MAIS MEDALHAS PARA A AASF/EAF NO CAMPEONATO BAIANO SUB 23

Depois de um sábado repleto de conquistas no SUB 23, a Escolinha de Atletismo Flamengo, através dos seus atletas inscritos pela Associação Atlética Simõesfilhense, ilustrou bem aquele célebre ditado: “Nada melhor do que um dia após o outro”.
Pois é, a equipe toda regressou e o Professor/Treinador da EAF permaneceu em Simões Filho para mais uma competição no domingo (08), juntamente com 08 atletas. Os resultados alcançados foram os melhores possíveis.
Jadson André, 21 anos, venceu a prova dos 1.500 metros rasos e participou da equipe campeã do revezamento 4 x 100 metros rasos.
Lucas Natan, 20 anos, foi vice campeão em duas provas, 200 e 800 metros rasos e também fez parte da equipe campeã do revezamento 4 x 100 metros rasos.
Adriano dos Santos, 16 anos, campeão dos 800 metros rasos.
Thiago Costa, campeão dos 3.000 metros com obstáculos e vice campeão dos 1.500 metros rasos.
Samuel Araújo, 20 anos, vice campeão dos 3.000 metros com obstáculos, terceiro colocado  nos 1.500 metros rasos e campeão do revezamento 4 x 100 metros rasos.
Rafael Nunes, 20 anos, vice campeão dos 100 metros rasos e campeão do revezamento 4 x 100 metros rasos.
Railane Batista, 18 anos, campeã dos 1.500 metros rasos.

Thaís Martins, 16 anos, vice campeã dos 1.500 metros rasos.
Portanto foram 05 de ouro, 06 de prata e uma de bronze, somando mais 12 medalhas para história clube e do projeto social.
O destaque, dessa vez, ficou por conta da presença do amigo desportista e treinador de Pilar Ivan Conceição e da organização , atenção e assistência da Federação Baiana de Atletismo aos atletas participantes.
Arbitragem muito atenta e qualificada, Hospedagem excelente para os atletas da AASF/EAF e convidado da Federação Pernambucana de Atletismo e medalhas para convidados, inclusive não federados que obtiveram resultado superior a algum dos três primeiros.
As atenções agora se voltam para a convocação do Troféu Norte Nordeste SUB 18, que acontecerá em Natal – RN, entre os dias 05 e 06 de maio, quando teremos a maior e melhor delegação de um selecionado baiano de atletismo de base enviado para uma competição regional, com exigência de ranking.