CÂMARA DE JAGUARARI ADIA SESSÃO QUE ACOLHEIRIA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO MUNICIPAL

A Câmara Municipal de Vereadores do município de Jaguarari, a 397 km de Salvador, suspendeu, por falta de quórum, Sessão Ordinária que discutiria e votaria a estimativa de receita para o exercício 2018 do poder executivo, bem como a Sessão Extraordinária que tinha em pauta, as leituras de denúncias contra o prefeito Everton Rocha e o presidente da Câmara, Márcio Gomes. Havia uma forte expectativa quanto ao desfecho das duas denúncias na Sessão em tela, mas por número insuficiente de edis a Sessão foi adiada. Entramos em contato com a Câmara municipal, onde colhemos a informação que, alguns vereadores não puderam se fazer presentes no dia de hoje, em decorrência de problemas de força maior, motivo que impossibilitou o quórum necessário (7 vereadores) para a realização da Sessão, no entanto apenas 3 (três) compareceram. Como a LOA - Lei Orçamentária Anual / 2018 ainda não foi votada, a Câmara não pode encerrar os trabalhos do corrente ano ficando agendada para a próxima quinta-feira (4.1.2018) a votação dos procedimentos de praxe do poder Legislativo.