O Presidente da Câmara de Vereadores de Jaguarari, Sr. MÁRCIO JOSÉ GOMES DE ARAÚJO (PSDB), foi denunciado na última quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019, ao MINISTÉRIO PÚBLICO (MP) de Jaguarari, por suposto cometimento de crime de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e CRIME DE RESPONSABILIDADE (DL 201/67).

De acordo com o teor da denúncia, o presidente Márcio Gomes vem gastando vultuosas quantias que são destinadas à manutenção do legislativo municipal com contratações de empresas de contabilidade, através de fracionamento de objetos, de maneira escancaradamente fraudulenta, chegando a pagar, apenas no ano de 2017, a quantia de R$ 261.600,00 (duzentos e sessenta e um mil e seiscentos reais) a 03 (três) empresas de contabilidade, o que equivale ao valor de R$ 21.800,00 (cinte e um mil e oitocentos reais) mensais.

A denúncia aponta, ainda, a maneira “criativa” que o presidente Márcio Gomes e sua equipe encontrou para tentar “disfarçar” os constantes gastos de dinheiro público, desordenadamente, fracionando à várias empresas do mesmo ramo, serviços semelhantes, os quais poderiam ser executados pelo Diretor de Contabilidade e Controlador Interno da Câmara.

Todavia, o TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, aprovou com ressalvas a prestação de conta referentes ao exercício financeiro de 2017, MAS sinalizou falhas serviços entregues às consultorias contábeis contratadas de forma direta, o que, segundo o entendimento dos denunciantes [grifo nosso], os pagamentos não condizem com a necessidade e serviços prestados, gerando, assim, uso inadequado do erário público.

Já no ano de 2018, as mesmas práticas constatadas no ano anterior (2017) permaneceram e, o princípio da economicidade também permaneceu distante das mãos do chefe do legislativo, conforme preceitua a denúncia, pois as contratações, até o mês de novembro passado, chegou a 08 (oito) empresas de contabilidade somando um total de R$ 315.933,28 (trezentos e quinze mil, novecentos e trinta e três reais e vinte e oito centavos).

Assinaram a denúncia protocolada no MP, os vereadores: Adenir Bonfim da Silva (PSD), Josimar Zuza de Araújo (PP), Marcos Paulo de Almeida (PV), William Rogers de Souza Santos (PSDB), José Gonçalves Filho (SD), Paulo Roberto Rodrigues Morgado (PV) e Valdemilson dos Santos Vieira (PT).


A Polícia Militar da Paraíba recuperou, na noite desta sexta-feira (15/02), em Cajazeiras-PB, um veiculo que foi roubado no dia 28 de Janeiro de 2019, na zona rural de Jaguarari-BA.

Policiais Militares lotados no 6º BPM, em Cajazeiras-PB foram comunicados via COPOM que um veiculo Chevrolet S10, de cor branca, placas PFS-4752/BA, teria sido tomado de assalto e seguia pela BR 116, sentido Cajazeiras, que o veículo estava sendo monitorado via GPS, quando a guarnição realizou o acompanhamento, pela zona rural, na localidade do Sitio Pau D'arco, momento em que o condutor pegou um desvio para a sede do município, aonde foi abordado o veiculo S10, sendo verificado que o veiculo estaria com a placa FMR-9743, que pertencia a um carro Toyota Corola, cor preta, placa esta diferente do veiculo abordado, os militares verificaram o chassi da caminhonete, constatando que o mesmo possuía restrição de roubo e furto.

Procedendo com a abordagem ao condutor do veiculo identificado como Renato Peres Vieira, não portava nenhum documento de identificação do veiculo, ao ser indagado pelos PMs sobre o veículo, o acusado informou que localizou o veiculo em um aplicativo de vendas na internet, e o adquiriu no município de Petrolina-PE, tendo adiantado o valor de R$ 10.000,00 (Dez mil reais) ao vendedor que não lhe entregou nenhum documento, no interior do veiculo ainda se encontrava a esposa do suspeito de iniciais V.T.G.P.

Diante do exposto o acusado juntamente com o veículo roubado foram conduzidos e apresentados na 20ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Cajazeiras-PB.

