A vacinação contra a febre aftosa na Bahia foi prorrogada até o dia 15 de junho, segundo informações da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adab). A imunização começou no dia 1º de maio e, inicialmente, iria até hoje, 31.
Conforme a Adab, a prorrogação se deu por conta do desabastecimento de vacinas nos últimos dias em algumas regiões do estado, seguida dos impactos sobre a distribuição e vacinação.
Ainda de acordo com a agência, até o dia 21 de maio a Bahia tinha recebido 7.798.480 doses de vacina contra febre aftosa, das 11.600.000 previstas. O estoque atual é de 4.076.650 doses. No entanto, segundo a Adab, a maioria da carga encontra-se estocada nas distribuidoras, devido às restrições de logística para distribuí-las junto aos revendedores.
A Agência de Defesa Agropecuária do Estado informou que 9,8 milhões de animais devem ser imunizados na Bahia. A meta estabelecida representa 96% da taxa de vacinação do rebanho.
Na segunda fase da campanha, os produtores têm até 15 dias para declarar a vacinação junto a Adab pela internet, no site da agência, ou nos escritórios do órgão distribuídos pelo estado.
Segundo a Adab, o produtor deve adquirir as vacinas em uma revendedora autorizada ou loja de produtos agropecuários devidamente cadastrada na agência, EM JAGUARARI A ÚNICA LOJA AUTORIZADA É A PROVET, DO VETERINÁRIO RODRIGO CRUZ, situada na Praça Lauro de Freitas (Praça da feira).

De acordo com a Adab, a Bahia está livre da febre aftosa há 21 anos. O objetivo é manter o estado com status de zona livre da doença, concedido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), pelo 17º ano consecutivo.
A Adab alerta, os proprietários que não vacinarem o rebanho durante o período da campanha, e não fizerem a declaração serão multados no valor de R$ 53 por cabeça não vacinada e R$ 160 por propriedade não declarada, ficando impedido de vender ou transportar o rebanho.
A agência ressalta, ainda, a necessidade da vacina contra a Brucelose. O produtor deverá declarar outros animais como equídeos, ovinos, caprinos, suínos, aves e peixes.
Ao manter o cadastro atualizado, o produtor pode ter acesso aos programas do Governo, com distribuição de animais, milho e financiamentos bancários.

A FEBRE AFTOSA
Segundo a Adab, a febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta animais de casco fendido, como os bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. Pode ser transmitida principalmente pelo contato entre os animais doentes e sadios. O vírus pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas que entrem em contato com animais doentes.
Em nota, o diretor de Defesa Sanitária Animal, Rui Leal, explicou que “a enfermidade provoca restrições sanitárias e comerciais ao estado e ao país, desvalorização no preço da arroba, desemprego no setor frigorífico e pode causar embargos comerciais a outros produtos, como o farelo de soja, frutas e exportação de carne de frango e suína, além de grande impacto social e econômico”.

DECLARAÇÃO VIA WEB
Para ter acesso à declaração da vacina via internet, o produtor deve colocar login e senha no portal e será direcionado para a tela do serviço, onde irá gravar a evolução do rebanho, informar os nascimentos e mortes, e declarar o rebanho existente e vacinado.
Além disso, o sistema permite consultas à Ficha Sanitária e a emissão da Guia de Trânsito Animal – GTA, desde que o produtor cadastre antes, junto ao Escritório da ADAB, um valor pré-pago para emissão da GTA.
A Adab informou que produtor que ainda não tiver senha de acesso ao sistema, deve se dirigir a um dos escritórios da agência, com documento de Identidade e CPF; comprovante de residência; e documento que comprove a titularidade da propriedade; conforme estabelecido na Portaria Adab N° 115/2014. No caso de arrendatário, apresentar o Contrato de Arrendamento, Aluguel de Pasto, Comodato ou Parceria.
Mais informações estão disponíveis no tutorial disponível no site da Adab ou pelos telefones (71) 3116-7861/7824/8427.

