No Centro crateras, nos bairros matagal, buracos e o sinal do abandono à cidade. É assim que Jaguarari vive neste período sombrio onde o poder público segue incapaz de “transformar” as promessas de campanhas em ações de melhorias

Na atual velocidade em que a administração pública de Jaguarari segue, não demorará e o Hino Municipal sofrerá uma alteração necessária, onde atualmente diz: “circundado de serras verdejantes” passará para: circundado de buracos e destruição, pois em 26 meses à frente das contas abarrotadas de dinheiro, movimentando ao todo, a chapa vencedora está prestes a somar R$ 200 milhões de reais, dos quais, não se tem conhecimento de quantos centavos foram empregados no município em obras ou melhorias pontuais que de fato tenham sido notadas pela população jaguarariense.
Basta andar pelas ruas da cidade e/ou dos distritos para notar o quanto abandonado está o município. Se tratando especificamente da sede, as crateras começam a se formarem sem nenhuma ação imediata ser adotada. Partindo para os bairros afastados do centro, a situação se complica ainda mais: são ruas totalmente esburacadas, “bocas de lobos” quebradas e sinalizadas com estacas, calçamento solto, lixo acumulado e o matagal invadindo ruas e calçadas e, tudo isso acontecendo sem que, o gestor municipal demonstre a capacidade para sanar estes problemas.