Bonfim: Mulher encontrada no canal da malária não resiste e morre no HDAM horas após ser resgatada

Uma mulher identificada por Josefa Maria de Castro, 72 anos, mais conhecida como D. Zefinha, foi encontrada na noite da última quinta-feira (14), dentro do canal da malária, na região do Loteamento Vila Bela, onde morava. Segundo informações de familiares, ela estava desaparecida desde a última terça-feira, dia 12.

D. Zefinha deixou a residência do seu filho José Messias, que é árbitro de futebol em Senhor do Bonfim, no Bairro Santos Dumont, por volta das 10h da última terça. No trajeto para a sua casa, encontrou um vizinho e perguntou onde encontraria plantas medicinais. Depois disso, ela não foi mais vista.

Na noite de quinta-feira, quando pessoas da família a procuravam, conseguiram localizá-la às margens do canal, gemendo. Ela foi socorrida para o Hospital Dom Antonio Monteiro, mas não resistiu e faleceu por volta das 10h da manhã desta sexta-feira.

Antes de morrer, D. Zefinha narrou para familiares tudo o que havia acontecido. Ela disse que estava à procura de umas folhas medicinais quando escorregou e caiu dentro do canal. Depois de se debater no seu leito, ela conseguiu sair e, com muita dificuldade, chegou às suas margens.

Disse ainda que andou por cerca de 10 metros se arrastando pelo chão. Ao ser atendida no HDAM, foram encontrados vários arranhões pelo seu corpo. Por conta disso, o médico que a atendeu solicitou uma perícia.

Após o procedimento, seu corpo será liberado para sepultamento, que ocorrerá no cemitério do Distrito de Igara, interior do município de Senhor do Bonfim, de onde era natural.

*BLOG DO ELOILTON CAJUHY