Jaguarari-Ba: Atletas menores e juvenis da EAF entre os melhores do ranking brasileiro adulto

No dia 27/01/2017 a CBAt - Confederação Brasileira de Atletismo publicou no EXTRANET a NotaOficial nº 05, divulgando os rankings com os 50 melhores resultados obtidos por todos os atletas do Brasil, em competições de pista realizadas por Ela e pelas federações, com apoio da CAIXA e parcerias com clubes, governos dos estados e municípios.
É um trabalho de estatística muito importante na detecção de talentos para o futuro do atletismo brasileiro e também uma fonte de informação e pesquisa fundamental para o planejamento dos treinadores, no direcionamento dos objetivos em cada competição. As marcas estão selecionadas nas categorias SUB 16, SUB 18, SUB 20, SUB 23 e ADULTO (links abaixo), sendo que têm atletas de 16 anos com marcas que impressionam nas quatro categorias a que ele tem direito de competir. Como exemplo podemos citar o caso do atleta Erick Felipe Barbosa Cardoso (SESI-SP), velocista nascido no dia 03/03/2000, prestes a completar 17 anos,  que figura na posição 32 da categoria adulto, na prova dos 100 metros rasos, por ter corrido 10:56. Na SUB 23 ele ocupa a 14ª posição, como Juvenil (sub 20) ele é o 7º e na sua categoria Menor (sub 18) Erick finalizou o ano em 2º lugar, sendo que o primeiro, Vinícius Rocha Moraes do (IEMA-SP), que correu (10:36) não corre mais como SUB 18.
Esta informação aponta Erick como provável representante brasileiro em competições internacionais, num futuro bem próximo.
Na Bahia, ATRAVÉS DA FBA - Federação Bahiana de Atletismo também tem atletas que já despontam como promessas para o atletismo do Norte Nordeste e do Brasil.
Railane Batista da Silva (AASF/EAF/BOLSAESPORTE), nascida em 20 de junho de 2000 no povoado de Flamengo em Jaguarari, distante 400 km de Salvador, é uma dessas atletas. Nos ranking adulto dos 3.000 metros com obstáculos ela ocupa a 25ª colocação. Venceu o Campeonato Bahiano 2016 com a marca de 13:00.71, se credenciou para o Norte Nordeste, ficando na segunda colocação do ranking divulgado 30 dias antes da competição. Ocupa a 16ª colocação na categoria SUB 23. Entre as que tem até 19 anos (SUB 20) ela é a 11ª e na sua categoria, SUB 18, Railane correu os 2.000 metros com obstáculos em 07:41.29, sendo a 4ª colocada na prova realizada em São Bernardo do Campo - SP, no Campeonato Brasileiro CAIXA SUB 18, finalizando o ano em 5º lugar.
A garotinha também ocupa boas colocações em todas as categorias a que tem direito , nas provas como os 1.500 e os 3.000 metros rasos. Nesta última, por sinal a flamenguense venceu os Jogos Escolares da Juventude, Etapa 15 a 17 anos em João Pessoa - PB 2016, com o tempo de 10:47.
Mas o estado tem outros destaques que relacionamos abaixo:
Masculino:
Givaldo Araújo Sena nascido em 01/09/1992 - 32º nos 10.000 metros rasos adulto com 32:08.69
Samuel da Silva Araújo (AASF/EAF) nascido em 13/12/1998 - 43º nos 3.000 metros com obstáculos adulto com 10:11.74, 22º no SUB 23 e 12º no SUB 20.
Diego Penna Alves de Souza Camerino nascido em 22/09/1985 - 37º no arremesso do peso adulto (13,43).
Lucas Natan Santos Silva (AASF/EAF) nascido em 10/08/1998 – Ele é 27º no decatlo adulto com (5.601 pontos), 43º nos 110 metros co barreiras SUB 23 (17:38), 36º nos 110 metros com barreiras SUB 20 (16:56),  17º no decatlo SUB 23 (5.601 pontos), 29º no salto em altura SUB 20 (1.85), 47º no salto com vara SUB 20 (3.00) e 13º no decato SUB 20 (5.553 pontos)

Feminino:
Gabriela Vita Souza (AASF/BOLSA ESPORTE/UNINASSAU) nascida em 12/06/1993 - 49ª nos 100 metros rasos adulto (12:27) e 25ª nos 400 metros rasos adulto (55:79).
Mirian Santana de Matos (VETERANOS) nascida em 14/06/1983 - 46ª nos 5.000 metros rasos adulto (19:43.07) e 21ª nos 10.000 metros rasos adulto (40:07.47).
Maria Cerqueira de Souza (AFAC) nascida em 10/05/1995 - 32ª nos 10.000 metros rasos adulto (47:26.08) e 21ª nos 5.000 metros rasos SUB 23 (20:40.49).
Debora Ramos Mota (SEDEL) nascida em 01/11/1985 - 35ª nos 10.000 metros rasos (49:28.66).
Sara dos Santos Soares (AFAC) nascida em 18/11/1971 - 37ª nos 10.000 metros rasos (54:27.08).
Uranita Moreira Neri  (AFAC) nascida em 05/09/1959 - 38ª nos 10.000 metros rasos (58:42.07).
Erivania da Silva Cruz (AASF/BOLSA ESPORTE/EAF) nascida em 22/05/2000 - 28ª nos 3.000 metros com obstáculos (13:04.89) , marca que a coloca em 19ª no SUB 23 e 13ª no SUB 20. Nos 1.500 metros rasos a menina da Fazenda Alagadiço é a 41ª com a marca de (05:05.56), 28ª na categoria SUB 20, 18ª na sua categoria,  SUB 18. Nos 3.000 metros rasos ela é 15ª da categoria SUB 18 com (11:31.20) e 20ª no SUB 20.
Priscila Lima Almeida (AFAC) nascida em 16 de março de 1999 – Figura no ranking do lançamento do dardo adulto com a marca de (38.26), 20ª no SUB 23, 14ª SUB 20 e 8ª no SUB 18. No heptatlo a feirense é a 34ª entre as adultas (3.586 pontos), 24ª SUB 23 e 18ª SUB 20.
Náviny de Souza Bonfim (AASF/EAF/UNINASSAU) nascida em 08/03/1999 - 48ª no revezamento 4 x 100 metros rasos adulto (00:54:72) juntamente com Gabriela Vita Souza , Selma Maria Matos Silva e Beatriz Coelho Ribeiro e 41ª no revezamento 4 x 400 metros rasos adulto (04:26.36) juntamente com Gabriela Vita Souza, Fernanda Yara da Silva e Beatriz Coelho Ribeiro, Na prova dos 800 metros rasos Náviny figura na 44ª do SUB 23 (02:24.65), 33ª no SUB 20 e 22ª no SUB 18.

Acesse os rankings nos links abaixo:
Sub 18 masculino e feminino
Sub 20 masculino e feminino
Sub 23 masculino e feminino
adulto masculino e feminino
Esses dados comprovam a evolução do atletismo de pista baiano , apartir do surgimento da ESCOLINHA DE ATLETISMO FLAMENGO e ESCOLA DE ATLETISMO ARARAS AZUIS.