sponsor

sponsor

Destaques

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

Noticias em destaque

Multimídias

Política

Região

Esportes

GALERIA DE FOTOS

Arquivo do blog

ACOMPANHE AO VIVO A SESSÃO DE JULGAMENTO DO PREFEITO EVERTON ROCHA

SAIBA O PASSO A PASSO DA SESSÃO QUE PODERÁ CASSAR O MANDATO DO PREFEITO EVERTON ROCHA ACUSADO DE COMETIMENTO DE CRIME POLÍTICO-ADMINISTRATIVO

A Sessão acontecerá nesta quarta-feira (21) a partir das 8h da manhã. Serão lidas as peças requeridas por qualquer vereador e pelo denunciado, logo após cada edil terá o tempo máximo de quinze minutos para se manifestar. Em seguida, será a vez do denunciado ou seu advogado apresentar a sua defesa no tempo máximo de duas horas.
Terminadas a leitura da peça acusatória e a defesa do denunciado, procede-se a votação nominal. A cassação necessita de 2/3 (dois terços), no mínimo, dos membros da Câmara, ou seja, 9 vereadores.
Concluído o julgamento, o Presidente da Câmara proclamará imediatamente o resultado e fará lavrar ata que consigne a votação nominal sobre a infração, e, se houver condenação, expedirá o competente Decreto Legislativo de Cassação do mandato do Prefeito.
Se o resultado for absolutório, o Presidente da Câmara determinará o arquivamento do processo.
Em qualquer dos casos, o Presidente da Câmara comunicará o resultado à Justiça Eleitoral.

Sendo a votação favorável pela cassação do mandato do prefeito, a Câmara dará posse ao vice-prefeito, que assumirá de imediato o cargo de prefeito do município.

PM REALIZA PRISÃO POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO NO CENTRO DE JAGUARARI

Hoje, dia 20/02, por volta das 9h, durante abordagens de rotina na Avenida Clementino Cunha, cidade de Jaguarari, foi preso um homem de 55 anos de posse de um revólver de marca Taurus, calibre 32, com 10 (dez) munições intactas de mesmo calibre. O indivíduo, que conduzia uma motocicleta Honda CG 125 Fan, cor preta, licença de Jaguarari, foi apresentado, juntamente com o material apreendido, na Delegacia de Polícia Civil local, onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Informações 3ª Cia/PM

HÁ 8 MESES PREFEITURA “ENROLA” EM 200 MIL REAIS SONORIZAÇÃO E ILUMINAÇÃO DO SÃO JOÃO 2017, “ARRAIÁ DE TODOS”

A prefeitura de Jaguarari continua devendo cerca de 200 mil reais a empresa de sonorização e iluminação do São João 2017. Amplamente divulgado em toda a Bahia, como um dos maiores festejos juninos do interior, o “Arraiá de Todos” manchou a reputação do município, pois além de não ter trazido o retorno financeiro tão prometido pela administração municipal, deixou as finanças abaladas e o calote difundido em todas as cidades da região. Além da empresa de sonorização e iluminação, palco e banheiros não terem recebido, mesmo decorridos 8 meses, algumas bandas também continuam sem receber por seus serviços.
Isso, claro, não é divulgado pela rádio local e tampouco pela imprensa regional, que, parece “trabalhar voluntariamente” para a prefeitura municipal de Jaguarari, já que no TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, não há nenhum valor pago, nem a rádio local e muito menos às rádios da região e demais mídias de comunicação.
Esperamos que a administração do prefeito Everton Rocha (PSDB) honre com os compromissos assumidos em nome do povo jaguarariense e não acuse a LOA como responsável, pois o São João / São Pedro foram em junho / julho, data bem anterior à LOA 2018.

Que vexame!

