Veículo escolar com capacidade para 5 anda com 10 no interior de Jaguarari, denuncia mãe preocupada com a segurança dos estudantes

Uma situação de risco iminente de acidente com crianças da comunidade de Lajedo da Macambira foi denunciada ao Jornal da TOP FM na tarde desta terça-feira, 30 de julho. De acordo com a informação de uma mãe preocupada com a vida de seus filhos, um carro de passeio com capacidade máxima de 5 pessoas, incluindo o motorista, estaria levando 10 (dez) pessoas: 7 (sete) estudantes, 2 (duas) professoras e o motorista para a escola de Macambira.
De acordo com o apresentador do Jornal da TOP, Carlos Roberto, foi feito contato com Ronaldo Barbosa, chefe dos transportes escolares, que segundo o comunicador, disse não ter conhecimento da situação e que iria enviar um fiscal para acompanhar a denúncia. Quanto ao contato com a secretária Edinea Ferreira, o apresentador disse que ligou no celular dela, mas quem atendeu foi seu motorista que informou que a secretária estaria numa agência bancária resolvendo “problemas”.
Na tarde desta quarta-feira, 30, recebemos a informação que a situação permanecia na mesma, ou seja, sem nenhuma solução.
Lembramos que a atual administração rescindiu o contrato com a empresa SAFIRA que havia vencido o processo licitatório em 2018 e contratou uma outra empresa por um valor quase 50% mais caro que a antiga empresa.