Prefeitura de Jaguarari pode firmar parceria com cooperativismo para alavancar agricultura familiar

Visando impulsionar a economia local e fazer justiça ao pilar de campanha, que teve na agricultura um de seus principais focos, o prefeito de Jaguarari Antônio Nascimento (PT) e o secretário de Agricultura Valdemilson Vieira iniciaram, no dia 22 de janeiro, diálogo com a Central de Comercialização das Cooperativas da Caatinga (CECAAT), a fim de articular a inclusão do município entre os cooperados.

A Central da Caatinga, com sede em Juazeiro (BA), existe formalmente desde 2016 e reúne algumas cooperativas e grupos informais que trabalham com a comercialização e o beneficiamento de produtos de origem vegetal e animal, a partir do extrativismo sustentável, conforme a proposta de Convivência com o Semiárido. O objetivo principal da entidade é facilitar a comercialização de toda a produção das cooperativas e grupos, fortalecendo a presença da agricultura familiar nos diversos mercados, garantindo renda para as famílias envolvidas.

Durante a reunião, a CECAAT apresentou um esboço do plano para potencializar a caprinovinocultura e gerar renda aos produtores e criadores jaguararienses, visando a uma futura parceria para o melhoramento da genética animal e o fornecimento de apoio técnico para o manejo e a comercialização de produtos           .

Embora o município já trabalhe na implantação do Selo de Inspeção Municipal (SIM) para certificar os produtos a serem comercializados pelos produtores locais, uma eventual celebração de parceria entre CECAAT e o Município de Jaguarari, tendo em vista que a central é credenciada ao SIM, cooperados jaguararienses poderão ter a certificação de seus produtos pela própria cooperativa, a exemplo da carne, do leite e seus derivados.

Adilson Ribeiro, presidente da CECAAT, destacou o foco da atuação a partir da celebração de parceria: “O objetivo da nossa estada em Jaguarari é apresentar nosso projeto ao prefeito Seu Antônio e ao secretário Val, além de discutir estratégias de produção e comercialização de produtos da caprinovinocultura no Território do Piemonte Norte do Itapicuru”, disse.   

A ideia agradou ao prefeito e ao secretário de Agricultura, que enxergam na possível parceria a potencialização da atividade rural. “A assistência técnica, com capacitação e o melhoramento genético, podem colocar Jaguarari em patamar de destaque na caprinovinocultura, entre os municípios que integram o nosso território”, disse Valdemilson Vieira.

Antônio Nascimento avaliou positivamente a firmação de parceria. “A economia local será movimentada. Jaguarari ganhará visibilidade e dará oportunidade para que o homem e a mulher do campo tornem suas atividades mais competitivas, lucrativas e autossustentáveis”, finalizou o gestor.

Representantes do Município e da Central das Cooperativas devem se reunir nos próximos dias para avançar na discussão de inclusão de Jaguarari entre os cooperados da CECAAT.

Assessoria de Comunicação Social