*Por G1 BA

A  Polícia  Federal  deflagra,  na  manhã  desta  quarta-feira (30), a operação Juramento  de  Hipócrates  visando  desarticular  e  investigar  organização  criminosa suspeita  de  desviar  mais  de  R$  3,2  milhões  em  verbas  do  Sistema Único de Saúde (SUS), e  do  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) repassadas  ao  município de Itapebi,  região sul  da Bahia. 
Segundo a polícia, durante  as  investigações,  a polícia identificou o  esquema  criminoso  funcionava através  da  constituição  de  empresas  fictícias,  que  eram utilizadas  pelos envolvidos  para  fraudar  as  licitações  realizadas  pela Prefeitura,  dentre  as  quais para  a  aquisição  de  medicamentos  e  insumos  hospitalares, merenda  escolar  e livros didáticos.   Além de Itapebi,  há  suspeita  de  fraudes  semelhantes  em  outros  municípios baianos,  cujo  valor  total  dos contratos  gira  em torno  dos R$  14  milhões. 
Cerca de 60  policiais  federais  cumprem  21  mandados  de  busca expedidos  pela  Justiça  Federal  de  Eunápolis.  A  ação  ocorre  nas  cidades  baianas de  Floresta Azul,  Itabuna, Ilhéus, Itapebi, Itororó, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Uruçuca e Vitória  da  Conquista.   
Segundo a PF, são  investigados  políticos,  empresários  e  advogados.  Eles  responderão  pelos crimes  de  fraude  à  licitação  e  organização  criminosa. A  operação foi batizada Juramento  de  Hipócrates  em  razão  de  um  dos  líderes do  esquema  criminoso  ser  médico  e,  não  obstante,  ter  quebrado  o  juramento solene  de  exercer  a medicina  com  honra  e  para  o bem  da  humanidade.

A Prefeitura de Jaguarari torna público as atrações musicais dos festejos do Distrito de Gameleira que acontecem nesta quarta (30) e quinta-feira (31) de maio. O Governo Juntos Construímos Mais, atendeu ao pedido dos moradores e trouxe as melhores atrações, dentro do orçamento permitido pela recomendação do Ministério Público. O município enfrenta sérias dificuldades, mas o prefeito Fabrício D’Agostino tem feito todos os esforços para manter a tradição cultural e também proporcionar momentos de integração entre as centenas de pessoas que se reúnem nesta época, assim como fomenta a economia local por meio das vendas.
Confira a programação completa dos festejos de Gameleira:

Quarta-feira, dia 30:
Jacó do Forró
Rosi e Banda
A Zorra
Bruno Boss
PEGA LEVE
Luan Lima
Rodrigo e os Malas

Quinta-feira, dia 31:
Os Boêmios
Henrique Martins
Tudo é Pagode
Show Mania
CARLINHOS CAIÇARA
Tinho do Acordeom
Prefeitura de Jaguarari
Juntos Construímos Mais

Na madrugada desta terça-feira (29), marginais arrobaram o Guichê de uma empresa de Transporte e da Lanchonete do terminal Rodoviário de Jaguarari. Já por volta das 11h da manhã, um bandido assaltou o Mercadinho Aquino, que fica próximo ao CETEP, este crime foi registrado pelas câmeras de segurança.

Pela manhã o responsável pela agência de transportes Gontijo e o proprietário da Lanchonete da rodoviária foram até a delegacia de Jaguarari prestar queixa e denunciar a ousadia dos meliantes. Segundo informações da fanpage Jaguarari News, os proprietários registraram boletins de ocorrências na delegacia de Polícia Civil. Da agência da Gontijo nada foi evado, apenas danos materiais, mas da lanchonete uma pequena quantia em dinheiro e três litros de whisky foram subtraídos.

