"STF deve julgar em dezembro ação que pode tornar Lula elegível"

Depois de derrubar a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, o STF deve julgar em dezembro a possibilidade de suspeição do ex-juiz Sergio Moro no caso Tríplex, que levou à prisão do ex-presidente Lula. 

Desde janeiro no comando do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, Moro é acusado por Lula de agir com parcialidade ao condená-lo no caso do triplex do Guarujá (SP) e depois entrar para a equipe do presidente Bolsonaro. 

O veredito, que cabe à Segunda Turma do STF, ganha ainda mais relevância porque, se a sentença for anulada, o petista ficará apto a disputar eleições. Lula deixou a prisão na última sexta-feira (8), mas está inelegível, enquadrado pela Lei da Ficha Limpa.