“CANSEI DE CHORAR (...) AO VER VELHINHOS MORREREM SEM ASSISTÊNCIA”, DISPARA MÉDICO CANSADO COM O DESCASO NA SAÚDE PÚBLICA DE JAGUARARI

A saúde pública de Jaguarari nunca conseguiu atender dignamente aos pacientes que dela precisaram, mas foi o alvo de promessa da campanha política do prefeito Everton Rocha (PSDB). Mesmo após adentrar no 2º ano de gestão, a situação não parece ter avançado para melhor, pelo contrário, velhos e antigos problemas se agravaram e atingiram, segundo o desabafo de um médico, situações estarrecedoras. Nos seus relatos, o profissional que discorreu situações preocupantes para todos os usuários do sistema de saúde pública de Jaguarari, foram citados casos que requerem uma investigação judicial, pois trata-se casos jamais imaginados, para quem leva seu familiar ao hospital e também postos de saúde do município.
Em relação aos PSF’s – Postos de Saúde da Família, o médico relatou ao Jaguarari Online, ausência e limitação de exames essenciais para gestantes, procedimentos indispensáveis para definir um parto sem risco de morte para mãe e filho.
No caso específico do Hospital Municipal, que atende urgência e emergência, a situação é ainda mais grave. A narrativa dos fatos cita a carência de equipamentos e aparelhos extremamente necessários, em uma unidade de saúde do porte do Hospital, para salvar vidas ou mantê-la enquanto aguarda a transferência para um centro mais avançado e equipado.
A indignação, conforme os relatos, é saber que a prefeitura de Jaguarari licitou e contratou uma Cooperativa por 9 milhões e cem mil reais, no entanto nenhuma mudança positiva na saúde foi percebida, pelo contrário, nota-se um retrocesso; sem contar com os altivos discursos de um prefeito que alavancou a sua campanha na promessa de fazer da saúde o “carro chefe” de sua administração.

Leia os principais pontos do desabafo do médico, que pediu sigilo de sua identidade por medida de segura, relatou ao Jaguarari Online:

“(...) na atenção básica, por sua própria estrutura de funcionamento não exigir maiores investimentos e ficar quase tudo por conta dos profissionais, as coisas ainda funcionavam, mesmo que precariamente. Mas era comum requerer um exame de primeira consulta (até a 12ª semana) e só ficar pronto na 30ª semana quando já devíamos ter em mãos os exames da evolução da gestação, só pra citar um exemplo. Exames de maiores complexidades jamais ficavam prontos. Nunca pedi uma TC ou RNM que tenha sido feita (e raramente pedia), só era feita quando o paciente pagava; isso acontecia as vezes no hospital, de paciente precisar de exame e ter de pagar por não haver disponibilidade naquele momento. E isso não é normal. Na mentalidade de muitos (...), isso é normal. E isso é uma crítica dura que faço (...). Claro que existe muita gente competente, poderia citar alguns nomes aqui de pessoas que tentaram algo como o diretor clínico André, do hospital, ou até o secretário anterior, Neto, que, ainda de mãos atadas, não podia fazer muito. O ex-diretor do hospital que me parecia um testa de ferro pra segurar a brinca das coisas que não davam certo, mas não era sua culpa. Os heróis médicos, técnicos e enfermeiros que lutam diariamente com recursos mínimos para trazer a vida fazendo partos em locais inadequados de maneira heroica ou reanimando pessoas a beira da morte sem aparelhos básicos. Essas pessoas, esses verdadeiros heróis, ganham salários pífios e ridículos, estudaram e continuam estudando pra salvar e trazer vidas e o mínimo de reconhecimento que é o seu sustento, não lhes vêm da maneira adequada, quando vêm. CANSEI DE CHORAR NO CONFORTO DO HOSPITAL AO VER VELHINHOS MORREREM SEM ASSISTÊNCIA. De não ter um cuidado paliativo que ao menos lhe aliviasse o sofrimento. Cansei de reclamar, de ser o chato que pedia por melhorias, de ser taxado de alienado por pedir um ventilador (respirador artificial) ou um aparelho de Raio X deste milênio ou laboratório que saísse em tempo hábil. Cansei de chegar em casa sabendo que não fiz a diferença porque estava compactuando com um sistema viciado em falhas me desliguei porque não queria me tornar o mesmo que eles.”