Portal Jaguarari

O vereador William Rogers (PSDB) renunciou nesta quinta-feira, 14, ao cargo de 1º secretário da mesa diretora da Câmara de Jaguarari, a qual é presidida pelo então presidente Márcio Gomes (PSDB). Nos bastidores comenta-se que a decisão de WR tenha sido motivada pelas últimas decisões de MG que em quatro delas desistiu de um Agravo de Instrumento e extinguiu os três processos de cassação promovidos pela Casa contra o atual prefeito, Everton Rocha (PSDB), sendo estas decisivas para a recondução do chefe do executivo ao cargo de prefeito em meio a uma série de investigações e processos por suspeitas de corrupção, dentre outras.

Na próxima quinta-feira, 21, será realizada uma nova eleição para decidir quem deverá assumir a cadeira de 1º secretário.

Prefeitura de Jaguarari, administrada pelo prefeito Everton Rocha, está realizando sua Jornada Pedagógica 2019, por meio da Secretaria de Educação – SEMEC, nos dias 14, 15 e 18 de fevereiro, com o tema: Educação que trilha saberes, transforma presente e futuro. O encontro tem como público-alvo professores, diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos e assistentes.

O atual gestor foi alvo de duras críticas de parte dos vereadores presentes na Sessão desta quinta-feira, 17, por conta do alto valor licitado para a realização do evento para os profissionais da educação: R$ 213.500,00 (duzentos e treze mil e quinhentos reais).

Enquanto licita valor tão alto para a jornada pedagógica, as escolas da rede municipal continuam sem reforma e muitas crianças não ganharam de seus pais o material escolar e o fardamento, apontou Valdemilson em sua fala na Tribuna da Câmara.

De acordo com a nota da assessoria de comunicação da prefeitura de Jaguarari, os dois primeiros dias da Jornada está acontecendo nas unidades escolares do município das 8h às 12h e das 14h às 17h e o encerramento acontecerá na sede da Secretaria de educação na próxima segunda-feira (18), iniciando as 8h, com a presença de toda equipe de profissionais da educação municipal.

As aulas na rede estão previstas para iniciarem na terça-feira, 19.

Foto e informações ASCOM-PMJ

“Prezados (as), amigos e amigas; chegamos a mais um ano envoltos de esperança em conseguirmos do Poder Público Municipal o reconhecimento do Museu do Vaqueiro, localizado no Distrito de Santa Rosa de Lima, como primeira Instituição Museológica do município de Jaguarari, assim como também do Território Piemonte Norte do Itapicuru; para fins de pesquisa, memória e conhecimento.

O Museu do Vaqueiro partiu de uma ideia pioneira de um jovem da comunidade, que a partir dos 07 anos de idade passou a colecionar peças e utensílios antigos e de forma gradativa resultou num acervo de grande importância para a difusa da cultura, história e memória do povo de Jaguarari e até de Municípios circunvizinhos. Hoje Museu é de responsabilidade da Associação dos Vaqueiros de Santa Rosa Lima. Através de muita luta a Entidade, conquistou a doação do prédio inativo por Lei, criada na Câmara Municipal de Jaguarari e sancionada pelo prefeito em 2014.

O prédio que no passado serviu de açougue, foi construído na década de 1980, e hoje passa por problemas críticos em toda sua estrutura. A parte elétrica está totalmente danificada; o piso corroído; infiltrações; pintura desgastada; banheiros inacabados e o problema mais agravante: as colunas internas que sustentam as tesouras do teto de 15 metros de largura, não possuem ferragem, o que devido a salina podem não resistir o peso e vir a ceder.

Por esses motivos o Museu até hoje nunca foi inaugurado, e encontra-se num estado de abandono por parte das autoridades. A Associação é filantrópica e não possui recurso para a devida reforma. Com isto; recorremos ao Poder Público juntamente a Secretária de Cultura, para que tomem as devidas providências.

Além do problema estrutural o Museu necessita de armários, arquivo, computador, impressora, expositores de vidro para peças de pequeno porte, documentos e fotografias. O Museu dispõe de um vasto acervo de cunho paleontológico, paleoindigena, sacro, mobiliário, bélico, iconográfico. Enfim, não tem sido tarefa fácil sustentar uma ideia precursora, mas, é de notório saber que não podemos esquecer das nossas origens, valores, saberes e de todos aqueles que de forma direta ou indireta contribuíram na construção da história de Santa Rosa de Lima, Nossa Jaguarari e de toda região.”

Na tarde desta quarta-feira, 13/02, foi realizado no Grande Hotel, em Juazeiro-BA, um encontro promovido pela Mineração Caraíba S/A que esclareceu dúvidas a respeito da nossa barragem de rejeito, localizada na unidade de Pilar, em Jaguarari-Ba.

