DIREITO DE RESPOSTA CONCEDIDO JUDICIALMENTE, AO MÉDICO OSVALDO GOMES DA COSTA

DIREITO DE RESPOSTA CONCEDIDO JUDICIALMENTE, AO MÉDICO OSVALDO GOMES DA COSTA, NOS AUTOS DA AÇÃO INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS, TOMBADA SOB O Nº. 8000334-24.2018.8.05.0139, QUE TEM COMO RÉU SR. CARLOS ROBERTO DOS SANTOS E BLOG JAGUARARI ON LINE.

Inicialmente de pronto esclareço que a matéria veiculada no BLOG JAGUARARI ON LINE, com o título “MÉDICO DEMITIDO DO HOSPITAL DE JAGUARARI APÓS MALTRATAR PACIENTES”, além de inverídica, caluniosa, difamatória, contra este profissional médico, foi por demais irresponsável, leviana, que muito longe de retratar uma realidade, ao que se ver friamente, esteve mais afeta eventualmente, a realizar um serviço, diga-se de passagem, se for o caso, sujo, supostamente a pedido e ou a mando de alguém, que tinha, ou tem interesse em camuflar, as péssimas condições de trabalho dos profissionais da saúde no hospital municipal de Jaguarari, que vão da falta de estrutura física, a falta de medicamentos básicos, tal qual, estive submetido, naquele plantão dos dias 04/05 de junho de 2018.
Aproveitando ainda para deixar claro, que denunciei, pessoalmente no Ministério Público, bem como na Policia Civil, o prefeito municipal, sobretudo, pela ausência de 
profissionais médicos, já que boa parte dos PSF’, encontram-se sem médicos, nomunicípio, superlotando o hospital, bem como fora denunciado a falta de medicamentos básicos naquela unidade hospitalar, que aflige pacientes e profissionais da saúde, sem prejuízo das ações em curso, promovidas contra o gestor, pela situação e ofensas realizados pelo mesmo, contra a minha pessoa, quando do ocorrido.
Já em relação a ausência de médicos, o fato é tão verdadeiro que no ultimo feriado do 02 de julho de 2018, já pós denúncia feita por mim, no Ministério Público, o hospital municipal, funcionou grande parte do plantão sem médico, fato público e notório, noticiado por diversos blogs, o que só confirma todo o teor da minha denúncia dias atrás quando daquele plantão, e descredibiliza ainda mais,a matéria publicada do BLOG JAGUARARI ON LINE, destoada da verdade. 
A verdade é que o BLOG JAGUARARI ON LINE, bem como seu representante, agora réu Srº. CARLOS ROBERTO DOS SANTOS, supostamente no afã de agradar e ou receber pelos serviços eventualmente prestados, com a publicação da matéria, nem sequer teve o cuidado de buscar saber deste profissional médico, o que de fato estava acontecendo, não dando o direito a esclarecimentos a este profissional, para uma publicação verdadeira, pior que isso, de forma maldosa, rasteira, ardilosa,incrementou fatos, a exemplo de que este profissional desdenhava dos pacientes, em completa má fé, que será duramente reprimida, como já esta sendo, pela Justiça, por ambas as vias, neste momento o cível e logo chegará o processo criminal também.
Deixar consignado que em DÉCADAS DE EXERCÍCIO PROFISSIONAL DA MEDICINA, nunca neguei atendimento médico a qualquer paciente, ao contrário, o voluntarismo 
sempre andou lado a lado, com todo meu histórico, o que me permitiu, assumir diversas direções e comandos de hospitais de grande complexidade e relevância, sobretudo, no Vale do São Francisco, implementando sempre uma medicina humanizada, e que jamais permitirá que um blogueiro, desprendido com a verdade, manche minha história profissional, propagando noticia FALSA, MENTIROSA E LEVIANA. A este respeito, aproveito para destacar trecho da decisão proferida no processo, através de Liminar, pela MM JUIZA MARIA LUIZA NOGUEIRA CAVALCANTI MURITIBA, que de forma magnífica, acertada e coerente, se posicionou da seguinte forma; “Infelizmente, alguns comunicadores se valem de certos artifícios para atrair a curiosidade de seus leitores, muitas vezes emitindo afirmações levianas e irresponsáveis, ofensivas a honra de algumas pessoas, sem atentar que o objeto da notícia possivelmente falsa tem uma reputação a zelar. Todavia, penso que diante da liberdade de expressão e diante da liberdade de imprensa, não há o que se fazer em relação a tal conduta repugnante, senão submetê-la a julgamento sobre a responsabilidade extra patrimonial do ofensor.” (GRIFOS NOSSO).
O fato danoso realizado pelos réus CARLOS ROBOERTO DOS SANTOS E BLOGJAGUARARI ON LINE, a minha imagem pessoal e profissional, fora tão danoso que nem 
o “advogado do diabo”, consegue mensurar, sobretudo, porque todo aquele compartilhamento daquela matéria pelo próprio réu, colocando nos maiores grupos, sites de toda a região, sem falar nos programas de rádio, do tipo AM E FM, que propagaram para uma gama infinita de pessoas, fugiram totalmente do controle, onde ao que se mostra, qualquer mensuração do estrago e dano realizado, sempre estará abaixo do real, por maior que seja a quantificação daquele dano.
Por fim, para que fique bastante cristalino, a decisão judicial, proferida nos autos do processo, contra o réu SR. CARLOS ROBERTO DOS SANTOS E BLOG JAGUARARI ON 
LINE, e a percepção do dano sofrido por este profissional médico, pela irresponsávele leviana matéria publicada, traz a baila o dispositivo do comando decisório, proferido 
pelo juízo da comarca de Jaguarari-Ba, MM juíza, Dra Maria Luiza Nogueira Muritiba; ”Em face das razões expostas, DEFIRO PARCIALMENTE A MEDIDA LIMINAR PLEITEADA, para determinar que seja, em face do réu, no Blog JAGUARARI ON LINE, concedido ao autor num prazo de 48 hs., o direito de resposta, sendo determinado ao réu que emita uma nota pública deixando consignado que o direito de resposta advém de decisão judicial, referente a estes autos. O direito de resposta deve ser exercido através de publicação de manifestação do requerente, que deve permanecer disponível aos leitores pelo prazo de 30 dias, o que deve ser certificado pelo oficial de justiça atuante neste juízo, sob pena de multa diária de R$ 100,00 (cem Reais), que incidirá tanto se a resposta não for publicada no prazo de 48 hs após o recebimento da intimação pelo representado, como se a resposta não permanecer disponível ao leitor pelo prazo de 30 dias (úteis).
Publique se. Registre-se. Intime-se.”
Em respeito a população de Jaguarari, que vem sofrendo com algumas farsas, fiz questão de não permitir, a propagação de mais uma grande mentira, que como outras maiores, que ai estão e que a população sabe e sente mais do que qualquer profissional, estão servindo apenas, para desviar o foco, do real interesse pessoal, que 
está em questão no presente momento no município.

OSVALDO GOMES DA COSTA
Médico da Fundação Nacional de Saúde.
Oficial da Reserva do Exercíto Brasileiro.
Membro Efetivo do Comitê contra a corrupção e pela ética na política do Estado da