De acordo com os dados do novo Levantamento Rápido de Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (Liraa), do Ministério da Saúde (MS), 142 municípios baianos estão em risco de surto de dengue, zika e chikungunya, 178 estão em alerta e 95 estão com situação satisfatória. A classificação é apontada por meio do índice de infestação predial (IIP), que acima de 4 representa risco. O número satisfatório é até 1.

Com índice de 28,6, o município de Itiúba possui o maior IIP de todo o país. Salvador, com IIP de 1,8, está fora da lista de risco, mas na faixa de alerta. Os números do MS são quase os mesmos do boletim epidemiológico de arboviroses realizado em março deste ano pela Secretaria da Saúde (Sesab), quando 141 municípios estavam em situação de risco. Pelo levantamento do MS, o armazenamento de água no nível do solo, como em tonel e barril, foi o principal tipo de criadouro no Nordeste.

Segundo dados da Sesab, de janeiro a março deste ano, foram 11 registros de ocorrência simultânea das três arboviroses em 11 municípios. Ainda de acordo com o órgão, houve redução de 93,7% dos casos notificados de chikungunya, se comparado ao mesmo período de 2017 (5.197 casos). Com relação aos casos notificados de zika, na mesma comparação, houve redução de 81,19%, ante os 1.069 casos registrados em 2017.

Também caíram os números dos casos notificados de dengue, de 4.349 casos de janeiro a março de 2017 para 1.244, em uma redução de 71,4%. De acordo com a assessoria da Sesab, as ações de combate às arboviroses são definidas pelos municípios. No momento, segundo o orgão, não há campanha de prevenção. “A Sesab sempre solicita e recebe verbas do Ministério da Saúde. Os municípios recebem diretamente as verbas do ministério”, diz a Sesab, em nota. No portal do MS, o órgão destaca que tem garantido o orçamento crescente dos municípios. Segundo o MS, o volume de recursos para as ações de vigilância em Saúde passou de R$ 924,1 milhões em 2010 para R$ 1,94 bilhão em 2017.

Na capital baiana, o Liraa realizado entre os dias 9 e 13 de abril, pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), revelou que dos 12 distritos sanitários de Salvador somente o de Brotas possui índice satisfatório (0,7). Dez estão na faixa de alerta, e o distrito do subúrbio ferroviário apresenta índice de risco (5,0), sendo o bairro de Fazenda Coutos o que possui maior índice de infestação (10,1).

Com isso, de acordo com a assessoria da SMS, dentre as ações para diminuição do IIP estão mutirões de limpeza em bairros prioritários, em parceria com a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb); visitas a residências, trabalhos de manejo ambiental, limpeza, remoção e descarte de lixo ou outros materiais que possam se tornar criadouros.

O levantamento feito pela SMS havia apontado que o IIP da capital baiana, naquele período, havia passado de 1,8 para 2,7. Por outro lado, o número de casos confirmados de dengue, zika e chikungunya, entre janeiro e abril, teve redução quando comparado ao mesmo período de 2017.

Segundo a SMS, entre janeiro e abril deste ano, 704 casos de dengue foram notificados, contra 1.075 no mesmo período de 2017. Em relação à zika, o registro foi de 36 suspeitas de infectados até abril, ante 135 no ano anterior. No caso da chikungunya, foram 29 ocorrências sob suspeita contra 118 notificações nos primeiros quatro meses do ano passado.


Vigilância epidemiológica afirma que há erro de cálculo

Municípios baianos como Itiúba e Senhor do Bonfim estão no topo de uma lista divulgada pelo Ministério da Saúde como as localidades com o maior índice de infestação predial de larvas do Aedes aegypti, de acordo com o Levantamento Rápido de Índices de Infestação (Liraa), o que os deixa em situação de risco para doenças transmitidas pelo mosquito.

A cidade de Itiúba (a 371 km de Salvador) é a primeira no Brasil e consta na lista com 28,6% das casas com larvas do mosquito. Mas, segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Rosane Dias, houve erro na execução dos cálculos. 

“Estamos refazendo e vamos encaminhar ofício ao Ministério da Saúde, comunicando que esses números não são reais” disse. Ela salientou que no último levantamento, o índice ficou em 3,6% e que medidas para redução estão sendo adotadas. 

Sobre as principais doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, ela afirmou que, embora tenha havido seis casos suspeitos de dengue, dois de zika e dois de chikungunya, nenhum foi confirmado este ano. “Ainda não ouvi falar de alguém com dengue, zika ou chikungunya em Itiúba”, disse a estudante Fernanda Vargas, 20, acrescentando que em anos anteriores soube de casos suspeitos. 

