Familiares dos jovens Juan Cleibi e Thuane Gleyce vão realizar amanhã (31), no distrito de Pilar, em Jaguarari-BA, uma manifestação para pedir justiça pela morte do casal, ocorrida no dia 09 de agosto de 2015, em um acidente que aconteceu na estrada que liga os distritos de Pilar (Jaguarari) e Abóbora (Juazeiro).
Os dois, que na época tinham 18 anos, estavam em uma motocicleta e morreram após serem atingidos por um carro, conduzido por Edílson dos Santos, natural de Juazeiro-BA.
Ele vai a júri popular no próximo dia 12 de setembro, às 8h, no Fórum da cidade de Jaguarari, sob a acusação de dirigir alcoolizado e provocar o acidente que resultou na morte dos dois jovens.
De acordo com  informações dos familiares, uma passeata pacífica será realizada pelas ruas de do distrito de Pilar. A concentração será em frente a Delegacia, a partir das 16 horas.
“Vamos lutar pela justiça dos homens, já que a de Deus é infalível. Junte-se a nós, para que esse caso não se torne apenas mais uma estatística”, convidou a mãe de Juan, Marizalva Alves.

Marizalva também antecipou o convite para o dia do julgamento do acusado. “Também convido toda a população de Jaguarari e região para o dia do julgamento. Estamos esperançosos de que a justiça será feita e que as mortes de meu filho e de Thuanny não ficarão impunes”, acrescentou a mãe.
Segundo informações da advogada da família dos jovens, Amanda Morais, o réu será julgado por “crime de homicídio cometido com dolo eventual, ou seja, quando o agente assume o risco de produzir o resultado, uma vez que ao conduzir um veículo embriagado e com velocidade acima do permitido, colidiu com a motocicleta, em que estavam os jovens, levando-os a morte”, explicou.
Edílson está preso no Conjunto Penal de Juazeiro desde o dia 18 de setembro de 2017, quando foi acusado de tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Na época ele prestava serviço à Prefeitura de Juazeiro. Segundo informações da polícia, foram encontrado com ele 68 pinos de cocaína, uma quantia no valor de R$ 100, uma arma de fogo tipo revólver calibre 38, completamente municiado e outros 10 cartuchos. Pelo crime de Tráfico de Drogas, Edílson já foi julgado e condenado.

O SINDSPUJ realizou uma assembleia extraordinária com servidores públicos da Câmara Municipal de Jaguarari, em 23/08/2018, exclusivamente para tratar do reajuste salarial que até o momento não foi concedido pelo referido órgão. Refere-se a reajuste com retroativo a maio, o mês da data base.

Imprescindível dizer, que de 01 a 31 do mês em comento, era o prazo para a Câmara conceder reajuste salarial no mês da data base, sem dever retroativo aos servidores. 

Apesar do esforço do SINDSPUJ para resolver a situação no tempo legítimo, não tivemos nossos pedidos de reunião atendidos pela Câmara. Para nossa indignação, é mais um descumprimento de lei que amargamos neste município. Repúdio!

E ainda na assembleia em relato, foi deliberado proposta de 10% (dez por cento) de reajuste salarial (com retroativo a maio) para todas as categorias de servidores com matrícula naquela Casa de Leis. Inclusive, também foi deliberado que aguardaremos agendamento de reunião até o último dia do mês em curso, tempo em que apresentaremos a proposta de reajuste em foco e demais pontos da pauta de reivindicação específica da categoria.

Estamos acreditando que a Câmara nos encaminhará ofício confirmando o agendamento em foco no tempo enfatizado. 
Caso isso não aconteça, providências cabíveis serão tomadas.

      Em defesa do direito,

                  Diretoria Executiva do SINDSPUJ

A Prefeitura de Jaguarari, concluiu o processo de regularização do CAUC – Cadastro Único de Convênios, que há mais de 10 (dez) anos apresentava pendências, causando assim, impedimentos ao município de receber transferências voluntárias e firmar convênios com a União. Tão logo assumiu a administração municipal, o prefeito Fabrício Santana delegou ao setor financeiro e de convênios, o compromisso de levantar toda situação e, dentro de todas as possibilidades, solucionar de vez este entrave ao recebimento de benefícios para o bem-estar da população.
O CAUC aponta uma lista de requisitos fiscais que evidenciam o atendimento ou não das exigências legais, com links que redirecionam a consulta para cadastros ou sistemas de registro de adimplência mantidos por órgãos ou entidades federais. Sem o atendimento a todos estes itens e subitens, o desenvolvimento do município fica comprometido.
Dentre os itens que implicam em pendências no CAUC, caso não sejam cumpridos são: aplicação mínima de recursos em educação; saúde; regularidade previdenciária; regularidade junto à Fazenda Pública federal; contribuições para o FGTS; entre outros.


