2º dia do “Arraiá do Arrasta Pé” teve música boa, muita gente e pouca organização

O segundo dia do Arraiá do Arrasta Pé, em Jaguarari, que aconteceu neste sábado (23.06), superou todas as expectativas! Após o fracasso, em termos de público e atrações renomadas, do primeiro dia, o público compareceu maciçamente (levando-se em conta o apelo das atrações), superando, inclusive outros anos com atrações mais renomadas.
Várias pessoas comentavam positivamente da qualidade das atrações, que resgataram os velhos tempos do autêntico forró, sem letras apelativas ou gesticulações de conotação sexual, e de fato isso foi um ponto forte que precisa ser avaliado nos próximos anos.
Agora os maiores destaques deste 23/06, ficaram por conta da Banda Paixão de Vaqueiro, único até então a “sugar” o público presente para a frente do palco. Paixão de Vaqueiro, uma prata da casa, conseguiu arrancar as letras de seus sucessos da boca da galera, sem contar que segurou o público até o último instante, apesar de seu show ter começado tarde. Antecedendo a Paixão de Vaqueiro, Flávio Baião, um forrozeiro nato, agradou a todos os presentes e o que dizer do retorno da Banda Trem de Luxo? Este show era esperado por muita gente que viveu os tempos de sucesso no anos 90, mas o atraso da primeira atração, Flor da Laranjeira e a falta de organização nos horários, levou todas as demais atrações a se apresentarem atrasadas, demonstrando claramente a falta de equipe organizada e comprometida com o que se propuseram em fazer, equipe essa, diga-se de passagem, que parte de seus “membros”, estava em Bonfim no forró do Sfrega. Estes aspectos precisam ser revistos pela administração, equipe que se propõe a fazer algo, precisa está 100% comprometida ou então saía e dê espaço a quem tem compromisso.