A Paróquia São João Batista de Jaguarari, pertencente a Diocese de Senhor do Bonfim sediou na noite desta segunda-feira (22/10), ás 19hs na Praça Custódio Barbosa (Praça do Forró), defronte a Igreja Matriz a Santa Missa das Mãos Ensaguentadas de Jesus, A celebração, organizada pela equipe da Rede Século 21, e foi presidida pelo Padre Rodolfo Faria.
A Santa Missa, contou com a presença dos Missionários da Associação do Senhor Jesus, foi gravada e será exibida no dia 18 de novembro emissora católica. Milhares de fiéis de todo o Brasil participaram da Missa em Jaguarari, que é itinerante, já passou neste mês de Outubro pelas cidades de Andrada-MG, Poranga-CE, e Piracicaba-SP, antes de acontecer em Jaguarari.


Este grande evento religioso foi um momento de reflexão e veio em uma ocasião oportuna, tendo em vista o período conturbado em que passa o município, em diversas áreas, e vem para acalmar as almas agitadas na tentativa de trazer paz a toda a população, que aprovou o evento, que louvaram ao senhor, aplaudiram se emocionaram e ao fim retornaram para suas residências com um sorriso no rosto e Deus no coração.
A Santa Missa das Mãos Ensanguentadas de Jesus, acontece desde do ano de 2002, com a Oração das Mãos Ensanguentadas de Jesus sendo rezada pelo Fundador da Associação do Senhor Jesus (ASJ), Pe. Eduardo Dougherty, sj, com milhões de fiéis em todo o mundo. Neste primeiro momento, 2002, a Oração foi enviada para os sócios da Associação do Senhor Jesus (ASJ), por meio da Revista Brasil Cristão. Já em 2006, os sócios passaram a receber, também, junto da Revista, a Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus, atualmente a Missa tem milhares de devotos propagadores em diferentes regiões do Brasil.

Portal Jaguarari 
Fotos Luiz Augusto

Na última sexta-feira (19/10), por volta das 11h50, na Travessa Santa Rosa, Bairro Odilon Gonçalves, em Jaguarari, Policiais militares da 3ª CIA, conduziram a Delegacia Territorial de Senhor do Bonfim, a pessoa de iniciais J.R, suspeito de furtar galinhas e depois ameaçar a proprietária das aves com um facão.

De acordo com informações na quinta-feira (18), a noite, o acusado teria invadido o quintal da vítima e de lá subtraído algumas galinhas, no dia seguinte o acusado retornou a casa da vítima de posse de um facão para ameaça-la, a vítima não se intimidou e solicitou a presença da Policia Militar, que de pronto se deslocou até a residência da vítima que informou o acontecido.

A guarnição deteve a acusado e o conduziu para a Delegacia, aonde foi autuado pelo crime de ameaça, em relação ao furto as galinhas não foram encontradas.

Portal Jaguarari

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e sapatosA greve por tempo indeterminado dos servidores públicos municipais de Jaguarari, deflagrada no dia 20 de setembro de 2018, completou um mês, e o governo municipal segue desrespeitando os direitos destes trabalhadores, como se fosse o dono do município e não existisse lei no país.
Este governo nega a revisão salarial anual dos servidores públicos, direito básico de todo brasileiro. E pra piorar, ainda ameaça cortar os dias destes trabalhadores que estão apenas exercendo o direito de reivindicar o cumprimento das leis.
Vale lembrar que não estamos numa ditadura, onde lutar pelos direitos seja considerado um crime. Segundo o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Jaguarari, cortar dia de servidor só é permitido em caso de Falta Injustificada, o que não é o caso das faltas registradas em virtude de greve. Tais faltas não são consideradas injustificadas, pois a greve é um instrumento legal que os trabalhadores têm para defender os seus direitos, principalmente quando estes lhes são negados por governo que não cumpre com o dever.
Punir qualquer trabalhador por exercer direito de greve, é ferir de morte a Constituição Federal que garante a todo brasileiro este direito incontestável!.
Lamentavelmente, o governo tem se comportado como se fosse o dono do município. Chega de retaliação! Chega de prepotência! Repudiamos todas as ameaças!
E além do mais, o governo tem demonstrado não se importar com a situação vivenciada no município no âmbito dos servidores públicos e dos serviços respectivos. Nem sequer respondeu ofício do SINDSPUJ que o informou sobre a decisão da assembleia de 01/10/2018, realizada com todas as categorias de servidores, exceto professor.
Chega de desdém! Chega de opressão! Queremos nossos direitos, urgentemente!
Diante do impasse, a greve continua, pois os servidores não irão abrir mão de seus direitos!
Firme na luta!
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, sapatos e área interna
Diretoria Executiva do SINDSPUJ