DE ÚLTIMA HORA PREFEITO DE JAGUARARI NOMEIA ADVOGADO DE DEFESA COM ESCRITÓRIO EM BRASÍLIA

O prefeito de Jaguarari, Everton Carvalho Rocha (PSDB), que enfrentará julgamento de Processo de crime político-administrativo, na próxima quarta-feira (21) na Câmara de Vereadores, fez uma mudança, de última hora, segundo alguns juristas, protelatória.
O escritório de advocacia que estava com a responsabilidade de defender o prefeito no Processo era de Salvador, mas nos instantes que antecederam a publicação do Edital de Intimação com marcação da data do Julgamento no Diário Oficial da Câmara, Everton enviou Ofício à CPP 001/2017 informando que seu patrono passou a ser o advogado SIDNEY SÁ DAS NEVES, com escritório em Brasília.
Essa mudança de última hora soou como uma tentativa de dificultar o andamento do Julgamento, já que a CPP 001/2017 teria que agilizar, em tempo recorde, a intimação do novo advogado, fora o fato da distância e a possibilidade de não ser encontrado a tempo.
Durante todo o processo, segundo informações colhidas pelo Jaguarari Online, o prefeito denunciado não facilitou os trabalhos de investigação, o que deixa a dúvida quanto a intenção em provar a veracidade da denúncia atribuída.
Agora a pergunta que ecoa nos quatro cantos do município: sendo cassado na próxima quarta, o prefeito aceitará a decisão dos representantes da população de Jaguarari ou irá insistir em manter a catástrofe de sua administração, que tem causado inúmeros danos ao povo deste município?

6 VAGAS DE PORTEIRO PARA JAGUARARI EM CONCURSO REDA. CONFIRA COMO CONCORRER

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia faz saber aos interessados a abertura de edital de processo seletivo (Processo seletivo SUDEPE SEC SEE BA 2018) para o preenchimento de 691 (seiscentas e noventa e uma) vagas na função de Agente de Portaria (Porteiro). Os aprovados serão contratados por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA).
Locais e quantidade de vagas em Jaguarari / Pilar
Colégio Estadual Petrônio Portela – 2 vagas / Pilar
Colégio Estadual Walter Brandao – 1 vaga / Jaguarari
Colégio Estadual Luiz Viana Filho – 1 vaga / Jaguarari
CETEP - PNI – 2 vagas / Jaguarari
De acordo com o edital, o cargo de Porteiro tem requisito de formação de nível médio incompleto. A remuneração é constituída pelo salário básico no valor de R$ 788,06 setecentos e oitenta e oito reais e seis centavos), acrescido de Gratificação da função, no valor total de R$ 495,85 (quatrocentos e noventa e cinco reais e oitenta e cinco centavos), perfazendo um total de R$ 1.283,91 (hum mil e duzentos e oitenta e três reais e noventa e um centavos), quando submetido à jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para toda a função temporária haverá na remuneração o acréscimo, por dia útil trabalhado, de auxilio refeição de R$ 9,00 (nove reais) e auxílio-transporte. Será oferecida, de forma facultativa, a assistência médica do Estado somente para o titular, mediante contribuição mensal, conforme a faixa de renda salarial. A jornada de trabalho será de 40 (quarenta) horas semanais.
O Porteiro deverá exercer as atribuições de porteiro, dar conhecimento das reclamações ao dirigente da Unidade Escolar – UEE, controlar o acesso de alunos e demais servidores à Unidade Escolar, atender com cordialidade e simpatia, certificar se as portas ou portões estão fechados, controlar a entrada e saída de pessoas e veículos, executar atividades auxiliares de apoio como: receber e distribuir material e correspondências, equipamentos em manutenção, atender as demandas da direção da UEE e executar quaisquer outras tarefas que lhe forem atribuídas pelo superior imediato.
O Processo Seletivo Simplificado visa à contratação para a função de Agente de Portaria (Porteiro) pelo prazo determinado de até 24 (vinte e quatro) meses, com possibilidade de renovação por igual período, uma única vez.

INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO SUDEPE SEC SEE BA 2018
Os interessados deverão se inscrever exclusivamente via Internet no site www.selecao.ba.gov.br, no período das 08h00min do dia 23 de fevereiro e 23h59 do dia 02 de março de 2018.

ETAPAS E PROVAS DO PROCESSO SELETIVO SUDEPE SEC SEE BA 2018
O Processo Seletivo Simplificado será constituído de uma única etapa, Avaliação Curricular, de caráter eliminatório e classificatório, para a função temporária de Agente de Portaria (Porteiro).

A Avaliação Curricular será realizada pela Comissão conforme o edital, no período compreendido entre 13 e 27 de março de 2018. A Avaliação Curricular visa aferir a experiência profissional; Cursos Sequenciais de Extensão devidamente apresentados a partir da análise dos comprovantes submetidos para a Comissão de Análise do Processo Seletivo Simplificado.
No quesito referente à Experiência Profissional serão considerados critérios específicos que permitirão avaliar o candidato a partir das experiências relacionadas às atividades privativas de porteiro a partir das experiências relacionadas. Obrigatoriamente a experiência em atividades deverá ser considerada nos últimos 10 (dez) anos contados.

