Demissões de professores contratados é alvo de críticas do vereador Neném do Catuni

Desde que assumiu a pasta da secretaria de educação, cultura, esporte, turismo e lazer, na administração do prefeito Everton Rocha, Edinea Ferreira da Silva tem sido alvo de críticas de pais e do vereador Neném do Catuni, por demissões de professores contratados e funcionários comissionados lotados nas escolas municipais. De acordo com as reclamações direcionadas à secretária, o incômodo e preocupação se deu pelos prejuízos que a ruptura do trabalho destes profissionais, em especial da alfabetização, venha a acarretar no aprendizado das crianças. O retorno do atual prefeito veio com uma enxurrada de dispensa de servidores e como consequência as escolas municipais de todos os cantos do município entraram em colapso, onde o funcionamento está restrito aos professores efetivos e alguns contratados.  
O vereador Neném do Catuni, conversou com a redação do Jaguarari Online sobre a situação em que se encontra o funcionamento das escolas na região de Catuni. O edil disse está revoltado com a perseguição da atual secretária de educação, o que “demonstra que ela não está preocupada com a educação e sim em dá oportunidade àqueles que levantaram a bandeira do atual prefeito”, afirmou Neném. Ainda segundo o edil, os funcionários de direção escolar, bem como professores e demais funcionários contratados foram demitidos “só porque não levantaram a bandeira do prefeito Everton Rocha” e concluiu: “Esta gestão fracassou na primeira tentativa e voltou cometendo os mesmos erros, não aprendeu? É assim, com perseguição política que irá acertar?”
Tentamos obter o posicionamento da secretária Edinea, inclusive ela atendeu a nossa ligação e se comprometeu a retornar a ligação às 16h30, mas até o fechamento desta matéria não cumpriu com a palavra.
O espaço fica à disposição da SEMEC para eventuais ponderações sobre as mudanças praticadas.