Jaguarari: Acusado de participar da morte do ex-vereador Ariomar Rocha será levado a juri popular

O Tribunal do Júri de Jaguarari estará reunido no próximo dia 30 de Maio para julgar Antônio Moura Sande, acusado de ter participado da morte do vereador Ariomar de Oliveira Rocha, assassinado com cinco tiros.

O crime aconteceu no dia 22 de julho de 1998, por volta das 22h, na estrada da Adutora, distrito de Pilar, interior de Jaguarari.

Segundo o Ministério Público, o crime teria sido praticado por José Custódio dos Santos, Demontier de Souza Monteiro, e outros ainda não devidamente qualificados.

Conforme Ministério Público, o Antônio Moura Sande teria participado, inclusive, com a utilização do seu próprio veículo, um Fiat Uno, de cor branca, que foi encontrado queimado no município de Juazeiro.

Consta ainda nos autos, que o crime teria sido encomendado pelo ex-prefeito, Edson Luiz de Almeida, mediante o pagamento da quantia de R$ 30.000 (trinta mil reais), por conta de desavença política.

Uma vez que Ariomar Rocha, era vereador, e andava investigando a contratação de funcionário fantasma e demais irregularidades das contas da prefeitura, cujo prefeito era Edson Luiz de Almeida.

Além dos outros acusados, a justiça de Jaguarari no ano passado, havia deferido sentença de pronúncia contra o ex-prefeito, Edson Almeida (que seria levado ao banco dos réus), o ex-prefeito recorreu junto ao Tribunal de Justiça, aonde obteve decisão favorável, e foi reconhecida pelo TJ-BA, a prescrição da pretensão punitiva.

Com essa decisão do Tribunal de Justiça, apenas Antônio Moura Sande, será levado a júri popular, no dia 30 de maio, às 08h30min, no fórum do município de Jaguarari.

Fonte: IvanSilvaNoticia.com.br