Ficamos na torcida para a polícia botar as mãos nesses marginais e qualquer informação que possa levar a captura dos criminosos deve ser repassada à Polícia Civil pelo (74) 3619-2127 ou a Polícia Militar pelos números (74) 3619-2157 ou 99969-9091.

1. Reunião entre o SINDSPUJ e Governo para discutir e deliberar todo e qualquer assunto que envolve os servidores, em tempo não distante dos protocolos de solicitação neste sentido;

2. 15% (quinze por cento) de reajuste salarial com retroativo a fevereiro de tal ano, para todas as categorias de servidores, inclusive para os Agentes Comunitários de Saúde e os Agentes de Combate a Endemias que estão com piso defasado desde 2015;

3. 12% (doze por cento) de gratificação a ser instituída por lei para Auxiliar de Serviços Gerais, Agente de Limpeza Pública, Guarda Municipal, Cozinheira, Costureira, Agente de Infraestrutura, Operador de Bomba D`água, Auxiliar Operacional, servidores que ao longo de sua carreira nunca receberam salário base maior que o salário mínimo, apesar da luta incansável por salário base mais digno;

4. 6,81% (seis vírgula oitenta e um por cento) de reajuste para professor (conforme portaria ministerial que reajusta o Piso do Magistério), com retroativo a fevereiro do ano em curso;

5. Calendário de pagamento para os servidores públicos municipais;

6. Condições dignas de trabalho, incluindo material de qualidade e adequado para todas as categorias de servidores existentes;

7. Planos de carreira para todas as categorias de servidores com matrícula na PMJ;

8. Efetivação da periculosidade dos guardas municipais, conforme portaria nº 1885/2013;

9. Cumprimento pleno da lei: nº 772/2010, incluindo as regulamentações nela prevista;

10. Realização de Concurso público mediante estudo preciso para levantamento prévio de vagas reais;

11. EPI para o servidor ou à categoria que a ele fizer jus;

12. Ajuda de custo ou auxílio deslocamento para quem faz jus a tais direitos;

13. Décimo terceiro salário com base na remuneração integral e o pagamento respectivo da primeira metade no mês de aniversário de cada servidor;

14. Implementação das metas e diretrizes que deveriam haver sido cumpridas desde o primeiro ano de vigência do Plano Municipal de Educação - PME 2015/2025;

15. Carga horária de 6h ininterruptas para categorias de servidores que historicamente trabalham de tal forma ou em qualquer tempo por conta das especificidades laborais que justifiquem esse regime de trabalho;

16. Pagamento do quinquênio na forma determinada pelo Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de Jaguarari;

17. Insalubridade para os Auxiliares de Serviços Gerais que trabalham nas escolas e/ou qualquer outra categoria que justifique este direito;

18. Respostas aos protocolos do SINDSPUJ; 

19. Adicional noturno devidamente calculado de acordo com a legislação que institui este direito;

20. Concessão de 60% (sessenta por cento) do precatório do FUNDEF, para rateio entre os servidores vinculados a este fundo, logo que o montante respectivo entrar nos cofres da Prefeitura Municipal de Jaguarari (diálogo imprescindível entre SINDSPUJ, Poder Executivo, para analisar proposta de rateio deste sindicato);

21. Diálogo imprescindível para deliberar a forma mais adequada de aplicabilidade e distribuição dos 40% (quarenta por cento) deste precatório.