O ex-prefeito de Jaguarari, Sr. Everton Carvalho Rocha (PSDB), tem contra si duas cassações de mandato executadas pela Câmara de vereadores. A primeira, a CPP 001/2017 (sob a acusação de contratação e pagamento irregulares de veículos para a frota municipal) cassou seu mandato por 12 votos a 1 e a terceira, também vigente, a CPP 002/2018 (puniu o então chefe do executivo por descumprir prazo legal de envio da Lei Orçamentária Anual – LOA, fora do prazo estabelecido na Lei Orgânica do Município) recebeu votos de 10 dos 13 vereadores. Além destas duas cassações, Rocha teve contra si uma decisão judicial, Nº 8005811-57.2018.8.05.0000, proferida na última sexta-feira (19/10/2018) pela continuidade do seu afastamento do cargo de prefeito de Jaguarari pelo prazo de até 180 dias ou até o julgamento final do recurso, fruto da Ação Civil Pública – ACP movida pelo Ministério Público – MP, que investiga o ex-prefeito Everton Rocha, uma empresa e mais oito pessoas que ocupavam cargos de confiança e, que de acordo com a denúncia estariam envolvidos em fraudes referentes a despesas do São João de 2017.
Ao contrário do que se propaga no município, com a decisão do Juiz José Luiz Pessoa Cardoso, publicada na sexta-feira, 19, até que se tenha uma outra decisão em contrário, o ex-prefeito não retorna ao cargo. A Relatora originária, a Desembargadora Gardênia Pereira Duarte, já havia acatado o pedido do MP de Jaguarari e afastado o alcaide em 4 de abril por 180 dias e findado o prazo em 4 de outubro. São várias as investigações que correm na justiça contra o ex-prefeito.
De acordo com dados do Tribunal de Contas dos Municípios – TCM-BA, fatalmente Everton Rocha terá suas contas do exercício de 2017 reprovadas, haja vista que as despesas com pessoal atingem a margem de 84%, em alguns meses, onde não poderia exceder os 54%. Além disso, segundo relatório de inspeção do TCM, há inúmeros indícios de irregularidades apontados que não foram sanados no SIGA ou simplesmente foram aceitos pelo ex-gestor como “regulares”.
Ainda na administração de Everton Rocha, na área da saúde, foi contratada uma cooperativa de médicos, a qual fornecia médicos e pessoal na área, no entanto a citada cooperativa operou no município clandestinamente, pois não possuía registro junto ao CRM e mesmo assim, teve contrato aditivado chegando ao exorbitante valor quase 12 milhões de reais. Por ter pagado com recursos federais uma empresa que operava clandestinamente, de forma irregular perante a Lei o Ministério Público Federal e a Polícia Federal certamente irão pedir explicações e, na ausência de documentação que prove o contrário, dificilmente não punirão, assim como o MP adentrou a prefeitura em busca de documentos em operação conjunta com o MP de Bonfim e Irecê.

Por volta das 12h20 desta quinta-feira (18/10), Policiais militares da 3ª CIA de Jaguarari receberam uma informação que estava havendo comércio de drogas, na entrada que dá acesso ao distrito de Gameleira, próximo às margens da BR 407, de imediato a guarnição se deslocou até o local, onde encontraram o jovem de prenome Luciano, 21 anos, procedendo com a abordagem os militares encontraram com o suspeito duas trouxinhas de maconha.
Diante do exposto o suspeito e a droga foram apresentados na Delegacia Territorial de Senhor do Bonfim, aonde o mesmo foi autuado por porte de droga, assinou o TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) e foi liberado, pelo fato da quantidade de entorpecente encontrado não configurar tráfico.

