DENÚNCIA QUE OBJETIVAVA FRUSTRAR OS TRABALHOS DA COMISSÃO PROCESSANTE FOI BARRADA NA CÂMARA DE VEREADORES DE JAGUARARI

Com uma denúncia em andamento na Câmara Municipal, o objetivo do executivo era vingar-se do presidente da Câmara, Márcio Gomes, e para isso, toda e qualquer suspeita de infração foi utilizada para desestabilizá-lo. Porém os vereadores, ao detectarem a tentativa de manobra que, além de causar desconforto entre eles, evidenciava, segundo análise dos pronunciamentos na tribuna, um forte interesse em pausar o trabalho da Comissão Processante que busca elucidar se o prefeito cometeu ou não crime político-administrativo na contratação e pagamento dos veículos Doblô e Montana, os 11 vereadores decidiram arquivar a denúncia contra o presidente. Como a denúncia também foi protocolada no Ministério Público, a partir daqui caberá ao órgão fiscalizador avaliar se há ou não procedência na alegação.