A Copa Rural de Futebol 2018, de Jaguarari, competição que teve sua última edição em 2015, é retomada pela equipe de esportes do governo do prefeito Fabrício D’Agostino. O evento está previsto para iniciar no próximo dia 9 de setembro e se encerrará em 9 de dezembro de 2018, com 32 equipes participantes, distribuídas em 8 equipes, não regionalizadas. O sorteio dos grupos e equipes aconteceu no último sábado, 25. No dia 18, o prefeito municipal esteve reunido com sua equipe e representantes de todas as comunidades que participarão, onde enfatizou a importância do resgate e valorização do esporte, bem como os esforços reunidos para a sua realização. D’Agostino aproveitou a presença de todos para informar que esta será a Copa Rural com a maior premiação já vista em toda a região: R$ 10.000,00 (dez mil) reais, distribuídos da seguinte maneira:
Campeão: R$ 5.000,00 (cinco mil) reais + troféu e medalhas;
Vice-campeão: R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos) reais + troféu e medalhas;
3º lugar: R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos) reais + troféu e medalhas;
4º lugar: R$ 500,00 (quinhentos) reais;
Artilheiro: R$ 100,00 (cem) reais + troféu e medalha;
Melhor goleiro: R$ 100,00 (cem) reais + troféu e medalha;
Jogador destaque: R$ 100,00 (cem) reais + troféu e medalha;
Melhor árbitro: R$ 100,00 (cem) reais e medalha;
Melhor árbitro assistente (bandeirinha): R$ 100,00 (cem) reais e medalha.
Além da premiação, a prefeitura arcará com transporte das equipes, uniformes, bolas, redes, arbitragem e manutenção nos campos que necessitem. Já as equipes ficarão com a responsabilidade de transportar os árbitros.
O prefeito Fabrício também garantiu que será premiada a melhor torcida, ou seja, aquela que for mais animada e tiver um melhor comportamento durante toda a competição.
Este ano a organização preparou um Regulamento mais adequado as especificidades da competição e haverá rigorosa punição para equipes que não se comportem de maneira adequada.
Confira abaixo a tabela, lembramos que algumas alterações poderão acontecer antes do início e durante a competição.

LUCINELMA, ÉVILA e MYLENA (Foto do pódio dos 1.000 metros rasos retirada no Campeonato Baiano SUB 16-2018)

A Federação Baiana de Atletismo - FBA, convocou hoje a tarde, através do ofício nº 007/2018, a Seleção Baiana de Atletismo SUB 16, que vai disputar o Troféu Norte Nordeste no próximo final de semana em Fortaleza- CE.
Ao todo 09 atletas, sendo 01 menino e 06 meninas da Escolinha de Atletismo Flamengo, inscritos pela Associação Atlética Simõesfilhense:
José Carlos Silva Rosa, 15 anos, Joerlane dos Santos Pereira, 13 anos, Ane Caroline Vieira da Silva, 15 anos, Aline Nunes da Silva, 13 anos, Lucinelma Ferreira da Silva, 13 anos, Myllena da Silva Reis, 15 anos e Maiara da Silva Santos, 13 anos.
Os outros dois atletas, Évila Michele de Jesus dos Santos, 15 anos, Diogo Almeida de Jesus, 14 anos, mais o seu treinador Thiago Marcel Andres Ferreira vêm do Povoado de Taboquinhas, que fica no Município de Itacaré.
O Professor/Treinador Antonio Ferreira, o Ferreirinha foi convocado como Chefe da Delegação e Treinador Chefe da Missão Bahia.
A viagem da equipe  será  pela Empresa Campoformosense Adriano Transportes, com saída na quinta-feira,  dia 30 de agosto, às 16 horas e chegada prevista para o meio dia da sexta-feira, 31.
A competição, organizada pela Confederação Brasileira de Atletismo - CBAt, em parceira com a Federação Cearense de Atletismo - FCAt e o Governo do Ceará, terá seu início na manhã de sábado, 1º de setembro  e vai até o domingo, dia 02.
Todas as despesas de locomoção, hospedagem e alimentação dos atletas serão custeadas pela Federação Baiana de Atletismo.
Nos links abaixo você pode acessar o ofício de convocação e a página da competição com mais informações sobre o endereços e curiosidades sobre a bela capital cearense:

No dia da maior competição escolar da Bahia cidades como Feira de Santana, Camaçari, Juazeiro e a capital presenciaram mais uma vez o domínio da Escolinha de Atletismo Flamengo em provas que escolheram a Seleção que vai aos Jogos Escolares Nacionais, no mês de novembro em Natal - RN.
As provas mais longas da competição como 800, 1.000, e 3.000 metros rasos, evidenciaram esse domínio, dando ao projeto mais de 10 medalhas, possibilitando, inclusive pódios completos, como nos 3.000 metros rasos masculino e feminino, em que as seis medalhas ficaram com os alunos atletas das escolas de Jaguarari e Campo Formoso, que fazem parte do fortíssimo time de corredores da EAF.
O destaque da categoria 12 a 14 anos foi a atleta LUCINELMA FERREIRA, de 13 anos, que venceu as provas dos 250 e 1.000 metros rasos de forma dominante. Já o destaque 15 a 17 anos ficou por conta da atleta THAÍS SOUZA MARTINS, de 17 anos, que venceu os 3.000 metros rasos e ficou em segundo nos 800 metros rasos.
Ao todo foram 08 medalhas de ouro, 11 medalhas de prata e 13 medalhas de bronze. Os campeões serão convocados para a Etapa Nacional, chamada de Jogos Escolares da Juventude, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro, que será na linda capital norteriograndense, entre os dias 17 e 25 de novembro.
A participação desses atletas só foi possível graças a parceria do projeto com a Prefeitura Municipal de Jaguarari, através dos esforços do Vereador Zé Galego e a sensibilidade do Prefeito Fabrício D'agostino na disponibilização de transporte.
Agradecimentos também a Prefeitura Municipal de Campo Formoso, através da Prefeita Rose Menezes e os vereadores Daniel Muniz e Woney Borges pelo apoio  no combustível.

A Juíza da Comarca de Jaguarari, Maria Luíza Nogueira Cavalcanti Muritiba, proferiu decisão parcialmente contrária ao que requeria o Ministério Público. No Processo nº 8000502-26.2018.8.05.0139, o MP pedia o afastamento do vereador Márcio Gomes do cargo de presidente da Câmara, com a consequente perda do mandato e multa referente ao pagamento de plano de celular corporativo.
Em sua decisão, a Magistrada DEFERIU PARCIALMENTE as medidas cautelares requeridas pelo Ministério Público determinando a indisponibilidade de bens pertencentes ao Réu, Márcio Gomes, suficientes para garantir integral ressarcimento do suposto dano ao erário, no montante de R$ 17.730,00 (9 meses x R$ 1.970,00), devendo ser tal quantia calculada em triplo, o que totaliza o valor de R$ 53.190,00 (cinquenta e três mil, cento e noventa reais). Na decisão, consta também, bloqueio judicial de bens móveis e veículos em nome do vereador, até o valor total da multa.
Quanto ao pedido de afastamento das funções públicas, o que inclui o cargo de vereador e presidente da Câmara, a Magistrada conclui: “Por mais que o MP esteja convicto do risco a instrução e da necessidade da medida, e muito bem justificou essa necessidade, tanto que pediu o afastamento cautelar do agente público ora réu, a verdade é que, considerando que o processo está apenas começando, por enquanto, a necessidade de afastamento cautelar é apenas hipotética.”
Vale ressaltar, que na Ação Civil Pública Nº 8000103-94.2018.8.05.0139, a mesma Magistrada não afastou o ex-prefeito Everton Rocha, mas bloqueou contas e bens móveis e imóveis deste e de mais três pessoas e uma empresa, para garantir o ressarcimento do erário público no valor total de R$ 3.975.500,00 (três milhões, novecentos e setenta e cinco mil e quinhentos reais).

Adutora se rompeu ontem e afetou fornecimento

O abastecimento de água em Ponto Novo e Filadélfia foi afetado ontem (22) após o rompimento da adutora principal que abastece os dois municípios. Técnicos já iniciaram os serviços de manutenção, cuja conclusão está prevista para as 18h de hoje (23). Após a conclusão dos trabalhos, o fornecimento de água será reiniciado, atendendo todos os moradores gradativamente. Imóveis com reservação adequada e suficiente poderão sentirmenores efeitos da interrupção.

Atenciosamente

Assessoria de Comunicação da Embasa

No próximo sábado (25) acontece no SESI de Simões Filho, cidade metropolitana de Salvador, a Seletiva Baiana dos Jogos Escolares da Juventude. A expectativa da Superintendência dos Desportos da Bahia é de que essa competição seja mais um sucesso, como tem sido nos últimos, em que a Autarquia, ligada a Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda (SETRE) tem escolhido selecionados muito fortes, inclusive trazendo medalhas e valorizando o investimento em inclusão social e descoberta de novos talentos.
Algumas inovações foram implantadas, inclusive com recepção aos atletas, almoço, cerimônia de abertura e a já consagrada organização das compeitções em parceria com as federações esportivas do estado.
Em relação a competição nacional, que esse ano será em Natal - RN, o espetacular ATLETISMO é uma prova inconteste dessa evolução. Desde 2015 o estado vem conquistando pelo menos uma medalha nessa modalidade, em cada uma das etapas disputadas nas categorias 12 a 14 e 15 a 17 anos.
Se depender do desenvolvimento dos atletas da Escolinha de Atletismo Flamengo esses números vão melhorar ainda mais já que o objetivo agora é conquistar mais de uma medalha, em uma das categorias. De acordo com a geração que vem evoluindo desde 2011, esse ano a Bahia terá a equipe mais forte na categoria 15 a 17 anos, com presença de atletas bem rankeados nacionalmente, vários madalhistas em Campeonatos Brasileiros e até mesmo bolsistas do projeto de incentivo ao Esporte do Governo do Estado.
Os atletas/estudantes de Jaguarari viajam na madrugada de sábado, com apoio da Prefeitura Municipal e prometem ratificar a condição de melhores atletas do estado, quando o assunto é correr, saltar e lançar.

Na última sexta-feira, 17, após Geraldo Santos chamar de “sem moral”, um ouvinte que lhe criticou ao vivo, as apresentadoras Verilândia Cardoso e Eugênia Silva deram início a uma discussão um tanto quanto inusitada, ao vivo. A situação, diga-se de passagem, constrangedora, foi motivo de piadas e deboches em toda a região, principalmente por conta do bate-boca entre Geraldo e Eugênia, em que, ao que pareceu, Eugênia demonstrou-se insatisfeita com a postura do colega, por este não criticar o governo do prefeito Fabrício D’Agostino e afirmar que a outras prefeituras de região ele descia o “malho”.
Diante de toda a repercussão, ficam as perguntas no ar: Teria sido o bate-boca, a causa da saída de Eugênia do “Jornal”?
O certo é, conforme publicou em sua rede social, que Eugênia Silva, não mais trabalha na Rádio Liderança, o que em si é uma grande perda, pois, apesar do momento cômico em que se submeteu, detinha o carisma de parte dos ouvintes que o “Jornal” ainda possui.
Mensagem postada por Eugênia em seu Facebook:

Jaguarari pode está na mira dos dois órgãos por pelo menos dois motivos: 1. Funcionários que acumularam e acumulam, ilegalmente, cargos em gestões anteriores e também atual; 2. Contratação, via licitação, de empresas suspeitas de ilícitos, tanto para a contratação de transporte escolar como serviços na área de saúde.

Auditores do Tribunal de Contas do Estado e do Tribunal de Contas dos Municípios identificaram 1.548 servidores que acumulam ilegalmente cargos públicos e estão simultaneamente nas folhas de pagamentos do Estado, de prefeituras e de câmaras de vereadores em 332 municípios baianos, com despesas que chegam a R$19,4 milhões por ano. O levantamento foi feito a partir do cruzamento das bases de dados do TCM e do TCE, que encontrou evidências de irregularidades não apenas na área de pessoal como também de contratos administrativos celebrados por prefeituras e outros órgãos públicos.
Segundo o superintendente técnico do TCE, José Raimundo Bastos de Aguiar – um dos coordenadores do trabalho -, além da acumulação ilegal de cargos, na área de pessoal foram encontrados os nomes de 20 servidores já falecidos em folhas de pagamentos, em 11 municípios, que representam uma despesa anual injustificável de R$684 mil. “Além disso, e tão grave quanto, o estudo constatou que entes públicos baianos fizeram contratações com fornecedores considerados inidôneos – segundo o Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS) – envolvendo recursos da ordem de R$123 milhões”. Segundo ele, foram 88 contratos em 47 municípios.

O superintendente Raimundo Bastos de Aguiar, do TCE, e o Superintendente de Controle Externo do TCM, Antônio Emanuel de Souza, que comandaram o trabalho, ressaltaram, no entanto, que as situações identificadas “representam inicialmente indícios de irregularidades, que precisarão de confirmação mediante a realização de auditorias pelo TCE e pelo TCM. Isto porque, em tese, há situações que eventualmente podem ser justificadas de alguma forma pelos gestores jurisdicionados, ou que podem ser resultado de erros de cadastramento nos sistemas”.

Além das irregularidades com pessoal e dos contratos com empresas inidôneas, segundo Antônio Emanuel de Souza, no estudo foram localizados dois contratos celebrados por municípios com fornecedor suspenso pela Secretaria da Receita Federal, “além de um contrato municipal celebrado com empresa que possui servidor público do próprio município como sócio”.

Raimundo Bastos de Aguiar, destacou a importância da colaboração e da troca de informações entre os dois tribunais de contas e disse que o cruzamento das bases de dados do TCM e do TCE permitirá o desenvolvimento e aplicação de “trilhas de auditoria”, tornando o trabalho mais eficiente e ágil, já que será deflagrado a partir de indícios claros de irregularidades. Neste primeiro levantamento – observou – foram utilizadas as bases dos sistemas “Mirante, do TCE, e “SIGA”, do TCM, abrangendo o período de janeiro a junho de 2018. “E os resultados dão bem uma ideia do potencial e do quanto poderá este cruzamento de dados contribuir para dar maior eficácia à fiscalização da correta aplicação dos recursos públicos – que é nosso dever zelar.”

O superintendente de Controle Externo do TCM acrescentou ainda que a busca de “trilhas” para otimizar a ação dos auditores, no levantamento feito, permitiu identificar quadros que apontam para a necessidade de realização de exames auditorias complementares, por indicar eventual direcionamento em licitações. “Neste caso, foram identificados contratos celebrados com empresa criada poucos dias antes da contratação – o que por si só é muito estranho. Foram 238 contratos em 128 municípios e câmaras de vereadores, envolvendo R$7,4 milhões. Vamos, claro, investigar e, se for o caso, punir os envolvidos e até mesmo denunciá-los à Justiça, em caso de crime contra o erário”.

O presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, comemorou os primeiros resultados concretos da parceria com TCE com o objetivo de desenvolver atividades de fiscalização e combate à corrupção. “Não temos porque disputar protagonismo, nosso objetivo é servir à população, é cumprir com correção e com a agilidade necessária o dever de exercer o controle externo, de fiscalizar a boa aplicação dos recursos públicos. E é também desejo do presidente do TCE, conselheiro Gildásio Penedo Filho, estreitar ainda mais esta relação, desenvolver ainda mais esta parceria, porque, com ela, quem ganha é a população”.

O conselheiro Gildásio Penedo Filho, por sua vez, destacou que o objetivo “é incentivar os técnicos dos dois tribunais a trocar conhecimentos, a utilizar a tecnologia da informação associada a métodos estatísticos para direcionar o trabalho das auditorias em busca da melhor eficiência na utilização dos recursos humanos, de modo a que se tenha um efetivo ganho de produtividade. Por isso é importante o compartilhamento das bases de dados, que pode identificar situações atípicas que apontem para eventuais irregularidades que devem ser investigadas, no sentido de se combater desperdícios ou mesmo desvios na administração de órgãos públicos”, concluiu.


Fonte: TCM

A prefeitura de Jaguarari, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEDES), Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), Núcleo de Cidadania dos Adolescente – NUCA, Conselho Tutelar e UNICEF, realizou nesta terça-feira, 21, na sede da Associação Comercial, o Fórum Comunitário do Selo Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef), o evento debateu e trocou informações acerca das políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes do município, onde foi desenvolvido um diálogo participativo, abrangendo todos os setores e pessoas que convivem diretamente com a população infanto-juvenil.
O Fórum foi aberto para membros da comunidade que contribuíram com o debate. O objetivo do município de Jaguarari é atingir a meta para conquista do Selo Unicef edição 2017-2020.
“A adesão do município ao Selo Unicef é uma motivação para que nós possamos se unir para trabalhar as políticas públicas de modo efetivo, voltadas para área da criança e do adolescente jaguarariense”, disse a secretária Maria de Fátima.
O Unicef incentiva e apoia gestores municipais, sociedade civil e empresas para que executem ações estratégicas de políticas públicas e de participação social, com o objetivo de melhorar as condições de vida da criança e adolescente; monitora e avalia a o desempenho dos municípios nas áreas de educação, saúde, proteção e participação social. Eles são agrupados de acordo com os seus indicadores econômicos e sociais e são avaliados no âmbito de seu estado.
Estiveram presentes: o Comandante da 3ª CIA da Polícia Militar, Capitão Neymar Batatinha, professores representando a Secretaria de Educação, Agente Comunitário de Saúde e de Combate as Endemias, enfermeiros e nutricionistas, representando a Secretaria de Saúde; CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, adolescentes que compõem o NUCA e sociedade civil.

ASCOM

O MP - Ministério Público ingressou com a Ação Civil Pública, Nº. 8000502-26.2018.8.05.0139, na última sexta-feira, 17, contra Márcio José Gomes de Araújo, vereador e presidente da Câmara de Jaguarari, pelo suposto crime de improbidade administrativa. O MP requereu, ainda,  que a justiça decida pelo afastamento de Márcio Gomes do cargo de presidente da Câmara e a consequente perda do mandato do vereador, em decorrência da suposta prática delituosa ao contratar funcionários, que segundo a ACP, constam na folha de pagamento, mas residem em outra cidade, sem prestar serviços à Câmara, onde a finalidade, de acordo com a acusação, seria a contratação de plano de telefonia móvel para si e terceiros. Márcio também é acusado de outros crimes, pelo MP, que seguem em curso não apenas em Jaguarari.
A expectativa em torno do desfecho que será proferido pela justiça local é grande, mas dadas as circunstâncias, levam a crer, que a Juíza da Comarca de Jaguarari, que em recente decisão, onde o MP pedia o afastamento do ex-prefeito e a devolução de valores, segundo a ACP, fruto de ilícitos praticados nos festejos juninos de 2017, coerentemente, opte pela aceitação da investigação, sem o afastamento do edil e impute-o ao mesmo o bloqueio de bens e valores até o limite exigido para a compensação dos gastos, supostamente indevidos.
Caso a justiça local acate totalmente o pedido do MP, assume a presidência da Câmara, o vereador Dourival Borges, que também foi eleito no mesmo grupo de Márcio Gomes e do ex-prefeito Everton Rocha, que chegou a votar em 21 de fevereiro de 2018 pela cassação do ex e seu agora aliado, Everton Rocha. Dourival Borges é de Gameleira e já foi vereador por quatro mandatos. Foi em seu último mandato, 2005-2008 que o ex-prefeito Edson Almeida foi cassado para que o vice Alberto Sá assumisse, fato que durou apenas quatro meses.
Dourival Borges, inclusive, em sessões onde foram acatas as denúncias da CPP 001/2017 e 001/2018, foi alvo de duras críticas e xingamentos proferidos por defensores do governo do ex-gestor, chegando a ser, por várias vezes, vaiado e xingado, assim como outros vereadores que fizeram parte da coligação majoritária.
Definitivamente os últimos 17 meses, para o município, tem sido uma prova de que o voto é valioso e com ele vem a saúde, educação, trabalho, renda, aumento salarial e condições de vida sucateados por escolhas baseadas na fantasia.
Que em 2020 os eleitores de Jaguarari mirem seus votos em quem inspira e transpira responsabilidade e zelo pelo bem coletivo, o que não é fácil.