Com 22,2% de infestação predial, Senhor do Bonfim (a 389 km de Salvador) está na 5ª colocação entre os municípios brasileiros com os maiores índices. De acordo com o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Marlon Reis, os números estão altos porque em alguns bairros existem muitos depósitos de água, devido à distribuição irregular.

“Desenvolvemos todas as ações necessárias, desde a conscientização e o combate aos focos de larvas nas casas até a pulverização de inseticidas com as bombas costais”, afirmou, enfatizando que 98% dos focos estão dentro das residências.

Ele reconheceu que os números apontam alto risco para a ocorrência de surtos e disse que outras ações também já foram adotadas, como mutirões de limpeza e faxinaço. Acerca das doenças transmitidas pelo mosquito, Reis lembrou que, em 2015 e 2016, a cidade teve um surto de dengue com 182 e 256 casos confirmados respectivamente. Este ano, apenas um caso foi confirmado. No mesmo período, os casos confirmados de zika foram 5 e 10 respectivamente. Em 2018, nenhum caso foi confirmado, segundo o coordenador da vigilância epidemiológica de Senhor do Bonfim.

O 12º município brasileiro com maior índice de infestação é Caldeirão Grande, com larvas encontradas em 19,3% das casas visitadas. 

Os demais municípios baianos que estão na lista são Jaguaquara, com 18,3%; Wagner e Cafarnaum, com 18,1%; e o município de Valente, com 18%.

Via: Henrique Almeida, Rita Conrado e Miriam Hermes
Fonte: A Tarde

Nesta quinta (27) por volta das 9h, foi determinado pelo comandante da 74ª CIPM o deslocamento da viatura após o recebimento da denúncia de que no Distrito de Abóbora em Juazeiro, no norte da Bahia, haveria uma criança sendo mantida em cárcere privado. Chegando ao local - a avó da menor R.A.O. informou onde estava ocorrendo o crime.

Os policiais deslocaram-se até o local e ao chegarem encontraram a vítima e o acusado - o senhor Ygor da Silva, para surpresa da guarnição a vítima afirmou que não somente estava sendo mantida presa, mas também sofreu abuso sexual, sendo confirmada conjunção carnal pela mesma. 

Diante da barbaridade do fato, o acusado, a vítima juntamente com a mãe, que serviu como testemunha foram encaminhadas à Delegacia. Diante de fatos como esse é indispensável o apoio da comunidade que presencia tais crimes, mas que na maioria das vezes prefere silenciar-se. Não silencie, proteja as crianças e adolescentes, denuncie.


Postado via Jaguarari Notícias

Uma mulher identificada como Marineide Conceição, 40 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (27/06) no Hospital Municipal de Jaguarari, após ser atacada por um enxame de abelhas. 

De acordo com as informações, o ataque teria acontecido por volta das 08h40 quando a vítima foi até o quintal de sua residência, localizada à Rua do Matadouro, a mesma ainda correu pra dentro da casa bastante ferida, o SAMU socorreu a vítima até o HMJ, onde não resistiu e veio a óbito. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar a colmeia e evitar novos ataques. 

Portal Jaguarari

A prefeitura de Jaguarari, através do setor de licitações, abriu PROCESSO DE CREDENCIAMENTO onde poderão participar Pessoas Físicas ou Jurídicas Especializadas, para a prestação de serviços em especialidades na área de saúde e serviços médicos, inclusive plantões, para atender as demandas da saúde no município. Dentre as condições para a participação estão:
a) Ser médico, devidamente inscrito no respectivo Conselho Regional de Medicina, no caso de serviços médicos;
b) Ser nutricionista, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, odontólogo, educador físico e/ou psicólogo, devidamente inscrito nos respectivos Conselhos Regionais de cada categoria;
c) Empresas cuja atividade refira-se e seja compatível com o objeto Licitado.
Os envelopes contendo as propostas, bem como toda a documentação exigidos no Edital, poderão ser entregues e protocolados, a partir do dia 26/06, no Setor de Protocolos da Prefeitura Municipal de Jaguarari, situado à Praça Alfredo Viana nº2 – Centro Jaguarari – BA. O Credenciamento terá validade de até 12 meses.
Com este credenciamento, a prefeitura de Jaguarari espera completar o quadro de médicos dos Postos de Saúde da Família, além de permitir o acesso a mais de 14 especialidades, dentre elas fonoaudiólogo, cardiologia, ortopedia, urologia, pediatra e fisioterapia.
Todas as informações e edital, contendo números de vagas, cargo e remuneração estão disponíveis no setor de licitações ou no link: www.jaguarari.ba.io.org.br/transparencia/licitacoesNovo/-/-/-/2018/0/419

