PREFEITO É INTIMADO, PELA TERCEIRA VEZ, A DEPOR NA CPP NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO

Foi intimado a depor na CPP – Comissão Parlamentar Processante 001/2017, na próxima quarta-feira (14) às 14h na Câmara Municipal de Vereadores de Jaguarari, o prefeito Everton Carvalho Rocha (PSDB), denunciado por cometimento de crime político-administrativo, por contratação e pagamento irregulares de veículos junto a empresa RGB Transportes e Locações, denúncia que foi acatada pela Câmara em 30 de novembro de 2017. Nas duas últimas datas marcadas para a oitiva, o prefeito não compareceu, apresentando como justificativa, atestados médicos com CID 09 (diarreia e gastroenterite de origem infecciosa presumível).
Dono de um discurso pautado na defesa da legalidade e compromisso com a justiça, o prefeito Everton Rocha, protelou (intencionalmente?) o seu direito de ampla defesa e contraditório por duas ocasiões, deixando a sensação de autocondenação (quem não deve, não teme – ditado popular). Se a intenção de Rocha era retribuir na mesma moeda a morosidade dos edis em aprovar a LOA 2018, este argumento não mais existe, já que a Lei foi aprovada na tarde desta quinta-feira (8).
Além do prefeito que foi intimado pessoalmente, serão ouvidas as testemunhas José Marcos Valentin Filho (empresa RGB), intimado através de seu advogado e Heliodoro Lucas Duarte Dourado.
Se faltar novamente a audiência de defesa, o prefeito Everton Rocha estaria fugindo deliberadamente de sua responsabilidade?

E você, qual a sua opinião: Se o prefeito não comparecer para depor, ele sinaliza culpa de sua administração e teme a punição ao crime fruto da denúncia?

Veja a íntegra das intimações clicando AQUI