Catadores de materiais recicláveis de Jaguarari recebem Equipamentos de Proteção Individual

A Prefeitura de Jaguarari já entregou os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) aos catadores de materiais recicláveis que trabalham nos Lixões situados no Distrito de Pilar e na Sede do Município. Em Pilar, a ação foi realizada na última sexta-feira (19/2) e na Sede na manhã desta segunda-feira (22/2). A iniciativa faz parte de um projeto que visa humanizar, modernizar e potencializar a atividade da categoria em todo o Município.

Foram entregues 9 kits para os catadores de Pilar e 5 para os de Jaguarari. Cada kit contém: luvas, boné com abas, um par de botas, respirador ¼ e semifacial, óculos de segurança, farda e bag (sacola). “Estamos pensando não somente na proteção individual, mas também na forte onda que o Estado está sofrendo com a pandemia da Covid-19 e, consequentemente, nossa cidade. É preciso garantir também a segurança desses trabalhadores nesse sentido”, afirmou a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Letícia Duarte.

A ação contou com a presença de secretários municipais, vereadores e do prefeito Antônio Nascimento. O gestor, que assinou no dia 3 de fevereiro a Carta de Intenção que visa à elaboração de estudo técnico para a implantação de uma estação de transbordo de resíduos sólidos em Jaguarari, falou sobre a importância do ato. “Essa entrega não é um marketing, é uma forma de mudar a vida das pessoas. Hoje estou muito satisfeito porque os catadores terão melhores condições de trabalho com esses EPI’s; e não somente por isso, estou feliz porque vamos fazer uma parceria com eles, para que possam receber algum pagamento que contemple o serviço que prestam aqui”, afirmou o prefeito.

A aquisição dos Equipamentos de Proteção Individual é o resultado da parceria entre a Prefeitura Municipal de Jaguarari, os órgãos estaduais ADESBA, CESOL, SEISP e o Ministério da Cidadania. A Secretaria de Meio Ambiente, juntamente com a de Administração e a Distrital de Pilar, também participa deste projeto que abrange não só a categoria dos catadores, como também o município como um todo. “Os catadores são muito importantes no que se refere ao tratamento dos resíduos sólidos, mas queremos também construir próximo à Sede uma estação de transbordo. Estamos em parceria com alguns órgãos para podermos montar uma estrutura e poder implementar o sistema de coleta seletiva”, concluiu o secretário de Meio Ambiente, Antônio Carlos Xavier.

 

  Assessoria de Comunicação Social