Em plena crise mundial de saúde, hospital municipal de Jaguarari ficou toda a manhã e parte da tarde sem médico plantonista

Nesta terça-feira, 23 de junho de 2020, a população de Jaguarari passou por mais uma prova da irresponsabilidade da gestão do prefeito atual, Everton Rocha (PSDB), pois de acordo com informações confirmadas ao vivo pelo repórter Valdeli Moura, durante o Jornal da Rádio Top Fm (às 14h46), o hospital municipal estava sem médico plantonista desde o início da manhã, fato que colocou em risco a vida de diversas pessoas, e tudo isso com o silêncio das autoridades locais.

Ao vivo, direto do estúdio da Rádio Top Fm, foram realizadas ligações para o telefone do hospital, 3619-2270, mas aparentemente está quebrado ou bloqueado por falta de pagamento. O número do celular do secretário de saúde, Rodrigo Cruz, só dava na caixa postal, e o diretor administrativo, Willian Wendel (Lila do Pastel) chegou a atender a ligação fora do ar, mas apenas disse que iria procurar saber, em seguida desligou e até o momento desta publicação não retornou o contato.

O que aconteceu hoje, novamente, é mais uma evidência inconteste de que a atuação pífia do prefeito do Município de Jaguarari não passa de ações publicitárias, sem preocupação com as vidas que poderiam terem sido perdidas e confirma, mais uma vez, que a administração não tem planejamento e nem capacidade para seguir gerindo o destino de mais de 34 mil habitantes.

A pergunta que fica agora é: quando a Câmara e o Judiciário adotarão medidas legais em defesa da população e deixarão de fingir que nada prejudicial ao povo está acontecendo em Jaguarari?