Servidores da Saúde sofrem com o atraso salarial e o descumprimento da lei persiste!

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaguarari vem a público repudiar o displante praticado pelo governo passado, que deixou os servidores da Saúde sem o salário do mês de dezembro de 2020, último mês de gestão do governo referido. Essa atitude exclusora deixou centenas de pais e mães de família sem poder honrar seus compromissos de final e de início de ano.
Além de não pagar o referido salário, também não pagou o PMAQ (Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade), direito previsto para os profissionais que atuam nas Unidades de Saúde da Família do município. O descaso com estes profissionais que tem trabalhado dobrado para combater e amenizar os efeitos nocivos da pandemia do COVID-19, é sem precedente.
Em tempo, também repudiamos o descumprimento de lei por parte do Governo atual que não efetuou o pagamento salarial pendente até o momento, uma vez que o prazo limite era o quinto dia útil do mês em curso.
Vale destacar, que cobramos do governo atual através de ofício, urgência do pagamento salarial negado, mas até o momento não há resposta formal. Também cobramos formalmente o pagamento do PMAQ, tanto ao governo passado como ao atual. Nenhum deles deu retorno! A partilha devida desse recurso é lei e há prazo determinado para tal! Chega de prejuízo!
Por conta disso, o sindicato exige que a atual gestão providencie urgentemente, o pagamento do PMAQ e do salário em comento, pois trata-se de um direito constitucional! Inclusive, nenhum pagamento salarial pode deixar de ser efetuado até o quinto dia útil do mês subsequente. O Poder Executivo municipal não cumpriu com o dever!
Estamos contando com atuação dos demais órgãos fiscalizadores do município, em favor da efetivação imediata dos direitos dos servidores em relato, pois diga-se de passagem, salário é garantia de sobrevivência e dignidade!
Além do mais, os servidores trabalharam suado e precisam honrar seus compromissos! inclusive, suas contas não param de chegar, sem falar nos juros que serão pagos pelo atraso no pagamento de boletos e etc.
A efetivação urgente do salário em atraso e do PMAQ é direito incontestável! Que se cumpra a lei de imediato!
O SINDSPUJ seguirá tomando as medidas cabíveis para defender os servidores, até que as leis sejam cumpridas. Não abriremos mão dos direitos!
Firme na luta,
Diretoria Executiva do SINDSPUJ