDO ELOS NO ENFRENTAMENTO  À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER" tem como pilares: informação, socorro, emergência e suporte, além de ser, um convite à reflexão e conscientização de toda a sociedade para o fim da violência contra a mulher. É promovida pela 3ª Companhia de Polícia Militar em Jaguarari-BA, em parceria com o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) da Secretaria Municipal de Assistência Social da cidade de Jaguarari-BA.

O Cap PM Crishwelber Menezes, Comandante da 3ª Companhia, Acompanhado da CB PM Ana Mércia, esteve no CREAS, onde participou de uma reunião com as Coordenadoras Carla Roberta, Samucia Fontes, a advogada Yanne Guedes, a Assistente Social Ada Aquino, as Agentes de abordagem Yannka Martha e Mercio Dias, e a senhora Renata Martins, sobre as ações que serão desenvolvidas para a conscientização, mobilização da sociedade e instituição de medidas para coibir todas as formas de violência contra a mulher, além de fomentar as denúncias de práticas ilegais. Ao final, os participantes opinaram acerca de estratégias de prevenção à violência doméstica contra a mulher destacando a importância do envolvimento do público masculino netas ações, da publicidade dos números do Disque-Denúncia, das palestras que serão ofertadas à sociedade, bem como a necessidade de se trabalhar preventivamente, desde a educação dos filhos, sobre as relações de gênero.

É importante ressaltar que as mulheres agredidas, muitas vezes, não enxergam o agressor como um agressor, de fato, porque eles são seus pais, maridos, filhos… e isso também diminui o encorajamento para fazer a denúncia. Até porque não estamos falando apenas de agressões físicas e sexuais, mas também psicológicas, verbais, virtuais e patrimoniais.

Em Jaguarari, as mulheres vítimas de violência são atendimentos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que está localizado na Rua do Clube, s/n, Bairro Padre Eugênio Possamay. Estas mulheres tem atendimento psicossocial, orientação jurídica, todo um trabalho para que elas voltem a ser protagonistas da própria vida e rompa o ciclo de violência.

Neste local, as mulheres são acolhidas e recebem atendimentos psicossocial, jurídico e psicológico. Os atendimentos também são ofertados aos membros da família, que testemunharam a violência.

Onde posso denunciar?

Se você sofrer qualquer tipo de violência, pode acionar a Polícia Militar, através dos telefones (74) 99917-5898 (74) 99958-8851, ou procurar a Polícia Civil para registrar um Boletim de Ocorrência e solicitar medidas protetivas de urgência. Em caso de denúncia, também pode ser ligado no Disque 180 e (74) 99917-5898 (74) 99958-8851 (whatsapp).

Em caso de desconhecimento ou desconforto para procurar algum desses locais, a equipe do CREAS poderá te orientar e acompanhar durante todo o procedimento necessário e posteriormente realizar todo o acompanhamento familiar pertinente ao caso.

Denunciar casos de relações abusivas que você conhece também faz parte do combate à violência de gênero. Não se omita e denuncie!

Com informações da 3 CIA E PJ