Faroeste: Ameaças dirigidas por investigados a delatores e testemunhas pode deflagrar leva de prisões preventivas

Em Brasília, o comentário é de que já está no prelo uma leva de pedidos de prisão preventiva no âmbito da Faroeste, operação que investiga esquema de grilagem em terras do Oeste baiano por meio de venda de sentenças judiciais. A medida foi proposta para conter as ameaças que estariam sendo dirigidas pela quadrilha contra possíveis delatores e testemunhas.

Política Livre