Superior Tribunal de Justiça – STJ nega recurso do vice-prefeito de Jaguarari, Fabrício D’Agostino

O vice-prefeito de Jaguarari, Fabrício D’Agostino (DEM), que administrou o município no período de 03 de abril a 31 de outubro de 2018, foi deposto do cargo por força de liminares do Tribunal de Justiça da Bahia – TJBA na última quinta-feira, 01/11/2018, quando reassumiu a cadeira de prefeito, o Sr. Everton Carvalho Rocha (PSDB). Fabrício então entrou com um recurso (pedido de suspensão de liminar) no Superior Tribunal de Justiça – STJ, contra as decisões do TJBA, na segunda-feira (5/11), mas o Ministro João Otávio de Noronha julgou prejudicado o pedido de suspensão, ou seja, negou recurso impetrado. Caso D’Agostino alimente ainda a esperança de retornar ao cargo de prefeito, deverá recorrer ao Supremo Tribunal Federal – STF ou aguardar alguma mudança de decisão do TJBA. Enquanto isso Fabrício D’Agostino continua sua vida ao lado de sua esposa na capital baiana e a receber (R$ 8.250), mensalmente, como vice-prefeito de Jaguarari.