PREFEITO DE JAGUARARI ANUNCIA GRANDE COMPRA DE CAIXÕES. SERIA UM PRENÚNCIO À MORTE DO POVO?

Em mais uma longa participação na rádio de sua família, o prefeito de Jaguarari, Everton Rocha, o mesmo que distribuiu a cesta “dois quilos”, encheu o peito e anunciou uma grande compra de caixões para o Município. Segundo ele, “jogamos o dinheiro fora, mas não vamos precisar”, ao se referir as urnas funerárias.

Com a atual situação em que se encontram as famílias jaguararienses, que além do desemprego, ainda contam com a ausência de suporte para enfrentarem as dificuldades ocasionadas pela COVID-19, a má distribuição de renda, fica a sensação de que o prefeito já prevê que muitos padecerão e já se antecipa ao pior, claro, com a desculpa de que as possíveis mortes ocorrerão por Coronavírus, porém se a sua administração agir com competência, inteligência e atos humanos, poderá evitar a entrada do vírus, ou no mínimo, minimizar os seus efeitos.

Não distribuiu cestas básicas condizentes aos milhões recebidos pela Prefeitura, não distribuiu peixes com a desculpa de que não poderia fazer aglomerações, mas vai comprar caixões, como quem antevê a morte. Se os peixes poderiam vir contaminados pelo Coronavírus, algo nunca citado pela medicina, até aqui, mas os caixões não correm riscos de trazerem? Irônico, cômico e trágico o comportamento de um representante que ao invés de alimentar, opta por sepultar seu povo.