Portal Jaguarari

Procura-se cadela sem raça definida, a mesma foi vista pela última vez na quarta-feira, na residência de seu dono na Rua do Matadouro, em Jaguarari, de acordo o dono, ele já fez buscas em diversos pontos da cidade, mas não encontrou a mesma.
Se você tem alguma informação ou sabe onde a cadela está, entre em contato pelo telefone (74) 99977-1062, o nome do dono é Anderson.

Fonte: Portal Jaguarari

A tarde deste domingo (21/10/2018) o interior de Jaguarari realizou mais 15 (quinze) partidas válidas pela 3ª (terceira) rodada da Copa Rural 2018. A competição que é organizada pelo Departamento de Esportes da Secretaria de Educação e patrocinada pela Prefeitura de Jaguarari, na administração do prefeito Fabrício D’Agostino, tem o formato mais competitivo de todos os tempos. A Copa Rural que conta com 32 (trinta e dois) times do interior do município, permitindo as agremiações apenas 3 (três) reforços, premiará as equipes finalistas com R$ 10.000,00 (dez mil reais), bonificação inédita. Em todas as comunidades participantes e também as circunvizinhas as tardes de domingo ganharam um grande momento de lazer e socialização, pois muitas pessoas que acompanham suas localidades acabam matando a saudade de amigos e parentes que há muito tempo não viam. Com o apoio da PREFEITURA, que disponibiliza carro de som e a narração profissional da equipe liderada por Jota Neto da cidade de Uauá, a cada rodada uma partida tem narração ao vivo em uma localidade diferente e através da página www.facebook.com/jaguararionline, quem está em casa ou em qualquer lugar do mundo pode assistir ao vivo a partida e acompanha em tempo real os demais resultados. Toda esta infraestrutura e a realização desta competição só está sendo possível graças a sensibilidade do atual prefeito Fabrício D’Agostino que abraçou o projeto apresentado pela Coordenação de Esportes liderada por Kleuber Lopes e Márcio Adegundes.
A disputa segue acirrada e todas as equipes, que ainda terão mais 3 (três) partidas, possuem chances claras de classificação, com exceção de Catuni e Várzea Grande que não jogaram este final de semana por conta do falecimento de dois moradores da comunidade anfitriã (Catuni da Estrada), ficando agendada para 15/11/18, possuem 4 jogos cada.
A Copa Rural, por conta da realização do segundo turno das eleições no domingo 28, dá uma parada e retorna dia 4/11 com a 4ª rodada.
Lembramos que dia 15/11, às 15h, Catuni x Várzea Grande concluirão a 3ª rodada e terá transmissão ao vivo do Jaguarari On Line, sempre com o apoio das empresas: Madeireira Tindôné, Sônia Restaurante, Farmácia Esther, Bispo do pastel, Cativa, JS Móveis e Eletros, Policlínica de Jaguarari, Mercadinho Santa Luzia, Óticas Melo, O Verdurão, Casa Júnior, Cia da Ração, Farmácia Vô Salomão, Comercial João de Barro, Distribuidor Franco Melo, Nel Net, Mercadinho Lorena e Associação Comercial de Jaguarari.

Confira a classificação:


Diante da repercussão oriunda da prolação da Decisão do Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, nos autos do Processo nº 8006331-17.2018.8.05.0000.1, que, consoante vem se dizendo nas ruas da cidade, faria retornar ao cargo de Prefeito Municipal o Sr. Everton Carvalho Rocha, a Prefeitura Municipal de Jaguarari, atualmente capitaneada pelo Prefeito Fabrício Santana D´Agostino, vem se manifestar nos seguintes termos: A decisão acima mencionada revoga as determinações antes proferidas pelo mesmo Desembargador Presidente que suspendiam as liminares conferidas nos processos de números 800131-62.2018.8.05.0244 e 8006402-19.2018.8.05.0139, ambos tendo por objeto a anulação do Processo Político Administrativo nº 01/2018, que correu no seio na Câmara Municipal e culminou na cassação do seu mandato, sendo que contra o ex-Prefeito correram mais dois processos da mesma natureza, tombados sob os números 01/2017 e 02/2018, os quais, igualmente, tiveram como resultado sua cassação.
Dessa forma, considerando que o Sr. Everton Carvalho Rocha foi alvejado com 03 (três) cassações políticas de seu mandato pela Câmara, e, que a decisão do Presidente do TJ afeta apenas uma, as outras duas, quais sejam as dos Processos 01/2017 e 02/2018, continuam em pleno vigor, tendo em vista que, até a presente data, não há nenhuma decisão judicial vigente determinando suas anulações.
A afirmação de que a decisão do Presidente afeta a todos os processos de cassação é FALSA, isto porque resta claro em seu texto os números dos dois processos afetados, os quais, conforme acima relatado, tem como objeto a anulação apenas do Processo Político Administrativo nº 01/2018, não abrangendo os demais.
Dessa forma, a decisão em comento em nada altera o ocupante da cadeira de Prefeito do Município de Jaguarari, sendo certo que o Sr. Everton Carvalho Rocha e seu corpo jurídico decerto reconhecem tal condição, apenas se manifestando de forma diversa para causar instabilidade na atual gestão, o que configura uma manobra ardilosa e desprovida de valores éticos e morais.
Diante de tal quadro, a Prefeitura de Jaguarari informa a toda a população, servidores e fornecedores que, no momento, não há qualquer risco de destituição do cargo do atual Prefeito, Fabrício Santana D´Agostino, nem qualquer possibilidade, com a última decisão proferida, de retorno do Sr. Everton Carvalho Rocha ao posto.

ASCOM - PMJ

O ex-prefeito de Jaguarari, Everton Carvalho Rocha (PSDB), que havia sido afastado pelo Tribunal de Justiça da Bahia – TJ-BA, por 180 dias, a pedido do Ministério Público da Bahia – MPE, teve o pedido de prorrogação de prazo por mais 180 dias deferido pelo Juiz Dr. JOSÉ LUIZ PESSOA CARDOSO, do TJ na tarde desta sexta (19). O pedido de prorrogação de prazo foi requerido pelo município, através da procuradoria jurídica sob a justificativa de que o prazo inicialmente determinado pela D. Relatora originária não foi suficiente para a concretização das investigações e o retorno do Recorrido ao seu cargo de prefeito acabaria por interferir frontalmente no desenvolver da busca das informações necessárias para o deslinde do feito. Assim, o ex-gestor continua afastado de suas funções públicas pelo prazo determinado ou até desfecho da Ação Civil Pública – ACP em curso contra os seus atos da realização dos festejos juninos de 2017.


Na manhã desta sexta-feira, 19 de outubro, uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia – TJ-BA, acatou recurso impetrado pelo ex-prefeito de Jaguarari, Everton Rocha, contra a CPP 001/2018, que em 29 de março de 2018, cassou seu mandato de prefeito. No dia 29/03, o então prefeito conseguiu uma liminar que suspendia a realização da Sessão. Horas depois a Câmara de Jaguarari conseguia uma decisão no TJ-BA que mantinha a realização da dita Sessão. Na virada de 31/03 para 01/04 Rocha conseguia uma liminar suspendendo a cassação fruto do segundo processo na Casa Legislativa, mas em 03/04 (terça-feira), novamente a Câmara conseguia da Presidência do TJ-BA a cassação da liminar da madrugada de sábado de aleluia. Esta decisão do TJ, NÃO INVALIDA AS CASSAÇÕES DE 21/02 E 04/06 do corrente ano, ou seja, de acordo com o Procurador do Município, Dr. Sérgio, não garante o retorno do ex-gestor ao posto de prefeito desta cidade.
O pedido de prorrogação por mais 180 dias, solicitado pelo Ministério Público, está com a Desembargadora do TJ, em Salvador, ainda sem definição.

Atenção servidores públicos! Convocação Geral!

    O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaguarari, convoca servidores públicos em greve, para uma Mobilização, nesta sexta (19/10/2018), as 8:30h, no Centro Comunitário, nesta cidade.  

   Estamos falando de 30% dos servidores em greve que conforme organização grevista, não irão aos setores de trabalho na data referida ou no seu turno matutino.

   Esta mobilização é pelo cumprimento de leis e pela reposição das perdas salariais, urgentemente! 
                                 
   É mais um de servidores em Greve, para fazer com que o Governo Municipal atenda as reivindicações deste sindicato. 

   Deste modo, contamos com a adesão dos servidores em massa.

    Atenciosamente,

                     
DIRETORIA EXECUTIVA

O único vereador verdadeiramente fiel ao ex-prefeito Everton Rocha, durante todos os processos de cassação, LOURI DA BARRINHA, juntamente com o vereador Reges do Joel, fecham apoio político ao prefeito Fabrício D’Agostino. Por volta das 12h30 desta quarta-feira, 17.10.18, Louri postou na rede social a seguinte mensagem: “Boa tarde a todos e a todas! Comunico à família 45 e a todos que a partir desse momento passarei a apoiar administrativamente na Câmara municipal a atual administração. Por questão ética, moral e profissional nada mais a declarar.” A ruptura política com o prefeito cassado e afastado de um líder com o prestígio popular que o vereador Louri representa diz muito a respeito da utopia que o ex-prefeito alimentava em seu povo. A saída de Louri e Reges do Joel tem um significado aniquilador e provavelmente sela definitivamente o “enterro” político e a ilusão torpe de um possível retorno ao cargo do ex-gestor, acusado de inúmeros crimes contra o erário do povo de Jaguarari. Louri e Reges do Joel, formavam com Dourival Borges o trio de oposição ao prefeito Fabrício D’Agostino.
Nas ruas, entre aliados e alienados pelo ex-prefeito, ouvia-se muito os termos “governo provisório, ‘desgostinho’”. A partir de agora, com a “luz no fim do túnel” apagada, em que ou em quem o “meu povo”, expressão utilizada pelo ex-radialista irá se apegar? Será que o “jornalista” vai ter coragem de ir à sua rádio chamar o vereador Louri da Barrinha de falso? Vamos aguardar as cenas dos próximos e não estranhem se o presídio de Juazeiro receber, em breve, um novo morador. #lugardecorruptoéna...

Um dos vereadores mais atuantes de Jaguarari, Louri da Barrinha, que já garantiu importantes obras para o município, com o apoio do seu deputado estadual Roberto Carlos, bem como a ampliação do Sistema de Energia Elétrica nas comunidades de Alagadiço, Lage Grande, Saco e Lagoa dos Umbus, a Ampliação do Sistema de Tratamento de Água no Flamengo e a perfuração de Poço Artesiano, possibilitando que o poço atual seja disponibilizado apenas para o consumo animal, Ambulância e muito mais, afirmou que passará a apoiar a administração do atual prefeito, Fabrício D’Agostino.
Na oportunidade, o vereador Louri, solicitou ao prefeito mais benefícios para o Flamengo e comunidades vizinhas, como a conclusão de um Posto de Saúde da Família – PSF – com novos equipamentos, carro para o transporte de pacientes, o funcionamento do poço da Rocinha e Fazendinha, a ampliação do Sistema de Abastecimento de Água no Morro Branco e Conceição, além do apoio ao homem do campo, através da doação do bagaço da cana para a ração de animais e transporte gratuito para os agricultores.
Esta união representará mais qualidade de vida para a população de Jaguarari, que ganhará com a parceria de homens que têm vontade e garra para trabalhar por quem mais precisa.
A gestão do prefeito de Jaguarari, Fabrício D’Agostino, ganha força com o apoio político e administrativo do vereador Régis do Joel, que tem importantes serviços prestados ao município de Jaguarari, depois de conversar com o atual prefeito, Fabrício D’Agostino, apresentando a necessidade unir forças para reconstruir o município, declarou o seu apoio administrativo e político à atual gestão municipal.
Na oportunidade, o vereador apresentou alguns anseios da população jaguarariense ao prefeito, bem como a construção de um Posto de Saúde da Família – PSF – em Diogo, a perfuração de um poço artesiano em Macambira e a pintura do colégio, em Antas. Esta união vai garantir mais força à atual gestão do prefeito Fabrício D’Agostino, possibilitando o progresso que a população, há muito tempo, anseia, com homens batalhadores representando a cidade, garantindo obras que resultarão em mais qualidade de vida aos jaguararienses.

Fonte: Ivansilvanoticias

Bahia tem 81 cidades com risco de epidemia de dengue, dos municípios com alto índice de infestação, 58 estão em emergência por seca ou estiagem.