O atleta campoformosense da Escolinha de Atletismo Flamengo Jadson André, que agora faz parte do time pernambucano AAPPD/UNINASSAU, conquistou no último sábado (18/08/2018) duas medalhas no Campeonato Pernambucano Universitário 2018.
Logo pela manhã o garoto venceu a prova dos 1.500 metros rasos com  tempo de 4:09 e na parte da tarde D'jadson, como é chamado carinhosamente pelos colegas do projeto de ocupação do ginásio de esportes de Campo Formoso, ficou em segundo lugar na prova dos 800 metros rasos (2:00).
Agora ele inicia preparação para os 66º Jogos Universitários Brasileiros, no mês de novembro em Maringá-PR. As datas e horários em que o garoto entra na pista já estão definidos: Às 17:20 do dia 07 ele disputa os 1.500 metros rasos e às 16:45 do dia 08 será a vez dos 800 metros rasos.
Antes disso o jovem realiza sonho de entrar numa das maiores faculdades particulares do país, cursando Educação Física, sendo bolsista integral. Ele já está matriculado e cursando o 1º semestre.
Essa conquista se deve única e exclusivamente ao talento de Jadson, mas é importante ressaltar que o espetacular ATLETISMO mais uma vez faz história na região, oferecendo oportunidades, abrindo portas que os outros esportes praticados no Piemonte Norte do Itapicuru ainda não conseguiram.
A EAF tem o segredo para abrir o cedeado social dessas instituições e deve enviar muitos dos seus alunos/atletas nos próximos 5 anos, principalmente porque só agora os seus pupilos estão atingindo idade e concluindo o ensino médio.
Muitos atletas já estão sendo convidados a fazerem parte de faculdades pelo país, mesmo estando ainda nas séries finais do ensino médio. Outros como Saionara Jesus, gaarotinha de Araras, que mora em Lavras desde o ano passado, ganhou bolsa, mesmo estando ainda no ensino fundamental.
É uma nova perspectiva de vida, com uma nova proposta de esporte, em uma nova tendência filosófica e saudável para a formação de jovens de uma região historicamente sem oportunidades.

Esta semana foram registrados ao menos cinco acidentes no trecho da BR 407 em Jaguarari, entre terça-feira (14) e sábado (18/08), resultando em dois óbitos e cinco feridos. Na terça uma colisão entre um carro e um cavalo no povoado de Catuaba deixou duas crianças feridas, na quinta-feira a noite um idoso de 70 anos foi atropelado e morto por um veiculo de carga que fugiu após o acidente, próximo a entrada de Jaguarari, cerca de 40 minutos mais tarde no povoado de Barrinha uma pick up entrou na traseira de um caminhão ocasionando a morte instantânea de um homem de 40 anos que teve a cabeça decepada e deixando seu genitor gravemente ferido.
Na sexta-feira (17), por volta das 9hs um veiculo Fiat Siena saiu da pista e colidiu em uma árvore entre os povoados de Barrinha e Flamengo, ninguém ficou ferido, no mesmo trecho neste sábado (18), por volta das 11h30 um caminhão baú de pequeno porte com placas de Salvador-BA tombou fora da pista, motorista e passageiro tiveram pequenas escoriações pelo corpo.
Acidente de sexta-feira (17)

As causas dos citados acidentes ainda são desconhecidos, causando um certo receio de quem trafega pela BR 407, principalmente no trecho de Jaguarari.