A Sessão da Câmara de Jaguarari, que julgará a denúncia contra Everton Rocha (cassado em outro processo e afastado pelo TJ-BA), pelo cometimento de crime político-administrativo ao entregar fora do prazo o projeto de Lei Orçamentária Anual, que estava marcada para esta terça-feira (29.05), foi adiada e será realizada na próxima segunda-feira (04.06) as 14h. De acordo com a publicação no Diário Oficial da Câmara, o motivo que ensejou a alteração da data do julgamento foi a situação de calamidade pública ocasionada pela escassez de combustíveis, que tem reflexos nos serviços públicos.
Com mais este julgamento, Everton Rocha entra para a história política de Jaguarari como o único prefeito a enfrentar 3 (três) processos de cassação de mandato e 1 (um) afastamento de 6 (seis) meses homologado pelo Tribunal de Justiça da Bahia, em apenas 15 meses de mandato.
No primeiro processo de cassação, realizado em 21 de fevereiro de 2018, 12 vereadores votaram pela cassação, foram eles: Dourival Borges, Márcio Gomes, William Rogers, Zé Galego, Val, Paulinho Morgado, Marcos Quito, Neném do Catuni, Josimar Zuza, Reges do Joel, Budé e Franco Melo.
No segundo processo, desta vez pela denúncia de fraude de licitação, denunciado pelo funcionário público Klynton Marceu, Everton Rocha foi cassado pelo placar de 10 a 3 com os votos de: Márcio Gomes, William Rogers, Zé Galego, Val, Paulinho Morgado, Marcos Quito, Neném do Catuni, Josimar Zuza, Budé e Franco Melo. Foram contra o processo: Dourival Borges, Louri e Reges do Joel.
Já a terceira denúncia – por atraso na entrega da LOA, formulada pelo Capitão da reserva da Polícia Militar, Jânio Pimentel, bastam apenas 9 votos favoráveis para impor a terceira cassação, algo inédito em toda a região norte da Bahia. Esta denúncia, de acordo com juristas consultados pelo Jaguarari Online, é a denúncia mais contundente de todas, pois está claramente prevista em Lei, não restando qualquer tipo de interpretação, apenas a votação para que a infração seja aplicada.

O promotor Igor Clovis Silva de Miranda, que vinha atuando no município de Jaguarari, como titular da Promotoria Pública, foi promovido para atuar no Ministério Público de Campo Formoso. Além de responder por Campo Formoso, Dr. Igor Miranda também responderá pelo município de Antônio Gonçalves.

Com a promoção de Dr. Igor, que saiu de uma instância inicial para uma instância intermediária, o promotor de Senhor do Bonfim, Rui Sanches, que também responde pelo município de Andorinha, ficará também respondendo temporariamente pelo município de Jaguarari.

Jaguarari Notícias 

Embasa registrou queixa e trabalha para retomar abastecimento até quarta-feira (30)

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que o fornecimento de água no povoado de Santa Rosa de Lima e nas localidades de Ocorrência, Queimadas dos Currais, Ipoeira dos Barros e Lagoa Redonda, em Jaguarari, foi afetado desde ontem (27) após vândalos danificarem equipamentos eletromecânicos do sistema de bombeamento de água que atende as comunidades.  A ação criminosa afetou mais de quatro mil pessoas, que ficarão sem água nas torneiras até a próxima quarta-feira (30), de acordo com a gerente da Embasa de Pilar, Samaia Félix. 

O ato foi registrado na Delegacia de Polícia para apuração e responsabilidade dos criminosos. A Embasa conta com a compreensão dos usuários dos serviços de abastecimento e recomenda o uso racional da água armazenada nos reservatórios domiciliares durante este período. 