Estiveram presentes vereadores e representantes das Prefeituras Municipais de Jaguarari, Juazeiro e Curaçá, INEMA, UNEB, UNIVASF, SAAE, COPASA, Secretarias e membros das comunidades de Curaçá, Juazeiro e Jaguarari.

Na oportunidade, a Mineração Caraíba apresentou como funciona uma barragem de rejeito e detalhou tudo sobre a nossa barragem seja considerada pelo DNPM como de Baixo Risco e Baixo Impacto.

A Mineração Caraíba agradece a todos pela presença. Entendemos que encontros como esse são essenciais, pois afastam as pessoas do medo e do senso comum, após a comoção que se criou com o episódio de Brumadinho.

O eventos acontecerá em outras localidades que divulgaremos em breve.

Jaguarari Acontece

O vereador Valdemilson dos Santos Vieira (PT), na Tribuna da Câmara de Vereadores na tarde desta quinta-feira, 17, criticou a administração do prefeito Everton Carvalho Rocha (PSDB) pelo gasto excessivo no valor de R$ 213.500,00 (duzentos e treze mil e quinhentos reais) para a realização da semana pedagógica, segundo o edil, em 2018 o valor foi de aproximadamente R$ 10.000,00 (dez mil) reais e em comparação a outros municípios, o valor atual é muito superior.
Confira o discurso no discurso as críticas tecidas por Val ao atual governo:



A banda de fanfarra da cidade de Jaguarari, que em anos anteriores era sucesso e uma forma de manter jovens longe do submundo, está parada há meses. De acordo com um grupo destes que entrou em contato com a nossa redação, em 2018 a antiga BAMAJ foi reativada pela administração do então prefeito Fabrício D’Agostino e rebatizada com o nome FAMUJA, mas que atualmente não sabem ao certo o seu destino.

Em contato com a secretária de educação, cultura, esporte, turismo e lazer, Sra. Edineia Ferreira, fomos informados que já há um planejamento para que os trabalhos da fanfarra sejam retomados no próximo mês (março).

A imagem pode conter: textoA Copa Rural de Futebol de Jaguarari, promovida pela Prefeitura Municipal e organizada pelo Departamento de Esportes será reiniciada neste domingo, 17, após três meses paralisada. A competição iniciou em setembro de 2018, na administração do ex-prefeito Fabrício D’Agostino (atualmente vice-prefeito) e será retomada pela administração do atual prefeito, Everton Rocha.

O certame é disputado por 32 equipes do interior do município. A disputa foi paralisada na metade da primeira fase (classificatória). A depender dos resultados deste final de semana algumas equipes poderão dá adeus às chances de classificação para a segunda fase (oitavas de final).

Na última segunda-feira, 11, o vereador Neném do Catuni, em viagem à Salvador, esteve reunido com o Deputado Federal Otto Alencar Filho (PSD) onde solicitou apoio para que seja agilizada a obra pavimentação asfáltica da estrada que liga o povoado de Catuni da Estrada à BR 407, altura do posto Catuni e também, para que o parlamentar busque unir forças em prol da urgente recuperação do asfalto da BA 314, trecho Barrinha x Pilar x Mineração Caraíba. Na oportunidade, Neném ainda protocolou documento (ofício) junto ao gabinete do senador Otto Alencar (PSD) com o objetivo de que a população que transita na BA 314 tenha os riscos minimizados com a obra tão esperada por todos.

Assessoria de comunicação – Vereador Adenir Bonfim

O vereador Neném do Catuni (PSD) esteve na última segunda-feira, 11, reunido com Dr. Gilson Morais, Diretor de Energia da Superintendência de Energias e Comunicação da Bahia, em Salvador, a fim de resolver algumas demandas do município, tendo em vista vários pedidos de extensões de redes de energia elétrica, onde na oportunidade o parlamentar reiterou pedidos ratificando a urgência na execução das obras.


Esta é mais uma ação que demonstra a preocupação do vereador Neném, que vem buscando de forma incansável contribuir com o bem-estar, anseios e necessidades da população de Jaguarari.


Assessoria de comunicação – Vereador Adenir Bonfim

Nas primeiras horas desta terça-feira (12), a Polícia Federal (PF) deflagrou a ‘Operação Acesso Negado – Game Over’ Salvador, Feira de Santana, Juazeiro (BA), Petrolina (PE) e em Aracaju. O objetivo de desarticular organização criminosa responsável por desvio de recursos públicos.