Portal Jaguarari

Por volta das 19h15 da noite deste sábado, 18, um ato de vandalismo foi registrado contra as palmeiras que ficavam no canteiro central da Avenida Clementino. De acordo com as informações passadas pela guarda municipal, populares entraram em contato com a equipe da GCM informando que um indivíduo estaria quebrando tais plantas. Ao chegarem ao local, o elemento já havia danificado o bem público e ao avistar os guardas, tentou fugir, mas foi detido e conduzido até o quartel da Polícia Militar, para que as medidas necessárias para a condução do acusado ao Complexo Policial de Sr. do Bonfim fossem adotadas. Ainda segundo informações que nossa redação apurou, a PM teria sido informada que o acusado seria portador de problemas mentais, razão pela qual, a PM e a GCM teriam conduzido o indivíduo até a residência dos seus familiares.
Por se tratar de um ato que pode ser enquadrado nos crimes ambientais e dano ao patrimônio público, previstos nas Leis 9.605/98, Art. 49. Destruir, danificar, lesar ou maltratar, por qualquer modo ou meio, plantas de ornamentação de logradouros públicos ou em propriedade privada alheia, com previsão de pena de detenção, de três meses a um ano, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente e 2.848/40, Art. 163 Inciso III, que prevê pena de detenção, de seis meses a três anos, e multa, entramos em contato com a Polícia Militar e falamos com a guarnição para sabermos se houve alguma comprovação que o acusado teria, de fato, problemas mentais, mas não conseguimos nenhuma notícia, já que a guarnição alegou não possuir autorização para ceder informações à imprensa, já que há um departamento específico para tal.
Na segunda-feira, 20, tentaremos saber da secretaria de meio ambiente, que medidas serão adotadas para a punição e responsabilização do infrator, bem como a recuperação paisagística da citada Avenida.


Em menos de uma hora ocorreu mais um acidente na BR 407, segundo informações por volta das 21h, ambulâncias do SAMU de Jaguarari, Juazeiro e Senhor do Bonfim se deslocaram para mais uma ocorrência entre o povoado de Barrinha (Jaguarari) e Massaroca (Juazeiro), onde um veiculo de passeio entrou no fundo de um caminhão.

Informações preliminares dão conta que pai e filho seguiam no carro de passeio, sendo que o filho teve a cabeça decepada e o pai foi socorrido pelo SAMU para algum Hospital na região do Vale do São Francisco em estado grave, não há informações sobre o condutor do caminhão.

A PRF também se fez presente no local, acionando a Polícia Técnica para proceder com os afazeres de praxe.

Portal Jaguarari

Por volta das 20h15, desta quinta-feira (16/08), ocorreu um atropelamento com vítima fatal próximo a entrada de Jaguarari. A vítima até o momento não identificada caminhava pelo acostamento da BR 407 quando teria sido atingida por um veiculo de carga que evadiu-se após o acidente.

Policiais Militares da 3ª CIA/PM e Xerife Segurança isolaram o local até a chegada do Departamento de Polícia Técnica.

Portal Jaguarari

Dra. Luane Ventura e a acusada Rita de Cássia.

Nesta quarta-feira, dia 15, a senhora Rita de Cássia foi absolvida por unanimidade no Plenário do Tribunal do Júri em Jaguarari. Ela foi acusada de ter participado do crime de homicídio contra o seu marido e pai de seus filhos, e já havia cumprido um ano de prisão.

Rita foi representada pela advogada Drª Luane Ventura, do escritório de advocacia Pedro Cordeiro – Advogados Associados. A defesa mostrou que não existiam elementos suficientes à condenação da acusada, sendo que o crime já havia sido confessado pela sua filha através de uma carta apresentada aos jurados. Na carta, a filha suplicava ao juiz que analisasse o caso de sua mãe, pois não suportava mais vê-la sofrendo e pagando por algo que não havia cometido.

O Ministério Público, representado pelo promotor de justiça Dr. Samuel Luna, apresentou a mesma tese da defesa. Ao final, os jurados decidiram pela absolvição da acusada, por unanimidade, que retornou para sua residência no mesmo momento.

FONTE: BonfimNoticias.com

Uma casa dividida contra si mesma não pode permanecer”, iniciando este artigo com a celebre frase de Abraham Lincoln, me sinto à vontade para discorrer sobre a atual política de Jaguarari.

Bem sei que “toda unanimidade é burra”, como falou Nelson Rodrigues (hoje estou um pensador que nem acredito), mas, oposição não é igual a desejo de que as coisas deem errado para esse ou aquele gestor, e sim, a formulação de críticas construtivas para que as coisas possam andar dentro de uma normalidade e conforto.

O que vemos hoje no município são polos temáticos que trabalham assim: polo “A”(aquele do ex-gestor que foi cassado) qual deseja que as coisas não aconteçam ou aconteçam de forma errônea para que possam dizer “o povo tá sofrendo por causa de quem aí está”; o polo “B” (do ex-gestor que está inelegível conforme a lista do TCM-BA) aderiu a política do centro não se “envolve”, não apoia as ações publicamente, e se precisar criticar duramente o faz, é aquele que segue para o “lado que o vento sopra”; e finalmente tem o polo “C” aquele que está no governo com o gestor atual, cometendo erros (as vezes mais sérios), porém tentando acertar e consertar inclusive os erros causados pelos seus, mas existem muitas limitações até mesmo pela condição de chegar no meio da “festa” e ter que tocar músicas que não programou, com músicos também que não ensaiaram com ele.

Não estou tirando nenhuma responsabilidade desse ou daquele, pois, quando eles ascendem ao poder máximo do executivo municipal, sabem que de um jeito ou de outro terão muitas dificuldades.