Às vésperas do Verão, a Bahia está com 81 das 417 cidades com risco de epidemia de dengue. Os dados que colocam quase 20% dos municípios baianos em risco constam no mais recente Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa), de julho a setembro de 2018, divulgado nesta terça-feira (16) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Para piorar, a maior parte enfrenta situação de emergência pela seca ou estiagem.

O risco de epidemia acontece porque os 81 municípios possuem índice de infestação predial acima de 4%. De acordo com a classificação do Ministério da Saúde, índices acima de 3,9% são sinal de alerta para problema. Entre 0% a 1%, o índice é considerado tolerável e de 1,1% a 3,8%, há alerta para surto.

Na liderança do ranking aparece a cidade de Jaguarari, no Centro-Norte da Bahia, com índice de 16%. Em seguida, aparecem Jeremoabo (15%), no Nordeste; Senhor do Bonfim (13,1%), no Centro-Norte; Valente (12,5%), no Nordeste; Itabuna (12,3%), no Sul; Sítio do Quinto (11,9%), no Nordeste; São Domingos (11,1%), no Nordeste; Caldeirão Grande (10,8%), no Centro-Norte; e Caetanos (10,3%), no Centro-Sul do estado.

Em comum entre esses municípios há o fato de passarem por longos períodos sem acesso regular à água potável, seja pela estiagem, pela seca ou por problemas no próprio sistema de abastecimento para a localidade.

Correio24h

Piso estava congelado desde 2014, e presidente vetou reajuste aprovado pelo Legislativo. Pelo texto, remuneração mínima passará dos atuais R$ 1.014 para R$ 1.550 até 2021.

O Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira (17) um veto do presidente Michel Temer e, com isso, liberou o piso de R$ 1.550,00 para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias.

A remuneração mínima atual da categoria é de R$ 1.014,00 e estava congelada desde 2014.

Após o Congresso aprovar o reajuste, Temer vetou. O governo argumentou que o novo piso representará aumento dos gastos públicos.

A TV Globo procurou o Ministério da Fazenda para saber o impacto e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

O governo também argumentou que aumento de despesa com pessoal nos 180 dias anteriores ao final do mandato do Poder Executivo pode ser enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O reajuste
Pelo texto, o reajuste será concedido da seguinte maneira:

R$ 1.250,00 a partir de 1º de janeiro de 2019;
R$ 1.400,00 a partir de 1º de janeiro de 2020;
R$ 1.550,00 a partir de 1º de janeiro de 2021.

Votação
A votação desta quarta-feira foi realizada por meio de cédula e, no plenário da Câmara, não houve oposição à derrubada do veto.

Durante a sessão, um grupo de agentes comunitários acompanhou a votação das galerias do Congresso e aplaudiu a aprovação.

Justificativa do governo

Quando Temer vetou o reajuste para a categoria, o governo alegou considerar o aumento inconstitucional por não ter sido uma iniciativa do Poder Executivo. O reajuste não constava da versão original da medida provisória enviada pelo governo.

O texto do Executivo apenas estabelecia normas para o exercício profissional da categoria, como jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Durante a tramitação no Congresso, porém, os parlamentares colocaram a previsão de reajuste.

Por Fernanda Calgaro, G1 — Brasília

POLICIAIS DO 6º BATALHÃO EM CONSTANTES ATUAÇÕES NA REDE DE ENFRENTAMENTO DE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER SALVA MAIS UMA VIDA DE POSSÍVEL FEMINICÍDIO

Por volta das 18h30, dia 16, terça-feira, a guarnição da 3ª Cia em Jaguarari, após solicitação pelo CICOM, deslocou até ao povoado do Flamengo a fim de averiguar uma chamada de ameaça, onde um indivíduo ameaçava com uma faca e agredia verbalmente uma senhora. Ao chegar ao local por volta das 19h30, e constatado o fato, a guarnição conduziu os indivíduos até ao Complexo Policial para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

6º Batalhão, aqui promovemos o bem!

Polícia Militar da Bahia
Comando de Operações Policiais Militares
Comando de Policiamento da Região Norte
Sexto Batalhão de Polícia Militar

Um acidente fatal foi registrado no final da tarde desta terça-feira, na BR 324, altura do km 374, trecho localidade conhecida como Itatiaia, região de Capim Grosso.