Atenciosamente 

Assessoria de Comunicação da Embasa
(74) 3541- 8400

Um verdadeiro absurdo e um desrespeito com a saúde da população! Uma moradora do Distrito de Santa Rosa de Lima, interior de Jaguarari, foi até as redes sociais denunciar o abuso de uma farmácia daquela comunidade. De acordo com as informações postadas em uma rede social, a farmácia, ao que tudo indica se aproveitando da paralisação nacional dos caminhoneiros, vendeu dois medicamentos por preços muito acima do valor de tabela praticado na sede do município. O valor pago, segundo a moradora, foi de R$ 8,00 (oito reais) por um dipirona em gotas e R$ 20,00 (vinte reais) por um frasco de ibuprofeno. A equipe do Jaguarari Online pesquisou os preços em algumas farmácias aqui na sede a média de preço de um dipirona é de R$ 1,50 (um real e cinquenta centavos) e o ibuprofeno não passa de R$ 10,00 (dez reais).
À nossa reportagem, a moradora disse que se sente lesada e que estes abusos acontecem a muito tempo, mas ninguém tem coragem de denunciar e a situação é ainda pior pelo desabastecimento da farmácia do posto de saúde da comunidade, onde as famílias mais carentes sofrem nas mãos desta farmácia com preços abusivos em todos os medicamentos.
Esperamos que o setor a vigilância sanitária do município tome as devidas providências em relação a este caso, pois é dela que sai o aval para a liberação do alvará de farmácias dentro dos domínios da prefeitura.

O vereador Marcos Paulo (Quito de Santa Rosa) não tem medido esforços para levar água encanada para a comunidade de Favela na região de Santa Rosa de Lima. Quito sempre se sentiu incomodado com a situação lamentável das mais de 50 famílias que ali vivem, por ver a tubulação da rede da Embasa passar no terreiro das casas, sem que os moradores pudessem usufruir do líquido precioso. Depois de muitas conversas e cobranças, Marcos Quito conseguiu o apoio do Deputado Bobô (PCdoB), do ex-prefeito Antônio Nascimento (PT), da própria Embasa – que enfim aceitou colocar a rede e da Mineração Caraíba – que cedeu a máquina para fazer a escavação da rede para que a Embasa colocasse os canos. Uma das condições impostas pela Embasa seria que Quito fizesse as escavações como contrapartida, foi aí que o vereador buscou o apoio da Mineração, a qual cedeu o equipamento com a condições que o vereador assumisse o combustível e a alimentação do operador.
Todas estas etapas já foram cumpridas. A tubulação já se encontra no lugar. À Embasa falta apenas finalizar com a conclusão do cadastramento dos novos consumidores e a colocação do restante dos hidrômetros. Reuniões com os moradores já aconteceram, para orientar as famílias para um consumo consciente e eficaz.
“Aos moradores da Fazenda Favela, quero dizer que tenham só mais um pouquinho de paciência, pois longe já esteve, hoje faltam apenas detalhes burocráticos da própria Embasa para que a água comece a cair na torneira de suas casas. Aproveito para agradecer aos parceiros Dep. Bobô, o ex-prefeito seu Antônio e a mineração Caraíba) que contribuíram com a realização do sonho da comunidade e com o meu compromisso, como político e cidadão, de levar o mínimo de dignidade para estas mais de 50 famílias”, agradeceu Marcos Quito.
A inauguração, com toda a certeza, será um marco na vida de cada um dos moradores da Fazenda Favela e uma importante etapa do trabalho do nosso vereador Marcos Paulo de Almeida, sendo concretizada.


ASCOM – Vereador Marcos Paulo

O vereador Josimar Zuza (PP), com o apoio do Deputado Federal Mário Negromonte Júnior (PP), conseguiu junto a CERB um poço artesiano, que já foi perfurado, com uma vazão total de 36 mil litros por hora. O poço foi perfurado na comunidade de São José e será um grande aliado no combate aos efeitos da seca, principalmente para os pequenos criadores de animais. Moradores da comunidade que está sendo beneficiada com esta obra conseguida pelo vereador, agora não perderão mais seus animais por falta d’água e agradecem muito a luta e trabalho desempenhado por Josimar e o apoio recebido Negromonte Júnior, um dos poucos deputados a trazer benefícios para o município de Jaguarari.

ASCOM – Vereador Josimar Zuza

Na última quinta-feira (24), os comerciantes de Jaguarari, através da Associação Comercial, paralisaram por 1h suas atividades. O fechamento dos estabelecimentos comerciais foi uma forma de apoiar o protesto nacional dos caminhoneiros que se encontram em greve e reivindicam a redução do valor do diesel e melhorias nas condições de trabalho.
O protesto se deu de duas maneiras: fechamento das lojas e manifestação em frente a sede da Associação Comercial, com pronunciamentos de comerciantes/empresários em defesa da causa dos guerreiros das pistas.

