PREFEITURA DE JAGUARARI USA PÁGINA OFICIAL PARA “XINGAR” DE “FORAS DA LEI” VEREADORES E PREFEITO EMPOSSADO, MAS NÃO EXPLICA ONDE E COMO GASTOU MAIS DE 80 MILHÕES EM 2017

A política de Jaguarari nunca havia vivido um clima de rivalidade e desgaste extremo entre os poderes como o atual. Enquanto a economia do município agoniza, os serviços públicos não funcionam, pagamentos de servidores quinzenais constantemente atrasam, fornecedores e prestadores de serviços ficam sem receber, faltam medicamentos nas farmácias dos postos de saúde; a prefeitura municipal não mede esforços para atacar, desgastar e “xingar” de “foras da lei” os vereadores e prefeito empossado. Lamentável situação, pois incansáveis vezes, secretários e o próprio prefeito pediram “diálogo” entre executivo e legislativo, mas como? Com xingamentos, ofensas, ataques? Com toda esta disputa pelo poder, onde o prefeito Everton Rocha, cassado na Câmara por infração político-administrativo, por 12 a 1, “mirou” suas armas [midiáticas] em sua defesa, na tentativa de desgastar ao máximo a imagem dos edis, vem dividindo opiniões ao passo que também não demonstrou transparência quando evitou cumprir intimações da CPP 001/2017 para depor. Nesta quinta-feira (22), no “jornal” da rádio local, o procurador do município afirmou que em 2017 o município trabalhou com um orçamento superior a 80 milhões de reais, no entanto ocultou onde, como e com o que foi gasto todo o dinheiro que adentrou aos cofres do município, já que não houve nenhuma obra construída pelo governo do prefeito de Everton Rocha.
O povo, esse até aqui tem servido apenas de massa de manobra, onde as informações reais da verdadeira situação desastrosa em que o município se encontra tem sido ocultada em grande parte da imprensa, a realidade é evitada, ocultada ou simplesmente desconsiderada.