Desenvolvimento Social: Programa Infância no Suas/Criança Feliz tem realizado o atendimento dos 172 usuários via Internet

Devido à necessidade de seguir os protocolos de segurança para prevenção à transmissão do novo coronavírus, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) está seguindo nova estratégia de atuação em relação à execução dos seus programas.

Um exemplo disso é o que tem sido feito com o Primeira Infância no Suas/Criança Feliz de Jaguarari. Para não deixar de prestar o serviço em tempos de pandemia, a Secretaria de Desenvolvimento Social tem oferecido suporte aos usuários por meio da Internet. “O Criança Feliz se reinventou para dar assistência às famílias no trabalho remoto. Vimos o quanto isso foi possível. Há o olhar das visitadoras para a família, sugerindo atividades, e por outro lado, há a colaboração da família, dando retorno das atividades realizadas com as crianças”, conta a supervisora do programa, Nirvana Monteiro.

O Primeira Infância/Criança Feliz conta com seis visitadoras certificadas e atende cerca de 172 pessoas, dentre elas: gestantes, crianças com idade entre zero e três anos e usuários do Benefício de Prestação Continuada, na faixa etária de zero a seis anos, dando prioridade aos beneficiários do Cadastro Único, do Bolsa Família e do já referido BPC.

Em vista do retorno positivo da ação, a Sedes planeja estender o atendimento remoto para demais usuários. “Temos interesse em aumentar nossas metas para atendermos aos demais CRAS, pois temos ainda uma quantidade significativa de pessoas que necessitam do programa que consiste em ações educativas, nas quais, as visitadoras de forma remota orientam e promovem o desenvolvimento infantil integral, a partir de elementos simples e acessíveis às famílias”, detalha a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Letícia Duarte.

 

Assessoria de Comunicação Social