VEREADOR WILLIAM ROGERS PRESIDIU AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE A LEI ORÇAMENTÁRIA 2018

De primeiro secretário a presidente, o vereador William Rogers presidiu a Audiência Pública que tratou sobre questões importantes da Lei Orçamentária 2018, realizada na tarde desta quarta-feira (17) na Câmara Municipal. Estiveram presentes os secretários do executivo, com exceção da secretária de desenvolvimento social e o secretário de meio ambiente, Núbia Requião e Paulo Gonçalves, respectivamente.
A audiência teve início com uma apresentação simples, em um slide muito sintetizado, que se limitou a alguns conceitos, nada que uma breve pesquisa no google não resolvesse.
Dos secretários presentes, Edinéia (Educação), José do Vale (Administração), Marquinhos (Saúde) e Celso Bonfim (Agricultura) se pronunciaram, mas nenhum soube explicar as ações e valores desenvolvidos em 2017 e o que pretendem  desenvolver e quanto precisam em 2018.
O vereador Franco Melo pontuou aspectos importantes que atendam o homem do campo, dentre outros, e sugeriu que os secretários apresentassem sugestões para as suas referidas pastas, no entanto, na audiência nada foi apresentado.
O vereador Val destacou, entre outros, a construção de um abatedouro que venha a atender os criadores de Jaguarari.
Já o vereador Neném do Catuni frisou que o município tem meios de continuar a trabalhar, mesmo sem a aprovação da LOA, que será aprovada conforme as adequações à realidade, disse ainda que o executivo e secretários não têm razão em alegar que não estão trabalhando por conta da não aprovação da LOA 2018.
O vereador Louri tirou algumas dúvidas com o pessoal da contabilidade, citou a importância da aprovação da LOA e teceu críticas aos colegas que não estiveram presentes.
Em resumo, a audiência pública poderia ter sido um momento mais enriquecedor, caso os secretários tivessem levado as demandas de suas pastas: realizadas e o que pretendem executar com os devidos valores.