ASCOM - Prefeitura de Jaguarari

Um triste e lamentável fato em Jaguarari, denunciado por este meio de comunicação (Jaguarari Online), no último dia 18 de junho, onde mostramos crianças e adolescentes praticando aula de capoeira no meio da praça, porque a direção da Escola Municipal João Ferreira Matos, conforme apuramos com a mestre de capoeira, Amazonas; desde o ano passado (2017), tem solicitado o uso do ginásio poliesportivo, mas sempre é negado sob diversas alegações (má vontade).
Por mais absurdo que seja, o mesmo ginásio serve constantemente para a realização de atividades totalmente avessas à sua função, um absurdo e uma falta de sensibilidade inaceitável, já que se trata de um patrimônio público. Conforme apuramos, no último domingo (24/06), o ginásio foi utilizado para a festa de um bloco junino (nada contra o bloco), mas se não pode ser “emprestado” às crianças e adolescentes da capoeira, por que emprestar para eventos que não são esportivos? Será se a direção da EMJFM possui conhecimento que no piso da quadra, para a conservação, deve ser utilizado calçado específico? E a secretaria de educação, prefeitura e demais representantes do povo, ficarão “cegos” a esta situação, até quando?
Jaguarari, definitivamente, continua no “cortejo fúnebre” do esporte local: campeonato municipal de futebol, não tivemos em 2017 e neste ano, com as condições atuais do gramado, fazê-lo seria o maior delito de uma gestão! Futsal, não existe, mesmo com três ginásios (2 na sede e 1 em Pilar); atletismo, mesmo sendo um município com tantos atletas, só vemos nossos guerreiros competirem em outras regiões; copa rural nem se ouve mais falar. Afinal, como os gestores (passado e atual) pensam em valorizar a prática esportiva em Jaguarari?
Vamos aguardar, sentados, que as competições aconteçam, que a cultura e o lazer um dia sejam enxergadas como essenciais em um município rico e de gestores pobres.



Foto: Portal Jaguarari

No último final de semana, a prefeitura de Jaguarari realizou os festejos em comemoração ao Santo Padroeiro da cidade São João Batista, foram 03 dias de muita festa e alegria, na última noite dos festejos juninos o público lotou o forródromo. Tulinho começou a noite esquentando o frio que se fazia garantir o clima para uma noite de São João, logo em seguida o sanfoneiro Mailton do Acordeon puxou o fole e fez o público arrasta o pé com grandes sucessos juninos. As atrações Pega Leve, Nino Coutinho, Carlinhos Caiçara e Tinho do Acordeon levaram o público ao delírio curtindo grandes sucessos do momento e recordando tantos outros sucessos inesquecíveis que não pode faltar em uma festa junina, mesclando com outros ritmos do momento, contagiando a todos os presentes.
O público compareceu em massa, o evento não teve ocorrências policias no circuito da festa, tudo aconteceu na mais pura harmonia e tranquilidade. Os barraqueiros e ambulantes superaram as expectavas de vendas para os 03 dias de festa, que movimentou o comercio local.  
Agora, o Arraiá do Arrastá Pé se estende para o Distrito de Pilar, a festa em comemoração a São Pedro acontecerá dias 07 e 08 de julho e contará com grandes atrações como Seu Maxixe, Leno, Nino Coutinho e Banda Imortal e várias outras atrações que irão compor a grade de programação. Na quinta feira que antecede o evento irá acontecer o forró na feira já entrando no clima de São Pedro, na sexta feira a partir das 21h acontecerá o esquenta de São Pedro aguardando a alvorada na praça Terra Nova, o evento contará com atração que irá tocar até o início da alvorada que começa às 3h30. A concentração acontecerá em frente a Subprefeitura.

