Com a ausência do ex-presidente, a sessão foi presidida e o novo presidente foi empossado pelo vereador mais velho da casa, ver. Jeronimo de Oséas (vice-presidente)

O novo presidente da Câmara de vereadores de Uauá, Claudenilson Ribeiro de Andrade o popular Nilson Andrade (PP) tomou posse na manhã desta terça-feira (1). O parlamentar deve permanecer no comando do Legislativo uauaense até o fim de 2020. Ele substitui o vereador Rodrigo Gonçalves, que ocupava o cargo desde 2017. Junto com Nilson Andrade, também foi empossada a nova mesa diretora da Câmara. Jeronimo Oséas de Loiola (Jeronimo de Oséas / PP - vice-presidente), José Antônio Dias Nogueira (Zé Antônio / MDB - 1º Secretário) e José Carlos Gonçalves Barbosa (Carlinhos de Moisés / PCdoB - 2º Secretário). A sessão solene foi aberta pelo presidente eleito no último dia 30 de dezembro de 2018, Nilson Andrade, e teve início às 10hs00.

Compareceram, além dos vereadores que compõe a mesa diretora, os vereadores Gugu e Alef Alves, ausentes, estiveram os 04 vereadores derrotados na chapa opositora que, passado o processo eleitoral, deveriam ao menos ter um pouco de sensibilidade, decoro parlamentar e obediência aos Regimento Interno da Casa, para com os pares. Mesmo sendo convidado e / ou mesmo não havendo necessidade de serem os mesmos convidados, não compareceram. Ausentes os vereadores Lula Lima / MDB, Rodrigo de Zé Mário / PTB, João de David / PP, Genilson de Zé Gordo / PP e Rosevaldo Loiola PDT.

Nilson vem como uma força política atuante na região, um edil que tem lutado anos para a conquista de seus ideais, e, no último pleito obteve êxito ao se eleger vereador, ainda no grupo opositor ao governo atual de Lindomar Dantas. Durante os últimos dois anos, o parlamentar tem se destacado entre os demais colegas e, desde que na última disputa em que visava uma participação em uma bancada em que postulava a favor do governo municipal, de última hora, ao formar as chapas na disputa da presidência da Casa, em 2017, foram derrotados, nesta, conseguiu unir forças e sair como candidato à presidência, apoiado pelo governo Lindomar Dantas, obtendo a vitória por 6 votos a 5.

Uma esperança de harmonia entre os poderes legislativo e executivo surge com a certeza que a maioria dos projetos encaminhados pela gestão municipal sejam apreciados e votados sem muita demora para suas definições e a  expectativa de que a Casa de Leis venha a dar mais publicidade aos trabalhos de seus pares e que num futuro vindouro quiçá o edil possa mostrar aos que duvidam de sua capacidade e / ou fidelidade que ele possa ser leal aos seus princípios e exercício da plena democracia.

Fonte: uaua.com.br