O Processo Seletivo Simplificado terá validade de 01 (um) ano, a contar da data da publicação da sua Homologação do Resultado Final, podendo antes de esgotado esse prazo, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração, por ato expresso do Secretário da Educação do Estado da Bahia.

EMPRESÁRIOS DENUNCIAM SETOR DE TRIBUTOS POR NÃO EMITIR DAM’S. PREJUÍZOS PARA EMPRESAS E POPULAÇÃO QUE FICAM SEM ARRECADAS ISS

Empresários e prestadores de serviços de Jaguarari denunciam Setor de Tributos da prefeitura municipal por não emitir DAM’s, Documentos de Arrecadação Municipal. De acordo com os denunciantes, em redes sociais, o Setor está com o software bloqueado, provavelmente, novamente, por falta de pagamento a empresa fornecedora do sistema. Não é a primeira vez que este problema afeta o município. Desta forma, empresários e prestadores de serviços deixam de pagar seus impostos, emitirem suas notas de serviços ficando sem poder receber pagamentos e sem pagar seus funcionários, bem como o município deixa de arrecadar impostos, dentre eles o ISS. O saldo negativo à população de Jaguarari, desde o ano de 2017 é incalculável, haja vista tantos problemas relacionados com o citado setor da PMJ.

Até quando Jaguarari irá continuar neste caos permanente?

HÁ QUASE 14 MESES LABORATÓRIO MUNICIPAL NÃO FAZ HEMOGRAMA. MATERIAL NECESSÁRIO CUSTA MENOS DE 300 REAIS

A cada dia descobrimos que a vida da população de Jaguarari não possui valor algum para o poder público. Parado desde o início de 2017, o equipamento utilizado para a realização de análise hematológica (exame de hemograma), no Laboratório Municipal, nunca funcionou pelo simples fato que a prefeitura de Jaguarari, através da secretaria municipal de saúde, que já teve Dr. Amilton, Cantídio Neto e Antônio Marcos como secretários, não quiseram ou não tiveram autonomia para adquirir um produto chamado de “sangue controle”, que na LAB HOUSE, uma empresa distribuidora de equipamentos e suprimentos laboratoriais e médico-hospitalares em Minas Gerais, custa apenas R$ 239,00, para a realização dos exames hemograma. Em contrapartida, durante meses a prefeitura jaguarariense terceirizou grande parte dos exames laboratoriais, tudo isso, claro, sob a “observação” do Conselho Municipal de Saúde.
Ainda assim, a saúde pública em Jaguarari é tida como prioridade pela atual administração?

SEM ANESTESIA E MATERIAL ODONTOLÓGICO POPULAÇÃO DE JAGUARARI CONTINUA A PERDER SEUS DENTES PARA O DESCASO COM A SAÚDE BUCAL

Diante de tantos escândalos na saúde pública, o atendimento odontológico a população mais carente, prestada pela prefeitura de Jaguarari chega ao final de 14 meses de administração tão fora de uso quanto nota de R$ 1. Mesmo com alguns profissionais contratados para atender os pacientes, a ausência de material necessário para a prestação dos serviços impede que as pessoas sejam atendidas. Desde o início de 2017 que pequenos e importantes problemas interferem no funcionamento dos tratamentos dentários, são eles: cadeiras e sugadores quebrados, falta de anestésicos, luvas e material de restauração.
Considerado pela OMS – Organização Mundial da Saúde, como país dos desdentados, o Brasil auxilia os municípios para a educação e tratamento bucal, mas em Jaguarari, a saúde de qualidade só existe nas campanhas publicitárias e cada cidadão pode confirmar nas unidades de saúde de suas localidades a gravidade do descaso em que vivem.

Mesmo diante das informações que: o Posto de saúde Salomão Carvalho (sede) não há anestesia; do Odilon Gonçalves só está sendo feita limpeza; do Catuni, Gameleira, Jacunã, Santa Rosa, Pilar e Flamengo (não conseguimos informações dobre Juacema), falta material para tratamento dentário, o Coordenador da saúde bucal em Jaguarari, Odilon Almeida, ao Jaguarari Online, afirmou que todos os PSF’s possuem médicos dentistas atuando e que também há todo material para atender a população que busque atendimento nos referidos postos de saúde.