NO CANADÁ: Núbia de Oliveira fica entre as melhores das Américas

A redentora Escolinha de Atletismo Flamengo fez história mais ma vez, desta feita em solo internacional. A garotinha de apenas 17 anos natural de Curral da Ponta, Município de Campo Formoso, participou do Panamericano de Cross Country na Cidade canadense de Victória, correndo a prova de 6km para meninas de até 19 anos realizada em belas montanas daquele apaixonante país..

A nona colocação de Núbia, a oitava coocação da pernambucana Mirelle Leite e a décima sétima colocação da paranaense Gabriela Tardivo colocaram a Seleção Sub-20 feminino, em quarto lugar, com 34 pontos.

Na categoria adulto masculino Johnatas de Oliveira Cruz (Guarulhos-SP), foi o campeão nos 10 km adulto. Brasil conquistou também a medalha de prata com 19 pontos. Os Estados Unidos foram os campeões, com 12 pontos. O Canadá ficou em terceiro lugar, com 23.

Johnatas completou o percurso em 32:50, numa chegada emocionante em que mediu forças com queniano naturalizado norte-americano Antony Rotich, que ficou com a prata com o mesmo tempo do brasileiro. Johnatas projetou o corpo à frente e deixou o rival para trás na linha de chegada. O paulista Daniel Ferreira do Nascimento (ABDA-SP) ficou no oitavo lugar, com 33:43, enquanto o mineiro Gilberto Silvestre Lopes (Pé de Vento-RJ) terminou em 10º, com 34:05.

O Professor Antonio Ferreira, o Ferreirinha, foi um dos três técnicos convocados para comandarem essa missão vitoriosa do Time Brasil.

Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente do Conselho de Administração da CBAt, agradeceu a Caixa por acreditar no desenvolvimento do Brasil também pelo atletismo. Segundo ele foi muito bom o Brasil mandar uma delegação para o campeonato do Canadá e afirmou ser positivo termos nesse início de ano olímpico mais um ouro e uma prata numa competição internacional da Seleção Brasileira de Atletismo em 2020.

Ele aproveitou a oportunidade para cumprimentar toda a delegação brasileira, parabenizando atletas, destacando o empenho dos treinadores e agradecendo a todos os presidentes de federações. Finalizou dizendo: "É uma vitória da comunidade do atletismo".

A Seleção Brasileira de Cross Country viajou com recursos do Programa Caixa de Apoio às Seleções Brasileiras de Atletismo.

A Caixa é a Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro e a Mineração Caraíba apoia a EAF,


ESCOLINHA DE ATLLETISMO FLAMENGO:
"Corremos Por Uma Vida Melhor"