ASCOM - Prefeitura de Jaguarari 

O São João de Jaguarari, “Arraiá do Arrasta Pé” – 2018, alvo de críticas e elogios, conseguiu superar seus próprios recordes. O público, que aumentou consideravelmente do primeiro para o segundo dia, compareceu maciçamente no domingo (24/06); a expectativa dos fãs de grandes atrações, que esperavam um fracasso no palco por não ter bandas ao nível de anos anteriores, foi por água abaixo; pois apesar de tudo, os artistas da terra e regionais deram um show, agradaram geral e arrancaram elogios dos presentes.
O que chamou a atenção, negativamente, foi a organização. Um evento com a dimensão de um festejo de São João, não pode ter a programação a disposição do público sem uma coordenação ativa, sem pessoas responsáveis e com poder de solução. O que se viu, além das belas apresentações, foi uma grade não cumprida, um som meia boca e a ausência de artista que constava na grade, mas não apareceu. E o que dizer de shows que a população pagou por 1h30 de duração e só recebeu 40 minutos? Pode isso produção? Mas tudo isso passa por uma falta de planejamento, pela deficiência de equipe “numerosa”, porém ausente.
Desejamos e torcemos, que este ano seja feito de laboratório para a atual gestão, para que nos próximos anos não caíam nos mesmos erros, e que o dinheiro público pago as atrações, retornem na exata duração contratada.

O segundo dia do Arraiá do Arrasta Pé, em Jaguarari, que aconteceu neste sábado (23.06), superou todas as expectativas! Após o fracasso, em termos de público e atrações renomadas, do primeiro dia, o público compareceu maciçamente (levando-se em conta o apelo das atrações), superando, inclusive outros anos com atrações mais renomadas.
Várias pessoas comentavam positivamente da qualidade das atrações, que resgataram os velhos tempos do autêntico forró, sem letras apelativas ou gesticulações de conotação sexual, e de fato isso foi um ponto forte que precisa ser avaliado nos próximos anos.
Agora os maiores destaques deste 23/06, ficaram por conta da Banda Paixão de Vaqueiro, único até então a “sugar” o público presente para a frente do palco. Paixão de Vaqueiro, uma prata da casa, conseguiu arrancar as letras de seus sucessos da boca da galera, sem contar que segurou o público até o último instante, apesar de seu show ter começado tarde. Antecedendo a Paixão de Vaqueiro, Flávio Baião, um forrozeiro nato, agradou a todos os presentes e o que dizer do retorno da Banda Trem de Luxo? Este show era esperado por muita gente que viveu os tempos de sucesso no anos 90, mas o atraso da primeira atração, Flor da Laranjeira e a falta de organização nos horários, levou todas as demais atrações a se apresentarem atrasadas, demonstrando claramente a falta de equipe organizada e comprometida com o que se propuseram em fazer, equipe essa, diga-se de passagem, que parte de seus “membros”, estava em Bonfim no forró do Sfrega. Estes aspectos precisam ser revistos pela administração, equipe que se propõe a fazer algo, precisa está 100% comprometida ou então saía e dê espaço a quem tem compromisso.

A terceira e última do Arraiá do Arrasta Pé, em Jaguarari, encerra os festejos do padroeiro São João Batista com a expectativa de um público ainda maior que da 2ª noite. A festa ficará por conta das seguintes atrações:

·        Xote Raiz
·        Tulinho e Banda
·        Mailton do Acordeon
·        Forró Pega Leve
·        Nino Coutinho e banda Imortal
·        Carlinhos Caiçara
·        Tinho do Acordeon

A segunda noite do Arraiá do Arrasta Pé, em Jaguarari, foi marcada pelo encontro de vários artistas da terra. A noite começou ao som das Bandas Mega Show e Flor de Laranjeira que veio com um repertório variado, tocando grandes sucessos, relembrando os tradicionais sanfoneiros da cultura popular nordestina. Em seguida foi a vez de Jota Carlos mostrar um repertório variado e animador, que levou o público a vivenciar grandes sucessos. A noite se estendeu com muito forró, pela primeira vez em Jaguarari o sanfoneiro Flávio Baião se apresentou e recordou os grandes sucessos do Rei do Baião e tantos outros sanfoneiros. A Banda de Forró Paixão de Vaqueiro, empolgou o público presente que respondeu com entusiasmo e alegria ao convite da banda para dançar os grandes hits do momento. Para fechar a noite, aquela que já fez muito sucesso na cidade e toda a região, retornou na noite de ontem contagiando aos presentes, a Banda Trem de Luxo que voltou a tocar em Jaguarari depois de vários anos, mostrou um show eclético e repertório variado no cenário artístico musical.
Os barraqueiros, por sua vez, tiveram um movimento bem melhor que a noite anterior; na noite de São João, o público compareceu para prestigiar os artistas e se divertirem a valer dançando muito forró.
Para a noite de hoje (24), é esperado um público ainda maior desta edição do Arraiá do Arrasta Pé, com os shows de Elisson Castro e Forró Pega Leve, Carlinhos Caiçara, Nino Coutinho e Banda Imortal, e o sanfoneiro Tinho do Acordeom, que depois de alguns anos volta a tocar na sede do município. Além destas atrações Tulinho e Banda e o sanfoneiro Mailton do Acordeom irão animar a noite de hoje a partir das 19h.