A municipalidade não é uma “empresa familiar privada”, o gestor precisa lembrar que ao invés de colocar pessoas da família no seu conselho de governo (como os que tinham os filhos, o irmão e a esposa ou mesmo tios e voluntários dando as ordens). Ele (o gestor) precisa ter no seu secretariado e conselho, técnicos capacitados e prontos para em determinados momentos dizer o que não se quer ouvir, e, até mesmo oferecer possibilidades de remédios ruins e amargos ao contrário de dizer apenas aquilo que ele quer ouvir.

Apesar de ser um João Ninguém que segue a vida passo-a-passo e nunca se perde desse compasso, sei bem que a tarefa de ser chefe do executivo nesse país é árdua e cheia de percalços, por se tratarem de cargos técnicos-políticos, mas a população sempre merece o melhor tanto do executivo como do legislativo.

Então indo contrariamente ao que prega o adágio popular “se conselho fosse bom era vendido e não dado de graça”, me ouso a aconselhar a população para parar de lutar por causas que sequer sabem ao certo o que é, ou seguir simplesmente aquilo que “dizem” e se juntarem para fazer levantarem de novo sua casa que é Jaguarari.

Blog do João Ninguém

“Se ôces pensam que nóis famos imbora; nois enganemo ocês; nois fingimos que fomos e vortemos; ói nois aqui travês”.

Muito se especulou, houveram nas ruas muitos “porquês” que João Ninguém teria sumido, alguns maledicentes com línguas maiores que o corpo e providas de muito  cheias de veneno, disseram até, que “eu teria me vendido a um ou outro político da região X ou Y”.

Apesar de não ter obrigação de dar satisfação aos detratores de plantão, sinto a obrigação de oferecer esclarecimento a população, que confiou em mim e me prestigiou com mais de 15.000 acessos no mês de Julho. o que houve foi um caso de doença na família que me consumiu um tempo maior que eu mesmo acreditava.

Quem está deste lado do teclado, parece ser inatingível, mas queiram saber que isso é uma grande mentira que nós mesmos contamos para tentar fortalecer esse espírito de luta que nos habita, sou humano sim, tenho minhas virtudes e defeitos (que são muitos), mas posso garantir que palavra o João Ninguém tem (como todo homem do povo que anda com o povo e no meio do povo).

Quando criamos esse blog foi para apresentar nossa visão da verdade sobre a gestão pública, e, os homens públicos que estão no nosso meio.

Hoje dia 15 de Agosto, volto a reafirmar meu compromisso com todos os Joões e Marias  Ninguém que andam pelas ruas sendo vistas apenas em anos pares, ou quando se tornam convenientes para aqueles que estão no poder. Não medirei esforços para que você cidadão, conheça as entranhas do poder e como se portam seus operadores, não importando se quem lá estiver seja servidor, “voluntário (a)”, “filho (a)”, “irmão (a)” “pai, mãe ou tio (a)” do gestor (a) de quem está com as cartas que regemos destinos da população.

Porém, também, volto a sustentar o que disse anteriormente, quando o governo, gestor ou pessoa pública acertar, aqui estarei para elogiar com todas as letras.  Afinal quem bate no errado também acaricia o bem feito (mesmo sabendo que fazer certo é obrigação).

Enfim, para não perder o costume, mais uma vez eu que sou um pobre João Ninguém que segue a vida passo-a-passo e nunca se perde deste compasso, aviso: estou de volta e no calcanhar daquele que pensa em ludibriar nosso povo.

Blog João Ninguém 

Por volta das 10h40 da manhã desta terça-feira, 14, durante procedimento de rotina, a guarnição de radiopatrulha da 3ª Companhia da Polícia Militar realizou abordagem a uma motocicleta Honda Bros 150, de cor vermelha, placa NZZ 9385, com dois ocupantes, na estrada que liga a cidade de Jaguarari ao distrito de Gameleira.
Procedendo a busca pessoal foi encontrado, em posse do passageiro da motocicleta, de nome Robeilson Conceição de Oliveira, conhecido como “neguinho”, residente no distrito de Gameleira, um revólver de marca Taurus, calibre 38, n° JK 41852, com 04 (quatro) cartuchos intactos. Os indivíduos e a motocicleta foram apresentados na Delegacia de Jaguarari para as medidas cabíveis.
De acordo com informações colhidas pela reportagem do Jaguarari Online, Robeilson foi conduzido a DPOL onde foi lavrado o flagrante pelo porte ilegal de arma de fogo e arbitrada a fiança no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), por não se tratar de uma arma de uso restrito.
Ainda segundo BO, Robeilson alegou está portando a arma de fogo por ser comerciante e já ter sido assaltado. Robeilson também disse que está sendo ameaçado por um grupo de pessoas ligadas ao vereador William Rogers, por isso estaria a portar a arma.

MARI themes

Tecnologia do Blogger.