De acordo com a Comunicação Social da Polícia Federal em Sergipe, a operação está na segunda fase e foi desencadeada em novembro de 2015. Ela é resultado de mais de três anos de trabalho investigativo que encontrou irregularidades na contratação do Instituto Sócio Educacional Solidariedade (ISES), uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), no município de Canindé de São Francisco (SE).

A PF informou que após vencer um concurso de projetos viciados, o ISES realizou contratos superfaturados com pessoas físicas e jurídicas, integrantes do próprio grupo econômico, que “não prestavam os serviços a que estavam obrigados, de forma que a organização criminosa apenas recolhia para si os vultosos valores pagos pelo ente municipal”.

Participam da ação 80 policiais federais, que cumprem 18 mandados de busca e apreensão expedidos pela 6ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Itabaiana (SE), incluindo os Estados de Sergipe, Bahia e Pernambuco, além de medidas cautelares de proibição de contratar com o poder público por parte da OSCIP e de bloqueio de cerca de R$ 1.300 milhões do patrimônio dos investigados.

Operação Delear
A Operação DEALER, deflagrada pela PF também nesta terça-feira (12), tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que negociava drogas por meio de uma rede social. São cumpridos 10 mandados de prisão temporária e 10 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Sergipe e Minas Gerais. Todos os mandados foram expedidos, a pedido da PF, pela 4ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

G1

No final da tarde deste sábado (09/02), um jovem identificado como sendo Douglas Santos, 29 anos, cometeu suicídio, se utilizando de uma corda e enforcando-se em um pé de umbuzeiro no distrito de Gameleira, zona rural de Jaguarari.

Segundo informações o fato ocorreu próximo a estrada vicinal que liga ao povoado de Jacunã, populares encontraram a vítima e acionaram a PM que isolou o local até a chegada dos peritos do Departamento de Polícia Técnica que procederam com os trabalhos de praxe em seguida removendo o corpo para o IML de Senhor do Bonfim.

Douglas deixa esposa e dois filhos, não há informações sobre o sepultamento.

Portal Jaguarari

A imagem pode conter: 1 pessoa, barbaEu, Adenir Bonfim, mas conhecido como vereador Neném do Catuni, venho por meio desta agradecer aos colegas vereadores José Gonçalves, Marcos Paulo, William Rogers, Paulinho Morgado, Josimar Zuza e Valdemilson Vieira, aos representantes da empresa Mineração Caraíba, nas pessoas de Amilton Gomes e Edson e ao nosso ilustre secretário executivo do Consórcio do Piemonte Norte do Itapicuru, Antônio Cerqueira, que nos recebeu em reunião na manhã desta quinta-feira, 7, na sede da Câmara de Vereadores da cidade de Senhor do Bonfim, onde fomos em busca de solução para a recuperação do asfalto da estrada que liga a BR 407 ao distrito de Pilar e a sede da Mina Caraíba, haja vista as péssimas condições em que se encontra aquela rodovia e que vem colocando em risco a vida e a segurança de todos que nela trafegam diariamente.

Aproveito, também, para parabenizar o empenho de Antônio Cerqueira em levar à SEINFRA – Secretaria Estadual de Infraestrutura e ao governador Rui Costa, as demandas dos municípios que compõem o Consórcio, assim como parabenizo a preocupação que a Mineração tem demonstrado no sentido de cobrar e cooperar com as devidas melhorias as quais a rodovia carece, disponibilizando meios e recursos numa possível parceria com os órgãos públicos.

Aos meus colegas, bravos vereadores, que mesmo neste momento crítico em que nosso município se encontra, não se deram por vencidos e não abandonaram a população e continuam firmes em um único propósito: defender os direitos de cada um dos moradores de nossa Jaguarari.

Assessoria de Comunicação - Vereador Adenir Bonfim

Na tarde da última quinta-feira (07), a Câmara Municipal de Vereadores de Jaguarari deu início as atividades do Primeiro Período Legislativo do ano de 2019. Na oportunidade os vereadores presentes usaram a Tribuna para falar de seus anseios para o período que se inicia. Que se possa vislumbrar ações que venham enaltecer o progresso e o desenvolvimento do município, buscando melhorias em todas as esferas para a consolidação de ações que venham trazer progresso para os munícipes.
          Estiveram presentes na solenidade de abertura do Primeiro Período Legislativo, os vereadores Adenir Bonfim, Franco Melo, Dourival Borges, José Narciso, Marcos Paulo, Paulo Morgado, Valdemilson dos Santos e Willian Rogers. A Sessão Solene foi presidida pelo vereador Márcio Gomes. O prefeito da cidade, Everton Rocha foi representado pela secretaria de Gabinete Edinelza Ferreira, que falou da importância dos vereadores para que se possa ter um pleno desenvolvimento do município.  Para os outros vereadores que discursaram, o momento e de união para que todos venham lutar por dias melhores à toda comunidade jaguarariense.
Assessoria de Comunicação