O prefeito Fabrício D’Agostino recebeu na última quarta-feira (23) a confirmação que quatro comunidades do interior do município serão beneficiadas com o PAD, Programa Água Doce. As comunidades de Bruteiro, Lopes, Várzea e Arapuá Novo irão receber água potável oriundas dos poços artesianos já existentes e que passarão pelo processo de dessalinização. Após a implantação da adutora, a água dessalinizada será distribuída através de chafarizes em cada uma das comunidades atendidas, as quais gerenciarão o sistema com a supervisão da CERB e prefeitura, esta entrará com o fornecimento de energia para os equipamentos.
Para Fabrício D’Agostino, prefeito municipal, a chegada de mais esta conquista do município é um reflexo da confiança que Jaguarari vem reconquistando e também a dedicação dos deputados Ângelo Coronel, Mário Negromonte Júnior e o pré-candidato Diego Coronel, que tem dado um grande apoio na busca de meios de destravar projetos e recursos que se encontravam engavetados.


O prefeito de Jaguarari, Fabrício D’Agostino, regularizou o CauC (Cadastro Único de Convênios), em mais de 1 milhão de reais. O CauC funciona com o município, como o SPC/SERASA funciona com os clientes devedores: impede de fazer financiamentos/crediários. Jaguarari encontrava-se com o “nome sujo” e isso impedia que o município recebesse recursos para obras e equipamentos, oriundos do Governo Federal, bem como inviabilizava a celebração de novo convênios.
A pavimentação dos bairros Mata Funda e Mutirão estavam paradas havia mais de 1 ano e meio, segundo disseram Paulo Cerqueira (proprietário da empresa executante da obra), o vereador Franco Melo e o prefeito Fabrício, o atraso de mais de 15 meses se deu porque o ex-prefeito não teve a preocupação de deixar o CauC em dias, para os recursos fossem liberados facilitando a continuidade dos serviços e porque a empresa vencedora da licitação não era do agrado do ex-prefeito.
Logo nos primeiros dias de administração, Fabrício disse ter procurado resolver estas questões para que as obras de pavimentação de Mata Funda e Mutirão pudessem ser retomadas, pois segundo ele, o povo de Jaguarari não poderia continuar sendo penalizado por pessoas sem compromisso com a coletividade. D’Agostino, no lançamento do reinício das obras, na última sexta-feira (25), destacou que deste ano (2018) até o ano que vem, o município vai receber mais de 15 milhões em obras diversas e equipamentos. Dentre elas o calçamento de Flamengo que já foi assinada a ordem de serviço e deve está sendo iniciada nos próximos dias.

O movimento nacional dos caminhoneiros, que paralisaram a entrega de combustíveis em todo o país, forçou o prefeito do município de Jaguarari-Ba, Fabrício D’Agostino, a publicar Decreto de SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PÚBLICA devido a escassez de combustíveis nos postos que abastecem os veículos da administração. As medidas previstas no Decreto suspendem as aulas a rede municipal, as obras em andamento que usam equipamentos movidos a combustível, mas mantém os serviços essências, como coleta de lixo e transporte de pacientes de hemodiálise enquanto existir combustível nos veículos que prestam estes serviços.
Confira a íntegra do Decreto:


Contando com a presença do cantor Marcos Antônio "Negrão abençoado", a 1ª Igreja Batista Betesda de Jaguarari realiza a Cruzada Evangelística, dia 26 de Maio (Sábado) na Praça do Forródromo a partir das 19h, os anfitriões deste grande evento religioso os Pastores  Ana Soares e Marcelo Rocha convidam toda a população para prestigiar este momento de fé em comemoração ao mês das mães, o evento ainda contará com outros cantores.

