ANUNCIE AQUI!
/ / / / / Criada CPI para apurar denúncias de escândalos em Uauá

Criada CPI para apurar denúncias de escândalos em Uauá

A manhã desta quarta-feira (07) foi bastante tensa e agitada no município de Uauá, Bahia, durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores. O principal assunto de pauta a apresentação e discussão de um requerimento de autoria dos seis vereadores de oposição, incluindo o presidente da Casa Legislativa,  Rodrigo Gonçalves de Souza  (PTB), criando uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), cujo objetivo é apurar as suspeitas de desvio de finalidade de recursos do FUNDEB – 40%, de desvio de recursos do Contrato Emergencial 01/2017, dispensa de licitação para Coleta de Lixo no interior e sede e a suspeita de desvio de combustível em uso de máquinas pesadas da Prefeitura Municipal de Uauá.

Dos onze vereadores, cinco votaram a favor, sendo eles: Rosevaldo Loiola (PDT),  Luiz Carlos Lima Santos (PMDB), José Antonio Dias Nogueira (PMDB), Genilson Gonçalves Barbosa (PP) e João da Silva Carneiro (PP).
O vereador Jerônimo de Oséas passou de opositor a aliado de uma administração denunciada em escândalos
Votaram contra os seguintes vereadores: José Carlos Gonçalves (PCdoB), Jerônimo de Oséas (PP), Emerson Moraes (PCdoB) e Alef Barbosa da Silva Alves(PSL) filho do vice-prefeito e secretário municipal de Obras, João Alves (PSL).

Por sua vez, o vereador  Nilson Andrade (PP) se absteve de votar. O presidente da Casa,  Rodrigo Gonçalves de Souza  (PTB), só poderia votar em caso de empate.
Clima pesado dentro da Prefeitura de Uauá. A administração está desaprumada e sem condições de mostrar para a população o que prometeu nos palanques
O clima político na cidade não é nada bom, sendo que a cada momento surge uma nova denuncia de escândalo envolvendo a administração municipal. Diante da gravidade da situação, advogados e vereadores estão levando o caso ao conhecimento do Ministério Público Estadual e Federal, Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e Polícia Federal para que possam desarticular, sendo os próprios vereadores, um esquema pesado que se formou dentro da administração municipal, e que tem causado graves problemas à economia local, e ainda, prejudicando a vida de funcionários concursados como além de toda a população.
Vereador Rosevaldo Loiola
“Diante da gravidade das denuncias não poderíamos fechar os olhos para o que está acontecendo em nosso município. Nós vereadores temos um compromisso com a sociedade, e ela tem nos cobrado uma posição e a nossa resposta é esta em criar uma CPI para apurar os fatos”, revelou o vereador Rosevaldo.
O prefeito Lindomar prometeu muito durante a campanha, agora está fazendo uma administração desorientada e recheada de denuncias. Nem os próprios funcionários de confiança se entendem
Já como a justiça está passando o país a limpo, a exemplo da Operação Lava jato, o prefeito da cidade, e todos os envolvidos, podem sair de dentro da prefeitura algemados, caso todas as denuncias sejam comprovadas.

Fonte: acaopopular.net
Google Plus

Jaguarari Online

    Faça seu Comentário
    Comente com o Facebook

0 comentários: