Cachorro reage contra assaltante armado e evita que donos sejam roubados em Curitiba: 'É um herói'

Um cachorro foi baleado ao reagir a uma tentativa de assalto contra seus tutores em Curitiba. O caso foi registrado na Rua Francisco Ader, bairro Novo Mundo, na sexta-feira (2).

Segundo os moradores, os tutores do cachorro, chamado de "Catatau", estavam reunidos em frente à casa onde moram, quando foram abordados por um suspeito armado, que tentava roubar um carro que estava estacionado.
"Eu digo que o meu cachorro, hoje, é um herói", disse Fábio Fernandes, tutor do cão.
Câmeras de segurança registraram a ação do suspeito.

As imagens mostram o momento em que o assaltante aponta um revólver para os moradores e pede a chave do carro. Ao perceber a situação, o cachorro avança em direção ao suspeito, que se assusta e dá um tiro contra o animal.

Em seguida, o assaltante aponta novamente a arma para o grupo de moradores e sai correndo.

Segundo relato das vítimas, o suspeito havia acabado de tentar cometer um outro assalto no mesmo bairro, que também foi frustrado.
Câmeras de segurança registraram a ação do suspeito.

As imagens mostram o momento em que o assaltante aponta um revólver para os moradores e pede a chave do carro. Ao perceber a situação, o cachorro avança em direção ao suspeito, que se assusta e dá um tiro contra o animal.

Em seguida, o assaltante aponta novamente a arma para o grupo de moradores e sai correndo.

Segundo relato das vítimas, o suspeito havia acabado de tentar cometer um outro assalto no mesmo bairro, que também foi frustrado.
A Polícia Militar foi acionada e informou que o suspeito fugiu com outras duas pessoas em um carro. Houve perseguição, e os suspeitos foram abordados.

Dois adolescentes de 17 anos foram apreendidos e um adulto, que dirigia o carro na fuga, foi ouvido e liberado, segundo a polícia.
Os tutores do cachorro disseram que se assustaram com a situação, já que Catatau é um animal dócil. "O medo foi muito grande, e o desespero maior foi olhar ele [o assaltante] atirando no cachorro. A gente não tinha reação, se corria, se ficava", conta Aparecida Fernandes, tutora do cachorro.

O animal baleado foi levado para uma clínica veterinária, onde passou por cirurgia e se recupera bem, segundo os veterinários.

Fonte: G1