Portal Jaguarari 

O ex-prefeito de Jaguarari, Everton Rocha (PSDB), será julgado pela Câmara de Vereadores, na próxima terça-feira, dia 29 de maio. Rocha, desta vez, é acusado de entregar fora do prazo, a LOA – Lei Orçamentária Anual, e poderá perder a possibilidade de retornar ao cargo, por já está cassado no Processo de fraude de licitação. Esta é a terceira vez, que Everton sofre um processo de cassação de mandato, fora que o referido ex-gestor também foi afastado pelo Tribunal de Justiça pelo prazo de 180 dias (6 meses).

O comércio de Jaguarari, em solidariedade e apoio ao movimento legítimo dos caminhoneiros, que buscam a redução dos preços e uma política de reajuste menos agressiva e abusiva, fechará as suas portas nesta quinta-feira, 24 de maio, a partir das 15h15. O apoio ao movimento faz-se necessário diante do cenário caótico em que se encontra as constantes altas dos preços do diesel e demais combustíveis. Ou a sociedade se mobiliza e apoia, ou em pouco tempo todos estes aumentos serão transferidos aos produtos e serviços consumidos diariamente.

A paralisação nacional dos caminhoneiros, um movimento que busca sensibilizar a sociedade e o Governo para rever as altas abusivas no preço dos combustíveis, o que tem causado enormes prejuízos à categoria, que não tem conseguido manter lucro frente aos custos. Consequentemente, o abastecimento de posto de combustíveis em Andorinha foi afetado e obrigou a suspensão dos transportes de professores para o interior do município e de alunos para a sede, mas nem assim, foi motivo para que a direção da Escola Márcio Seno, na sede, respeitasse a ausência dos estudantes que residem na Zona Rural e manteve as aulas, o que acarretará prejuízos a estes alunos.
A equipe do Jaguarari Online tentou, por diversas vezes, entrar em contato com a escola, sem sucesso.

O Ministério Público, representado pelo Promotor Dr. Igor Clovis Silva de Miranda e o Município de Jaguarari, na pessoa do prefeito Fabrício Santana D’Agostino, estiveram reunidos nesta terça-feira (22) onde foi assinado o CAC - COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA. O MP fez uma série de recomendações, todas elas contidas no CAC, que deverão ser cumpridas pelo gestor sob pena ser multado em R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) por cada cláusula ou parágrafo descumpridos.
O CAC limita a utilização de recursos públicos para o custeio de festejos, desde contratação de bandas (locais, regionais e nacionais) a locação da estrutura (palco, som, iluminação, banheiros químicos, segurança, alimentação, hospedagem, ornamentação, publicidade etc.). A intenção do MP é fazer com que o município não extrapole o valor previsto na Lei Orçamentária para festejos em detrimento do custeio de serviços básicos e essenciais. O instrumento (CAC) ainda limita o município a utilizar no máximo 50% (cinquenta por cento) da média dos últimos 3 (três) anos com despesas com eventos festivos. Assim, o município terá que adequar todos os festejos tradicionais ao valor previsto, em orçamento de 2018, para todos os eventos do município, ou seja, apenas R$631.000,00 (seiscentos e trinta e um mil reais), sem permissão para suplementação.
Mesmo com todas as limitações contidas no CAC, sendo elas visando o bom uso do dinheiro público, o prefeito Fabrício irá realizar todos principais festejos tradicionais do município, claro que, tudo dentro da realidade orçamentária e respeitando a orientação das Leis e do Ministério Público.