ASCOM - Prefeitura de Jaguarari

Na última quarta-feira, dia 20, iniciou se a audiência de instrução e julgamento de Anderson Nunes Monteiro, no fórum do município de Jaguarari, acusado da autoria do homicídio contra Dona Querubina Marques de Souza (69 anos), fato este acontecido em 26 de novembro de 2017.

De acordo com a Perícia Técnica, Dona “Bina” foi morta com pauladas na cabeça. O crime chocou a comunidade de Pilar e teve repercussão nacional, na época, após a notícia do crime ganhar ampla repercussão nas mídias estaduais, e até mesmo nacional.

A Polícia Civil de Jaguarari deu início a coleta de informações para nortear as investigações. Analisadas todas as possíveis linhas investigatórias, a PC começou a montar as peças do quebra cabeça ao ouvir testemunhas que contribuíram com a elucidação do crime.

De suspeito a autor

Ao cruzar todas as informações e ter testemunhas que disseram ter visto dona “Bina” passando para o local onde foi encontrada morta, sem ninguém a seguindo e outras testemunhas que confirmaram que Anderson teria saído de uma chácara no mesmo horário em que coincidia com instantes antes da morte de “Bina”, Dra. Maria Elisa Padilha ouviu chegou a conclusão que havia uma grande contradição no depoimento do então suspeito, já que ele teria dito que havia estado em um clube em Pilar e em seguida teria ido embora dormir, por volta das 3h30min, versão divergente das apresentadas pelas testemunhas.

Confrontado pelos depoimentos, Anderson se contradisse e mudou a justificativa, mas não conseguiu provar a inocência, sendo então, diante de todas as evidências, testemunhas e contradições, preso pela autoria do crime, mais uma vez a defesa patrocinada pelo Escritório de Advocacia Pedro Cordeiro e advogados, representado pela advogada Débora da Silva Livramento, conseguiu prova a inocência de Anderson, neste caso

Vale lembra que Anderson também foi acusado de ter matado REGINALDO CARDOSO DA SILVA, conhecido como “Lobisomem” de 44 anos foi morto a golpes de garrafa, no distrito de Pilar, foi encontrado desacordado e socorrido a hospital e faleceu horas depois. A vítima teve perfuração na jugular o que fez o mesmo perder muito sangue além de ferimentos na cabeça, com suspeita de afundamento de crânio, a qual foi submetido ao Júri Popular e foi declarado Inocente, tendo na época também os Advogados Associados Pedro Cordeiro, que no plenário, atuaram o criminalista bonfinense Pedro Cordeiro e Luane Ventura.

Em contato com o Criminalista Bonfinense Pedro Cordeiro, “…parabenizou a Dr. Deborah pelo belo trabalho, passando a dizer o seguinte, nos preocupa acusações infundadas, em que é submetido sobre apenas em investigações por parte da Policia, sempre tenho dito cuidado na hora de acusar e agora como fica a situação de Anderson, a qual sofreu com estas acusações e saiu a nível nacional, será que as Autoridades vão pedir desculpas, agora que inocentado…”
Fonte: Bonfim Notícias

A banda que fez história em Jaguarari nos anos 90, Trem de Luxo retorna a Jaguarari neste sábado (23/06) cercada de uma grande expectativa. A banda Paixão de Vaqueiro, outra que vem fazendo sucesso em vários estados do Nordeste e Centro-Oeste, também se apresentará hoje a noite.
A expectativa, para o segundo dia de festejos juninos, é que supere o público do primeiro.

