Comprovante de vacinação contra Covid-19 passa a ser exigido na delegacia de Jaguarari e de outras cidades da Bahia

Determinação não se aplica a flagrantes e casos que coloquem pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco iminente.

A Polícia Civil da Bahia passa a exigir o comprovante de vacinação contra Covid-19 para acesso e atendimentos nas Delegacias e demais unidades da Instituição. A portaria foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta sexta-feira (21).

Segundo informações da Polícia Civil, a medida tem o objetivo de prevenir o aumento de infectados pela Covid-19, gripe H2N3 e demais crises sanitárias.

Para comprovar a vacinação e ter o acesso autorizado, a pessoa deverá apresentar a carteira de vacinação ou o certificado do Conect SUS.

Para os casos de flagrante delito, violência doméstica e familiar, violência contra a criança e o adolescente ou qualquer outra situação que coloque a pessoa em estado de vulnerabilidade ou risco iminente, fica excepcionalmente autorizada a entrada do cidadão sem a necessidade de comprovação de vacinação.

A polícia informou que a portaria se ampara em termos do decreto estadual. As pessoas também podem registrar crimes sem sem sair de casa, por meio da Delegacia Virtual, casos referentes à perda e extravio de documentos, furto, estelionato, roubo, acidente de trânsito sem vítimas, ameaça, dano, via de fato, perturbação do sossego, desaparecimento e localização de pessoas, maus-tratos contra animais, violência doméstica contra a mulher e racismo.

Para isso, devem cadastrar a assinatura eletrônica no site da Polícia Civil.

Na noite de terça-feira (18), o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (SINDPOC) aprovou o estado de greve da categoria, além de um ato que foi chamado de "Lockdown Semanal", que deve ser realizado todas as quintas-feiras, a partir da próxima semana, em delegacias do estado.

Um dos pedidos feito pela categoria era a exigência do comprovante de vacinação contra Covid-19 para entrada nas delegacias.

Fonte: Portal Jaguarari