O município de Jaguarari recebeu nestes primeiros 8 (oito) dias do mês de fevereiro do ano em curso, a quantia de R$ 3.326.332,82 (três milhões, trezentos e vinte e seis mil, trezentos e trinta e dois reais e oitenta e dois centavos). No acumulado deste início de ano, o prefeito Everton Rocha teve a disposição de sua administração o valor de R$ 8.517.871,87 (oito milhões, quinhentos e dezessete mil, oitocentos e setenta e um reais e oitenta e sete centavos), o que representa a quantia média de quase 219 mil reais por dia nos cofres públicos.

E aí cidadão jaguarariense, com todo este dinheiro você tem percebido o retorno em serviços como saúde, educação, investimentos em obras, geração de emprego e renda?

Inicialmente marcada para serem julgadas em 19 de dezembro de 2018, as contas do exército financeiro de 2017 do atual prefeito de Jaguarari, Everton Carvalho Rocha (PSDB) foram pedido vistas e seu julgamento foi adiado.
Passados quase dois meses, as referidas contas entraram na pauta do Tribunal de Contas dos Municípios desta quinta-feira, 7 de fevereiro e mais uma vez foram retiradas de pauta por pedido de vistas e a população volta a ficar sem saber se as contas serão aprovadas ou não pelo TCM.
O pedido de vistas é comum de acontecer em qualquer processo, mas em se tratando da crítica situação política que passa o município de Jaguarari, estas alterações no julgamento "fertilizam" as mentes dos moradores de Jaguarari, já que a expectativa pela definição se o gestor é culpado ou inocente sobre as inúmeras investigações feitas pelo MP angustiam aqueles que o defende e os que são adversários. 

A comitiva formada pelos vereadores Adenir Bonfim, José Gonçalves, Josimar Zuza, Marcos Paulo, Paulo Morgado, Valdemilson Vieira e William Rogers, Amilton Gomes e Edson representando a Mineração Caraíba e Antônio Cerqueira Secretário Executivo do Consórcio do Piemonte Norte do Itapicuru se reuniram nesta quinta-feira, 7, na sala de reuniões da Câmara de Senhor do Bonfim para tratarem de medidas urgentes para a reforma da rodovia BA 314 que liga a BR 407 à Mineração Caraíba, passando pelo distrito Pilar.

De acordo com o que foi apresentado por Antônio Cerqueira e também pelos representantes da MCSA, já há um projeto detalhado, fruto de um minucioso estudo onde estão elencados todas as etapas e serviços que devem ser executados para a recuperação da malha asfáltica da referida BA e que poderá ser estendida, também, até Pinhões ligando a 314 a BR 235.

Os edis solicitaram do representante do Consórcio que agende o mais breve possível, uma audiência com o Governador Rui Costa (PT) e o secretário estadual de infraestrutura, aonde estarão junto com a Mineração Caraíba cobrando do chefe do executivo estadual, o imediato conserto da estrada.

Ainda na reunião, os representantes do legislativo de Jaguarari protocolaram ofícios solicitando do Consórcio o cascalhamento da estrada que liga Jaguarari a Jacunã, Gameleira, Santa Rosa de Lima e Pilar e também o recapeamento do asfáltico da entrada até a avenida principal do distrito de Juacema.

O prefeito de Jaguarari, Everton Carvalho Rocha (PSDB) foi denunciado ao Ministério Público (MP) no último dia 4 de janeiro de 2019, sob Nº 003.9.255/2019. A denúncia envolve a acusação de CRIMES CONTRA AS FINANÇAS PÚBLICAS, MÁ GESTÃO E CRIMES DA LEI DE LICITAÇÕES e caso o MP, de posse das provas apresentadas, entenda que há fundamento poderá pugnar à Justiça que afaste o denunciado do cargo de prefeito. Rocha já teve um afastamento por 180 dias, iniciado em abril de 2018 e até o momento carece da aplicação da sentença, pela condenação ou absolvição.

MARI themes

Tecnologia do Blogger.