O Ministério Público do Estado Da Bahia, por seu Promotor de Justiça, Dr. Igor Clóvis Silva de Miranda, ajuizou AÇÃO CIVIL PÚBLICA COM PEDIDO ANTECIPATÓRIO DE TUTELA ESPECÍFICA contra o BANCO DO BRASIL S/A, por sua agência de Jaguarari/BA.
De acordo com a ACP, o Banco do Brasil S/A prestava serviços bancários Jaguarari/BA de forma contínua quando deixou de prestar serviços bancários na sede em outubro e no Distrito de Pilar em dezembro de 2017, após ser alvo de criminosos, esvaindo-se por completo todo e qualquer serviço prestado pelo BB nos limites do município.
O Ministério Público, por meio de sua Promotoria de Justiça, encaminhou ofício solicitando informações ao banco requerido acerca de como procederia com a prestação dos seus serviços bancários no território do município de Jaguarari. Contudo, notificado, a instituição financeira manteve-se inerte.
Devido a ausência da prestação dos serviços bancários, por delongado período, sem previsão de reinício das atividades, tem causado a número indeterminados de pessoas prejuízos de ordem financeira, física e moral, organismos representativos da sociedade local protocolaram representação no MP, com pedido de providências.
O MP também ressalta que os servidores públicos municipais recebem seus vencimentos por meio do Banco do Brasil S/A, tendo em vista contrato mantido entre a instituição financeira e o Poder Executivo, sem contar o número indeterminado de idosos que recebem suas aposentadorias no BB e, também os comerciantes que são amplamente prejudicados, todos pedem o retorno da agência.
Indistintamente, dos mais abastados aos mais vulneráveis, todos têm que se deslocar, com recursos próprios (inclusive quem não possui imediatamente tais recursos) para a mais próxima cidade onde há agência do Banco do Brasil, Senhor do Bonfim, que se localiza a distância aproximada de 25 km (do Distrito de Pilar, 93 km). 
Espera-se, a partir desta ação, que a Justiça encontre junte com o Banco do Brasil, uma solução urgente, pois a situação chegou a um patamar insustentável.
 


JAGUARARI - Apos Outeiro vencer a  equipe do Caçador (de Senhor do Bonfim), por 1 a 0 e Família Leite, vencer  Várzea Grande, também pelo mesmo placar de 1 a 0, as equipes vencedora na semifinal do campeonato de futebol do povoado de Jacunã, vão jogar a grande final da competição no próximo domingo, 27 de maio as 16 horas.

A competição vai premiar com 3 mil reais o grande campeão e 1.500 para o segundo, mil pro terceiro colocada, que vai ser disputado pelas equipes, Caçador e Várzea Grande, também no próximo domingo, onde a equipe que fica em quarto lugar vai deixa a competição com 500 reais. A disputa pelo 3º lugar, começa as 14 horas.

O campeonato de Jacunã vem sendo destaque desdo seu inicio, pela grande cotidade de publico que vai prestigiar os jogos. Por se tratar de uma final, a organização estima que nesse dia, por volta de 4 mil pessoas vão prestigiar os últimos jogos competição.

Com a organização de Ronaldo, Valtenei e Sandro, o campeonato tem o apoio da comunidade e do comercio local.

Jaguarari Notícias

O vereador Marcos Paulo, conhecido como Quito da Santa Rosa, conseguiu junto a CODEVASF – Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco, duas barragens: uma para a comunidade de Carro Quebrado e outra para a Fazenda Queimada dos Currais, no interior de Jaguarari. Marcos Quito, atendeu o pedido dos moradores de Carros Quebrado, e ao invés de construir uma nova barragem, ampliou a já existente, que agora passa a ter uma capacidade maior de armazenamento de água para o consumo animal, principalmente no período de longa estiagem. Já a Fazenda Queimada dos Currais ganhou uma fonte para armazenar água. As conquistas do vereador tiveram o apoio do Marcão da guarda e do Sr. Dalmo.
São muitas as ações que Marcos Quito tem buscado e conquistado para Jaguarari e parte delas estarão sendo divulgadas para o conhecimento de toda a população.

ASCOM vereador Marcos Quito

MARI themes

Tecnologia do Blogger.