O tão comentado “Arraiá do Arrasta Pé”, criticado por muitos, elogiado por alguns e ignorado por outros tantos, foi no seu primeiro dia, uma festa que teve de tudo um “tiquinho”. O “camarote do prefeito”, espaço tão criticado pela população nas gestões de Antônio Nascimento (PT), não recebeu “as visitas” esperadas, serviu apenas de mais um “enfeite” em meio a tantos outros sem expressão, sem graça e sem contexto. O público? Ah o público, este compareceu, em uma quantidade, digamos assim, básica, nada além do esperado. O povão, sabe aquele povão que lota a frente do palco? Este não compareceu, pois não havia no palco os seus ídolos musicais, apesar da boa qualidade das apresentações, fora que, aquele povão é aquele mesmo que, em sua maioria, trabalha em regime de contrato, que em anos anteriores recebia em torno de 40 a 50% do salário, mas neste ano não recebeu e o reflexo não poderia ser outro. A ornamentação da cidade, como um todo, foi vista, notada? O prefeito atual, compareceu, se dirigiu aos poucos foliões presentes, mostrou uma boa simpatia, que de certo modo foi recíproca, mas... onde ficaram seus secretários (salvo um ou outro presente), seus “comissionados”, seguidores? Foram algumas das perguntas que ouvimos dos presentes.
Agora o talento dos artistas locais que se apresentaram, a exemplo de Vitor & Lucas e a banda Forró Xaveco, sem esquecer o talentoso Cris Azevedo, fizeram a diferença e esbanjaram qualidade, e isso não pode ser esquecido e abafado em meio as críticas, pois este mérito é sim, da gestão. Mas não se faz um evento do porte do São João de Jaguarari, apenas com a prata casa, os foliões e turistas esperam algo mais, e, se citarmos os barraqueiros que dependem de público...
Definitivamente, o “Arraiá do Arrasta Pé”, não possui cacife algum, para ser comparado com nenhum outro, este será único e exclusivo, onde se priorizou a economia (extrema), as recomendações do MP e o “gosto” musical de um grupo restrito de pessoas, destas, “organizadoras”, que se quer apareceram para “prestigiar” o espetáculo.

A primeira noite do Arraiá do Arrasta-Pé foi marcada pelo encontro de muita animação e alegria pelas pessoas que estiveram presentes. Com as várias atrações locais, que deram um verdadeiro show de forró, o evento ainda contou com a banda de forró Pegada das Antigas, que cantou grandes sucessos que marcaram época nas festas juninas.
O Prefeito do Município esteve presente e desejou a todos que venham participar nesses 03 dias de festa com muita alegria e animação, que são peculiares do povo jaguarariense.

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari

Cerca de 30 mil pessoas estiveram na quinta-feira, 21,no Espaço Gonzagão para curtirem o primeiro dia de arrasta pé no São João de Senhor do Bonfim.

A festa começou oficialmente com a abertura dos festejos pelo prefeito Carlos Brasileiro, após receber simbolicamente a chave da cidade das mãos da Rainha do Milho, Maria Clara.

Brasileiro estava acompanhado pelo vice-prefeito, Zé Antônio, deputados, secretários de municipais, vereadores, lideranças e prefeitos da região.No palco principal, a festa começou com manifestações culturais, e em seguida ,a banda bonfinense Forró Xaveco abriu a sequência de atrações musicais que esquentaram o público.

O cantor Gabriel Diniz foi a primeira atração nacional que levou ao delírio a multidão com seus sucessos e muita irreverência. O tradicional forró pé de serra foi embalado pelo filho da terra, Cicinho de Assis e sua filha Julie Assis. O cantor Dorgival Dantas encerrou o primeiro dia com seus maiores sucessos até o sol raiar.

A festa continua nesta de sexta-feira ,22 de junho, com Renan Mendes Jorge de Altinho, Paula Matos e Wallas Arrais. Sexta também acontece a abertura do Espaço Assis do Acordeon que vai apresentar muito forró para o público bonfinense e visitantes, das 15h às 22h, na Praça Nova do Congresso.

Outra atração da Capital Baiana do Forró que vai até o próximo domingo,24, é o passeio no Trem do Forró, a viagem ao som de muito forró acontece pela manhã e tarde - saindo da Estação Ferroviária. A expectativa da prefeitura de Senhor do Bonfim é receber mais de 200 mil pessoas durante os dias de São João.

No Espaço, os forrozeiros contam com a Polícia Civil, Bombeiros e Polícia Militar, com mais de 50 policias realizando patrulhamento no circuito. Para reforçar a segurança a prefeitura contratou 45 seguranças particulares.

A equipe da Secretaria de Saúde também está presente, com um posto médico à disposição para atendimentos emergenciais e orientações para os forrozeiros.

ASCOM - Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim - BA

MARI themes

Tecnologia do Blogger.