R$ 186.240,00 é o que a prefeitura de Jaguarari pretende gastar com locação de impressoras e copiadoras

A prefeitura de Jaguarari realizou na última quinta-feira, 25 de julho, a licitação de número 055/2019 com o objetivo de locar (alugar) impressoras e copiadoras para atender aos serviços que demandam o uso destes equipamentos. De acordo com a ATA publicada na terça-feira, 30 de julho, a empresa vencedora é da cidade de Juazeiro e, caso a prefeitura pretende alugar 34 equipamentos, ao todo, a um custo global de R$ 186.240,00 (cento e oitenta e seis reais e duzentos e quarenta reais).
Nossa redação fez uma pesquisa rápida na internet e descobrimos que todas as 34 impressoras, caso a prefeitura fizesse a compra ao invés de alugar, pois comprando ficaria como patrimônio público, evitando assim desperdiçar o dinheiro público com aluguel, sairiam todas por menos de 50 mil reais. Mais uma vez assistimos estáticos ao desrespeito ao princípio da economicidade praticado pela administração do prefeito Everton Carvalho Rocha.
A prefeitura pretende alugar 20 destas, que custará R$ 81.600,00 em um ano. Caso comprasse, o valor seria de R$ 16.580,00, sem o frete; uma economia de R$ 65.020,00

A prefeitura pretende alugar 10 destas, que custará R$ 74.880,00 em um ano. Caso comprasse, o valor seria de R$ 13.764,00, sem o frete; uma economia de R$ 61.116,00
A prefeitura pretende alugar 04 destas, que custará R$ 29.760,00 em um ano. Caso comprasse, o valor seria de R$ 17.120,96, já com o frete; uma economia de R$ 12.639,04

Ao todo a prefeitura deixaria de gastar R$ 125.775,04 (cento e vinte e cinco mil, setecentos e setenta e cinco reais e quatro centavos).

Perguntamos: qual a função da administração pública municipal?
Quantos medicamentos e/ou exames poderiam ser realizados com esta economia?
E os demais processos licitatórios, quais os valores estão sendo desperdiçados?
Os vereadores estão acompanhando e pesquisando estas distorções com o dinheiro do povo sofrido deste município?