Informações que em uma colisão com Ônibus da empresa São Luiz e uma Mitsubishi L 200, conduzida pelo bonfinense, “Paulinho Cerqueira”, que retornava de Salvador para Bonfim, na companhia de sua namorada, que bastante abalada e ferida foi socorrida na UPA 24hs de Capim Grosso.

De acordo com informações era final de tarde, e Paulinho teria tentado uma ultrapassagem em um caminhão, mas infelizmente não houve tempo de livrar de um ônibus que fazia o sentido contrário, colidindo frontalmente, no impacto ele faleceu no local, com forte pancada na cabeça ao ponto de dilacerar.

Blog do Netto Maravilha

A Embasa informa que o fornecimento de água na sede de Jaguarari foi afetado nos últimos dias devido ao mau funcionamento de um equipamento responsável por bombear água da Barragem de Ponto Novo até o município. Técnicos estão realizando a substituição do equipamento e devem concluir os serviços de manutenção eletromecânica na tarde de hoje (16). Após a conclusão, o fornecimento de água será retomado e sua normalização ocorrerá gradativamente. Para maiores informações, os moradores podem entrar em contato com a loja de atendimento da Embasa de Jaguarari, através do tel. (74) 3619 - 2216.

Atenciosamente

Assessoria de Comunicação da Embasa

Atenciosamente


Adriano Aleixo

Assessoria de Comunicação da Embasa

Unidade Regional de Senhor do Bonfim


74- 99129 3746 (Tim/WhatsApp)

No mês de outubro de 2017, o blogueiro JOÃO DO PORTAL JAGUARARI sofreu um acidente automobilístico, onde por pouco não perdeu a vida. Depois de ter passado quase 4 meses internado, ter sofrido paradas cardiorrespiratórias, várias cirurgias, hoje JOÃO DO PORTAL depende da sua ajuda para voltar a andar, pois no acidente JOÃO teve um sério problema no quadril e necessita de uma cirurgia para a implantação de uma prótese e o valor é alto.
Você que é amigo ou admirador do trabalho de blogueiro que João Carvalho, conhecido como João do Portal Jaguarari, pode ajudar, contribuindo com qualquer valor através da VAQUINHA VIRTUAL. É uma ferramenta segura e fácil de acessar, basta clicar em cima da palavra CONTRIBUA e fazer a sua doação. Você também pode compartilhar com seus amigos e parentes. #todoscomJoão
CONTRIBUA CLICANDO AQUI OU ACESSANDO NO LINK ABAIXO:
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-com-joao
João Carvalho, tem 23 anos, sofreu um acidente automobilístico em outubro de 2017, em virtude do impacto teve muitas fraturas, entre elas a incorreção do quadril e fêmur. Ficou internado por 3 meses e 15 dias, a princípio foi para a UTI, passou por cirurgias, enfrentou paradas cardíacas e pulmonares,  e a respiração era possível por um procedimento chamado traqueostomia. Todo o processo foi longo e desafiante. Em fevereiro retornou para casa , aonde iniciou a fisioterapia , e tendo como principal objetivo preparar-se  para a cirurgia. A Cirurgia artroplastia de quadril, é um procedimento que irá corrigir o quadril e será implantada uma prótese no fêmur. Então estamos fazendo a Ação beneficente, e pedimos a todos que puderem ajudar, entra no link da vaquinha, preenche o campo de doação, será gerado um boleto para pagamento. Qualquer ajuda é bem vinda. Desde já agradecemos.


Um sonho dos desportistas do povoado de Alagadiço, na região de Santa Rosa de Lima, tornou-se realidade. Com muito esforço de todos: prefeito Fabrício D’Agostino, vereador Marcos Quito, operador de máquinas pesadas e de João Monteiro, neste domingo (14/10/18) foi finalizado e entregue à comunidade a reforma e ampliação do campo de futebol de Alagadiço. O campo, que será utilizado pelo time local participante da Copa Rural 2018, ficará como legado para a prática de futebol. O local era muito pequeno para que o time da comunidade pudesse receber outras equipes para jogar na comunidade, e havia muito tempo os jogadores precisam de um espaço adequando, mas agora, com todos os esforços e respeito do governo Juntos Construímos Mais, enfim a comunidade pode dizer que tem um campo à altura de seus atletas.


Fonte: ASCOM - PMJ

MARI themes

Tecnologia do Blogger.