ANUNCIE AQUI!
/ / Ovelha com aparência de porco intriga moradores no Norte do Piauí

Ovelha com aparência de porco intriga moradores no Norte do Piauí

O nascimento de uma ovelha com aparência de porco vem intrigando moradores da cidade de Campo Maior, localizada em 78 km de Teresina. O animal deformado nasceu morto na manhã dessa terça-feira (7) e causou espanto até mesmo para o dono do bicho, que registrou há oito anos casos parecidos em sua fazenda.
"Com esta aparência de porco é o primeiro que nasceu assim. A mãe da ovelha é saudável, teve uma gestação normal e estava no período certo de parir. Eu só não esperava um filhote com má formação, uma coisa assustadora dessa. A reação da minha mulher foi jogar o animal fora", contou o dono da ovelha, Filho Visgueira.
O criador revelou que não foi a primeira vez que animais com má formação nasceram na sua fazenda. Há oito anos, mais de 50 ovelhas tiveram que ser sacrificados por apresentarem algum tipo de deformação. Na época, Filho Visgueira procurou ajuda de veterinários e até mesmo de especialistas da universidade para resolver o problema.
"Na universidade fui informado que os animais estavam com falta de mineral, então comecei a alimentá-los com os sais, mas não resolveu. Busquei então veterinários da cidade, que condenaram os carneiros de reprodução, depois o pasto e eu fui descartando tudo, até acabar com todo o rebanho e começar do zero", relatou o criador.

Para o veterinário Domingos Ribeiro, são várias as possíveis causas da má formação do animal. A  mais comum é o uso de vermífugo, nas primeiras semanas de gestação da ovelha. Enquanto outra possibilidade, essa mais remota, é a consanguinidade, acasalamento entre animais aparentados.
Outra possibilidade, segundo o veterinário, é que o animal tenha consumido uma planta tóxica de nome vulgar 'catinga-de-porco' ou 'pai-de-rato', também conhecida como 'catingueira', que recebe esse nome devido ao cheiro desagradável de suas folhas verdes. Com o nome botânico de Caesalpinia pyramidalis Tul, é uma árvore de porte médio, sem espinhos com 4 a 6 metros de altura, copa aberta, ramos verdes, com abundantes lenticelas esbranquiçadas.
"A ovelha tem uma gestação de 150 dias, em média. Os primeiros 45 dias de um embrião está em formação dos ossos, se nesse período for aplicado algum vermifugo ou o  animal ingerir planta tóxica, que é outra causa provável, pode acontecer o teratogenia ou má formação fetal. Então é preciso saber se o criador aplicou vermifugo no início da gestaça da ovelha", explicou.

G1.com

Google Plus

Jaguarari Online

    Faça seu Comentário
    Comente com o Facebook

0 comentários: